Por Dicom -AL- TO

Foi com profunda tristeza que recebemos a notícia do falecimento de nosso companheiro na cobertura do dia da Assembleia Legislativa Nogueira Júnior, vítima de enfarto. Nogueira era uma pessoa iluminada, que transmitia a alegria de viver, a crença nas pessoas e em um futuro melhor para toda a humanidade.

 

Nós, da Diretoria de Comunicação da Assembleia Legislativa, externamos nossas condolências aos familiares e demais amigos, na certeza de que Nogueira será recebido nos braços do Pai.

 

Descanse em paz, amigo!

 

Posted On Domingo, 11 Outubro 2020 11:27 Escrito por

Nogueira Júnior

 

A Família O Paralelo13, aqui neste momento de profunda dor representada pelos jornalistas Edivaldo Rodrigues e Edson Rodrigues, lamenta com imorredor pesar o falecimento do comunicador NOGUEIRA JÚNIOR, um ilustre tocantinense fe coração que fez da notícia a sua bandeira de sustentação dos princípios da democracia. Dixamos nessa oportunidade de perda de um grande amigo e irmão  de jornada as nossos mais sinceras condolências à família e amigos por esta lamentável e prematura partida para a Casa do Pai Celestial, que certamente o acolherá com sua eterna bondade.

Posted On Domingo, 11 Outubro 2020 07:07 Escrito por

“Ponha uma sela em seus sonhos antes de cavalgá-los”

 

MARY WEBB

 

Por Edson Rodrigues

 

Mais uma vez, a imagem do Tocantins sangra em nível nacional, desta vez, servidores de municípios da região Norte do Estado, suspeitos de desviar recursos da Saúde Pública em benefício próprio, mesmo vendo as dificuldades que as famílias tocantinenses vêm enfrentando com a perda de entes queridos, no acompanhamento de outros nas UTIs dos hospitais públicos ou particulares e as dificuldades dos homens públicos, congressistas e deputados estaduais em trazer recursos com emendas impositivas.

 

A Polícia Federal cumpriu, na manhã desta quarta-feira (7), um total de 16 mandados de prisão contra um grupo suspeito de desviar recursos públicos da saúde em nove municípios da região norte do Tocantins. A operação contou com participação da Controladoria-Geral da União e Ministério Público Estadual. As autoridades também cumpriram ordens de sequestro de bens dos suspeitos no valor de R$ 12 milhões. A ação foi chamada de Bálsamo de Gileade.

 

Os mandados são cumpridos nos municípios de Araguaína, Aguiarnópolis, Sítio Novo do Tocantins, Ananás, Augustinópolis, Buriti do Tocantins, Luzinópolis, Praia Norte, Palmeiras do Tocantins, Riachinho, São Sebastião do Tocantins, Maurilândia do Tocantins e Imperatriz (MA).

De acordo com a Controladoria-Geral da União, as empresas investigadas emitiram 4.536 notas fiscais no período de 2016 a 2019, no valor de R$ 25.690.174,20. Do total de notas emitidas, 47% foram canceladas após a emissão, somando R$ 14.519.135,42. Mesmo assim, o valor era pago pelos municípios.

 

PEIXES GRANDES

Fontes de O Paralelo 13, em Brasília, garantem que, antes das eleições de 15 de novembro, pode ocorrer uma “operação monstruosa”, com malha grande, capaz de capturar os “peixes grandes”, que desviaram dezenas de milhões de reais dos cofres públicos.

 

Entre os investigados estão secretários de saúde e gestores do Fundo Municipal de Saúde de nove municípios investigados, na região do Bico do Papagaio. Os investigados poderão responder pelos crimes de peculato, fraude em licitações e participação em organização criminosa.

 

MOMENTO DE FAZER FAXINA

A operação atual e as que estão por vir, são apenas o início da “faxina” que a população dos 139 municípios tocantinenses pode fazer, com o auxílio das instituições fiscalizadora e da Polícia Federal, que merece todo o nosso aplauso, juntamente com a Justiça Federal, no combate à corrupção em pleno período eleitoral.

 

Espera-se que outras operações ocorram antes do dia 15 de novembro, para que eliminem do pleito os contraventores que estão roubando recursos e vidas neste momento de pandemia.  Afinal, lugar de ladrão é na cadeia, não no horário gratuito de Rádio e TV.

 

FERRAMENTA CRUCIAL

Dentro dos trabalhos desenvolvidos pela Polícia Federal e pela Justiça Federal está o sequestro de bens dos envolvidos, “engessando” as possibilidades de quem está usurpando o erário público em utilizar esses recursos nas campanhas eleitorais e de tirar proveito disso durante a campanha eleitoral, deixando a concorrência mais leal e mais igualitária entre os candidatos e impedindo que a superioridades econômica fraudulenta faça diferença no pleito em favor dos corruptos.

 

Posted On Quinta, 08 Outubro 2020 05:58 Escrito por

Operação Bálsamo de Gileade investiga fraudes em aquisição de medicamentos

 

SCS Polícia Federal em Tocantins

 

 A Polícia Federal, em ação conjunta com a Controladoria Geral da União – CGU, deflagrou nesta quarta-feira (7/10) a Operação “Bálsamo de Gileade”, com o objetivo de apurar um esquema de corrupção, realizado por servidores públicos, para desviar recursos na aquisição de medicamentos em municípios da região norte do Estado do Tocantins.

 

Cerca de 150 policiais federais cumprem 36 mandados de busca e apreensão, um de prisão preventiva, 15 de prisão temporária, além de sequestro de bens em valores na ordem de R$ 12 milhões, nos municípios de Araguaína/TO, Aguiarnópolis/TO, Sítio Novo do Tocantins/TO, Ananás/TO, Augustinópolis/TO, Buriti do Tocantins/TO, Luzinópolis/TO, Praia Norte/TO, Palmeiras do Tocantins/TO, Riachinho/TO, São Sebastião do Tocantins/TO, Maurilândia do Tocantins/TO e Imperatriz no Maranhão. As medidas foram expedidas pela Vara Criminal de Augustinópolis/TO.

 

A investigação, iniciada em 2019, revelou a existência de um possível esquema de desvios de recursos públicos através de aquisição fraudulenta de medicamentos. As compras foram realizadas a partir de fraudes em procedimentos licitatórios e emissão de Notas Fiscais canceladas posteriormente, cerca de 47 %.

 

Além disso, foi constatada no decorrer das investigações, a existência de diversas transferências bancárias, por parte dos responsáveis pela empresa investigada, a Servidores Públicos municipais, responsáveis pelas licitações e outros vinculados à área da Saúde, como Secretários de Saúde e Gestores do Fundo Municipal de Saúde, englobando cerca de nove municípios investigados, na região do Bico do Papagaio.

 

Os investigados poderão responder, nas medidas de suas responsabilidades, pelos crimes de peculato, fraude em licitações e participação em organização criminosa.

 

A Polícia Federal ressalta que, em razão da situação de pandemia da COVID-19, foi planejada uma logística especial de prevenção ao contágio, com distribuição de EPIs a todos os envolvidos na missão, a fim de preservar a saúde dos policiais, testemunhas, investigados e seus familiares.

 

Prisões

 

A prisão preventiva foi do dono da Omega distribuidora, Ricardo Lopes Santana. Entre os presos temporariamente estão:

 

Secretário de Saúde de Augustinópolis - Gedeão Alves Filho

Secretário de Saúde de Luzinópolis - José Júnior Neres da Silva

Secretário Municipal de Administração de São Sebastião do Tocantins – Francisco Silvino da Silva

Ex-secretária Municipal de Saúde e atual secretária de Comunicação de Palmeiras do Tocantins - Maria Sônia Oliveira da Silva

Secretário de Saúde e Gestor do Fundo Municipal de Saúde de Ananás - Luiz Neto Fernandes da Silva.

 

O nome da Operação “Bálsamo de Gileade” faz alusão a uma substância natural de origem vegetal usada para fins medicinais, muito conhecido nos tempos bíblicos. Era comum o bálsamo servir como um presente ou agrado a alguém (cf. Gênesis 43:11).

 

Posted On Quarta, 07 Outubro 2020 16:52 Escrito por

“Os erros passam, a verdade fica”. 

 

DENIS DIDEROT

 

Por Edson Rodrigues

 

Uma pesquisa encomendada pela TV Record, realizada pela empresa Real Time Big Data nos dias 29 e 30 de setembro, com 800 entrevistados, e divulgada nesta segunda-feira (5) trouxe, assim como o levantamento do IBOPE, divulgado na última sexta-feira (2), a prefeita de Palmas Cinthia Ribeiro, candidata à reeleição, à frente do demais postulantes ao cargo.

As duas pesquisas apresentam percentuais bem parecidos, e apontam a liderança da atual prefeita nas duas formas de apuração – espontânea e estimulada e um posicionamento pífio do candidato Thiago Amastha Andrino, apoiado por lideranças políticas tradicionais – Carlos Amastha, ex-prefeito de Palmas; Kátia Abreu, senadora; Irajá Abreu, senador e Vicentinho Jr., deputado Federal, que apostaram todas as suas fichas em uma candidatura antagônica e completamente oposicionista contra a atual gestora da Capital, numa tentativa de “marcar território”.

 

DUAS REALIDADES

Os principais analistas políticos associam a liderança de Cinthia Ribeiro aos resultados positivos que ela vem conseguindo em sua administração, realizada com planejamento, com o apoio de uma equipe de auxiliares capazes e eficientes, e com um equilíbrio financeiro que proporcionou a realização e o início de diversas obras espalhadas pela cidade.

 

O apoio do senador Eduardo Gomes à reeleição de Cinthia é citado, também, como fator preponderante para o bom momento pelo qual a gestora passa, pois a parceria entre os dois gerou uma oxigenação financeira aos cofres da Capital, que proporcionou que as ordens de serviço pudessem ser assinadas sem a preocupação de falta de recursos.  Gomes também acelerou a chegada de recursos, equipamentos e insumos hospitalares para o enfrentamento à pandemia de Covid-19, que possibilitaram à Capital dar atenção especial à questão.

Os analistas afirmam que o viés dos percentuais de intenção de voto em Cinthia Ribeiro é de alta, podendo se aproximar da casa dos 40% por conta da pulverização dos votos da oposição, principalmente após o dia nove de outubro, quando terá início o Horário Gratuito de Rádio e TV.

 

Enquanto isso, a candidatura de Thiago Amastha Andrino ganha um tom dramático de responsabilidade por conta das “fichas” que foram empenhadas em seu sucesso.  Caso não decole e mantenha os patamares baixos de intenção de voto, sua derrota significará a derrota de todos os que o apoiam, e os obrigará a mudar de rota em pleno voo, uma vez que as pretensões políticas de Amastha, Kátia e Irajá Abreu e de Vicentinho Jr. estão voltadas para as eleições majoritárias de 2022, envolvendo as disputas do governo do Estado, do Senado e da Câmara Federal.

 

Segundo os analistas, caso essa “união oposicionista” não consiga um bom percentual de votos na Capital, suas miras deverão ser redirecionadas à Assembleia Legislativa, com chances de, no máximo, dois deles conseguirem ser eleitos.

 

Confira os resultados da pesquisa TV Record/Real Time Big Data

 

PESQUISA ESPONTÂNEA

 

Cinthia Ribeiro - 17%

 

Professor Júnior Geo - 8%

 

Marcelo Lelis - 3%

 

Vanda Monteiro - 3%

 

Eli Borges - 3%

 

Barison - 1%

 

Tiago Amastha Andrino - 1%

 

Outros - 2%

 

Branco/Nulo - 19%

 

NS/NR - 43%

 

 

PESQUISA ESTIMULADA

 

Cinthia Ribeiro - 30%

 

Professor Júnior Geo - 13%

 

Eli Borges - 9%

 

Vanda Monteiro - 8%

 

Marcelo Lelis - 6%

 

Tiago Amastha Andrino - 6%

 

Barison - 4%

 

Alan Barbiero - 2%

 

Max Dornelis - 1%

 

Vilela do PT - 1%

 

Dr. Joaquim Rocha - 1%

 

Professor Bazzoli - 0%

 

Branco/Nulo - 10%

 

NS/NR - 9%

 

Margem de erro de 4 pontos. Nível de confiança: 95%

Posted On Terça, 06 Outubro 2020 04:51 Escrito por
Página 7 de 446

Pesquisa

Última edição

o-paralelo-13-edicao-504.jpg

Boletim de notícias

Boletim de notícias

Colunistas

 

Últimas notícias