Nós, membros da Família Rodrigues, Edivaldo, Edimar e Edson, nos unimos na dor pelo falecimento dos nosso amado primo Edson Rodrigues, que partiu em direção a Morada do Pai Celestial, nesse último dia 25, vitimado pela Covid-19.

 

 A sua vida entre os seus foi alicerçada na alegoria, na paz familiar e na fraternidade. Que esses princípios nos balize como exemplo e consolide nossa saudade em esperança da felicidade eterna.

 

Descanse em Paz, Negão!!!

Posted On Segunda, 26 Outubro 2020 09:04 Escrito por

Se as eleições fossem hoje Cínthia Ribeiro ganharia com folga a disputa para prefeita de Palmas por mais quatro anos

 

Por Edson Rodrigues

 

A população palmense demonstra estar satisfeita com a gestão Cínthia Ribeiro. A Capital transformou-se num verdadeiro canteiro de obras, proporcionando geração de emprego mesmo em época de pandemia, com o novo coronavírus, no qual a gestora foi competente para enfrentar os problemas causados com a crise econômica mundial.

 

Apoiadores decisivos

Cinthia Ribeiro com Senador Eduardo e Gomes e com a Deputada Federal Professora  Dorinha Seabra 

 

Cinthia tem em Brasília, o apoio de dois importantes pilares, que fez toda a diferença em sua campanha. O senador Eduardo Gomes, líder do governo Jair Bolsonaro e a deputada federal Professora Dorinha, parlamentar atuante na área da educação, defensora do novo Fundeb. Ambos, abriram as portas do Governo Federal para que a prefeita Cínthia fosse contemplada com recursos federais extras para o enfrentamento da covid-19.

 

Equipe eficiente

 

Sem precisar citar nominalmente, a equipe de auxiliares da prefeita Cinthia Ribeiro, o grupo foi competente para fazer acontecer em todas as áreas de sua administração, executando os recursos das arrecadações, transferências constitucionais e na elaboração de projetos, com a captação de recursos do Governo Federal e instituições financeiras, sem nenhum escândalo de corrupção.

 

Oposição e o sepultamento coletivo

 

Por falta de diálogo, humildade e muita arrogância, a oposição está a caminho do fracasso eleitoral. Os partidos não foram inteligentes o suficiente para se unirem e impor uma disputa capaz de mostrar um projeto de governo que chamasse a atenção, de modo que conquistasse o eleitor. Muitos de olho nos recursos do Fundo eleitoral, optaram por confrontar entre si, sem contar que só um grandioso projeto poderia fazer e trazer à discursão a gestão de Palmas, sobre o futuro.

 

A eficiência da gestão Cinthia Ribeiro deixou a oposição sem discurso e sem proposta. Além disso, parte dos opositores da atual prefeita são de siglas opositoras ao presidente da República, Jair Bolsonaro. O Governo Federal tem trabalhado em prol dos municípios e do Estado do Tocantins. Em Palmas, os números continuam positivos a Cínthia Ribeiro, o que significa o sepultamento de muitos políticos, logo, aqueles que não conseguirem ampliar seus colégios nos próximos anos serão sepultados. O tempo dirá em 2022.

De acordo com pesquisa divulgada pela TV Anhanguera, nesta quinta-feira, 22, Cíthia Ribeiro tem 36% das intensões de votos do eleitorado Palmense. Professor Júnior Geo (PROS): 12%, Eli Borges (Solidariedade): 8%, Vanda Monteiro (PSL) e Thiago Amastha Andrino (PSB) 7%,Marcelo Lelis (PV): 5%, Barison (Republicanos): 3%, Vilela do PT (PT): 2%, Alan Barbiero (PODE): 1%, Professor Bazzoli (PSOL): 1%, Dr. Joaquim Rocha (PMB): 0%, Max Dornellys (PTC): 0% e 11% para brancos e nulos, 6% não souberam ou não responderam.

 

Conforme a TV Anhanguera, responsável pela pesquisa, a margem de erro é 4 pontos percentuais para mais ou para menos. Foram ouvidos 602 eleitores da cidade de Palmas de 20 a 22 de outubro.

 

Posted On Sexta, 23 Outubro 2020 10:37 Escrito por

Uma decisão liminar proferida no final de setembro determinou que o Governo aumente de seis para 10 o número de ambulâncias, sob pena de imposição de multa diária de R$ 100 mil, até o valor máximo de R$ 2 milhões, em caso de descumprimento

 

Com Assessoria

 

Após manifestação do Ministério Público do Tocantins (MPTO), o Poder Judiciário indeferiu nesta quarta-feira, 21, o pedido de efeito suspensivo interposto pelo Governo do Tocantins no processo que visa a regularização do número de ambulâncias para atender às necessidades de transporte de pacientes em situação de urgência e emergência no Estado. Uma decisão liminar proferida no final de setembro determinou que o Governo aumente de seis para 10 o número de ambulâncias, sob pena de imposição de multa diária de R$ 100 mil, até o valor máximo de R$ 2 milhões, em caso de descumprimento.

 

Passado o prazo para cumprimento da decisão, o Ministério Público requereu a comprovação das medidas, ao que a Justiça determinou um novo prazo para comprovação da ampliação da frota de ambulâncias tipo “D”, para 10 unidades. Além disso, a Justiça também determinou a comprovação do funcionamento de 30 ambulâncias tipo “B”, conforme indicado em estudo técnico sobre a quantidade ideal de unidades móveis para atender à demanda de pacientes que fazem uso dos serviços da rede pública de Saúde do Estado.

 

No âmbito dessa mesma ação, ainda será apreciado pela Justiça um pedido de dano moral coletivo formulado pela 27ª Promotoria de Justiça da Capital em desfavor do titular da Secretaria Estadual da Saúde do Tocantins e da representante legal da Alícia Remoções, que é a empresa contratada pelo Governo para realizar a prestação de serviços de transporte inter-hospitalar de urgência e emergência de pacientes no Estado.

 

Para a promotora de Justiça Araína Cesárea D’Alessandro, o poder público e a empresa contratada são responsáveis, solidariamente, pelos diversos danos advindos de problemas e omissões na regularização dos serviços de transporte inter-hospitalar da rede estadual de Saúde, considerando inclusive o período de pandemia da Covid-19, em que houve aumento da demanda por transporte de urgência e emergência no Tocantins. (Luiz Melchiades)

 

 

Posted On Sexta, 23 Outubro 2020 06:07 Escrito por

Nesta quinta-feira, 22, nos solidarizamos com o ex-prefeito de Colinas e ex deputado estadual,  José Santana Neto, familiares e amigos, pela perda irreparável de sua esposa, a ex primeira-dama do município, Agneuda Santana, na manhã de hoje, em Palmas.

 

Agneuda era bastante conhecida na cidade pelos trabalhos sociais que desenvolveu junto à comunidade, principalmente com os idosos onde deixou uma folha de serviços prestados e ainda seus ensinamentos e exemplo de amor ao próximo, zelo e muito cuidado, características reconhecidas por toda população.

 

Com os nossos mais sinceros sentimentos e condolências, rogamos ao nosso Pai celestial que a receba em sua nova Morada e que Deus posso confortar e consolar os corações dos que ficam.

 

Deputada Federal Dulce Miranda e Marcelo Miranda

Posted On Quinta, 22 Outubro 2020 15:26 Escrito por

Crescimento do IDH no Tocantins mereceu destaque

 

Por Brener Nunes

 

O secretário-chefe da casa Civil do Estado do Tocantins, Rolf Vidal, participou como expositor na tarde desta quarta-feira, 21, no 1º Fórum Latino-Americano sobre Segurança Humana para os Direitos Humanos e no 12º Congresso Internacional em Direitos Humanos sobre Fatores de Promoção Humana e Sustentabilidade. A sessão foi presidida pelo Professor Doutor e coordenador do mestrado em Prestação Jurisdicional e Direitos Humanos da Universidade Federal do Tocantins (UFT), Gustavo Paschoal.

 

No evento, que ocorreu por meio de videoconferência, o secretário palestrou sobre os Fatores de Promoção Humana no Estado do Tocantins e de seu crescimento vertiginoso do Índice de Desenvolvimento Humano (IDH). “A estabilidade político-administrativa gerou um fator de melhoria do IDH e da promoção humana. Então, hoje acreditamos que o Tocantins vai ter a condição de dar um apoio maior aos tocantinenses”, afirmou Rolf Vidal.

 

Segundo o secretário, a pandemia mostrou que o Estado possui a capacidade de dar um eficiente aporte aos cidadãos tocantinenses. “A pandemia mostrou isso com apoio nas áreas sanitárias, saúde, segurança alimentar, educacional, na tentativa que, voltando a investir, tendo gasto público voltado para as grandes obras, a gente consiga melhorar a vida do cidadão tocantinense, não só em questões per capitas, mas principalmente, vinculadas na promoção humana e IDH”, afirmou.

 

Rolf Vidal destacou que esse cenário pandêmico trouxe uma série desafios e dificuldades, mas ele também permitiu um olhar reflexivo dos avanços do Tocantins nos últimos 30 anos. “O Tocantins era o antigo Norte de Goiás e foi por muito tempo conhecido como o corredor da miséria. Mas uma decisão político-administrativa que concretizou a criação do Estado do Tocantins, foi determinante para a promoção humana do povo tocantinense. Isso reforça a ideia da importância dos agentes políticos e da importância de decisões político-administrativas acertadas para que tenham reflexo positivo na vida do cidadão tocantinense”, pontuou.

 

Conforme Rolf, dados do censo do Instituto Brasileiro Geográfico e Estatístico (IBGE), de 1991, traz o Tocantins com o IDH de 0,36. “É um número muito abaixo da média nacional e que figurava de fato como um dos Estados mais miseráveis do Brasil. A partir dessa autonomia concedida pela Constituinte, com a instalação de fato do Tocantins com todos os seus Poderes, nós observamos que o IDH quase dobrou. Em 1991, foi 0,36, e em 2000 tivemos 0,52. Então, observamos um crescimento que foi concretizado e ampliado na década de 2010, quando esse número chegou a 0,69, já alcançando índices altos, no que diz respeito ao IDH”, ponderou.

 

LRF

O secretário-chefe da Casa Civil também comentou sobre a Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF), que o Tocantins se enquadrou em seus limites graças aos esforços do governador Mauro Carlesse. “Em 2018, o atual Governador assumiu o comando e recebeu o Estado com um índice de despesa de pessoal de 58%. De acordo com a Lei de Responsabilidade Fiscal, você pode gastar com pessoal, dentro do executivo do Estado, até 49%. No segundo quadrimestre de 2020, o Tocantins fechou com um índice de 42,14%”, apontou.

 

Pandemia

Em relação à pandemia provocada pelo novo Coronavírus, o secretário-chefe da Casa Civil destacou: “O Governador, por meio da Secretaria do Trabalho e Desenvolvimento Social (Setas) levou segurança alimentar aos idosos, assentados, quilombolas e famílias carentes de todo o Estado, e o mesmo foi feito por meio da Secretaria da Educação aos alunos das escolas estaduais e municipais”, disse.

“Nós acreditamos muito no Estado do Tocantins. Acreditamos muito nesse potencial, e trabalhamos diariamente, para que isso se transforme em melhoria para nossa gente. Espero ter contribuído para o debate, e fica o convite às pessoas de outros estados e países, venham conhecer o Tocantins. Uma terra que tem muito a ser construído, mas tem uma gente e um sol calorosos”, finalizou.

 

Eventos

O 1º Fórum Latino-Americano sobre Segurança Humana para os Direitos Humanos e o 12º Congresso Internacional em Direitos Humanos sobre Fatores de Promoção Humana e Sustentabilidade, são uma organização do Instituto de Altos Estudos Nacionais do Equador (IAEN), Centro de Prospectivo Estratégica do IAEN, Centro de Direito e Justiça do IAEN, e Centro de Segurança e Defesa do IAEN.

 

 

Posted On Quinta, 22 Outubro 2020 04:17 Escrito por
Página 3 de 446

Pesquisa

Última edição

o-paralelo-13-edicao-504.jpg

Boletim de notícias

Boletim de notícias

Colunistas

 

Últimas notícias