REUNIÃO PARA RESOLVER

O senador Eduardo Gomes, presidente estadual do PL, esteve reunido com os presidentes do Podemos, Ronaldo Dimas, do União Brasil, Dorinha Seabra e do MDB, Marcelo Miranda, para fazer os ajustes finais do grupo político que vai apoiar a candidatura de Dimas ao governo do Tocantins.

Outras reuniões continuam ocorrendo no Tocantins e em Brasília. Marcelo Miranda, por exemplo, já se encontra na Região do Bico do Papagaio, em uma missão que visa a união de lideranças regionais do MDB em torno das candidaturas de Dimas e de Dorinha Seabra ao Senado, assim como o fortalecimento dos candidatos a deputado federal e estadual do MDB.

A frente partidária, comandada por Eduardo Gomes, já trabalha a vinda de outros partidos e várias lideranças para o grupo político, visando o preenchimento das vagas de vice-governador e de primeiro e segundo suplentes de Dorinha no Senado.

Sob a garantia da coordenação de Eduardo Gomes, líder do governo Bolsonaro na Câmara Federal, muitas outras novidades são esperadas no grupo político, que se fortalece dia após dia.

 

ESPECULAÇÕES POLÍTICAS PALACIANAS

Crescem nos bastidores as especulações sobre a grande possibilidade de o governo do estado ter o deputado estadual Eduardo Siqueira Campos como secretário de governo já no início de julho, com a saída anunciada do atual titular da pasta, Jairo Mariano, que assumirá a coordenação política das chapas majoritária e proporcional, encabeçadas pelo governador Wanderlei Barbosa.

Os candidatos a vice-governador e a senador pelo grupo palaciano só serão definidos às vésperas das convenções partidárias, segundo apurou o Observatório Político de O Paralelo 13.

 

AÍLTON ARAÚJO CONSOLIDANDO CANDIDATURA A DEPUTADO ESTADUAL

O ex-prefeito de Santa Rosa, Aílton Araújo, está percorrendo as Regiões Central e Sudeste do Tocantins fechando apoios importantes para sua candidatura a deputado estadual.

No próximo mês de julho iniciará uma peregrinação na Região do Bico do Papagaio, onde já tem várias lideranças locais como apoiadores, para acertar os últimos detalhes de como desenvolverá sua campanha.

Além de ótimo gestor, Aílton também já tem experiência no Legislativo Estadual, onde mostrou sabedoria, capacidade e força para desenvolver um excelente trabalho pelo povo tocantinense.

 

WANDERLEI BARBOSA EM BRASÍLIA

O governador Wanderlei Barbosa esteve em Brasília, nessa última terça-feira, em busca de liberação de recursos federais para o Tocantins.

Wanderlei vem se redobrando para cumprir sua agenda como governador, inaugurando obras e assinando ordens de serviço, além de manter reuniões com seus companheiros, deputados estaduais, prefeitos e lideranças diversas, para o afunilamento da sua candidatura à reeleição e dos seus companheiros, componentes das chapas proporcionais.

24 horas por dia tem sido pouco para o número de compromisso de Wanderlei.

 

CAIADO CONTRA O CRIME

O governador de Goiás, Ronaldo Caiado, tem intensificado o combate ao crime organizado em seu estado.

Caiado vem dando total apoio, melhorando a infraestrutura física e os equipamentos das forças de segurança no estado de Goiás, conseguindo diminuir os índices gerais de violência. 

O “slogan” adotado por Caiado é “bandido não dita ordem no meu estado”.

 

ALEXANDRE DE MORAES, PRESIDENTE DO TSE

“A Justiça Eleitoral não tolerará que milícias, pessoais ou digitais, desrespeitem a vontade soberana do povo e atentem contra a Democracia no Brasil”. A afirmação foi feita pelo ministro Alexandre de Moraes, presidente eleito do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) na noite desta terça-feira, 14. Segundo ele, os brasileiros e as brasileiras merecem em 2022 eleições eficientes, seguras, transparentes e com respeito à soberania popular.

Moraes usou a palavra para agradecer a confiança que lhe foi confiada pelos votos dos colegas de bancada. Ele agradeceu especialmente ao ministro Edson Fachin, atual presidente da Corte, que “aplainou e pavimentou o melhor dos caminhos para o fortalecimento da Justiça Eleitoral e da democracia brasileira para as Eleições de 2022”.

Moraes destacou que a democracia existe para garantir a todas as brasileiras e a todos os brasileiros a possibilidade de, periodicamente, escolher os seus representantes e que, desde a promulgação da Constituição Federal de 1988, o Brasil vive o maior período de estabilidade democrática da história republicana do país.

 

PT ENTRA EM CRISE POR REFORMA TRABALHISTA

A presidente nacional do PT, Gleisi Hoffmann, minimizou a recomendação de aliados para abrandar o discurso em relação à reforma trabalhista e disse que "revogar", termo usado pela legenda na prévia do programa de governo, é o mesmo que "revisar", palavra considerada mais moderada. Segundo a dirigente, "o verbo usado é o que menos importa".

 Como mostrou o Estadão, partidos aliados e apoiadores da pré-candidatura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva demonstraram descontentamento com uso do termo "revogação" para tratar da legislação. O termo causou divergências entre a base de apoio sindical. Enquanto as mais alinhadas com o petista não se manifestaram, como a Central Única dos Trabalhadores (CUT); outras, como a Força Sindical, alegaram preferir evitar a palavra para não gerar atritos com o empresariado.

 

BOLSONARO PODE TER MULHER COMO VICE

O QG da reeleição de Jair Bolsonaro (PL) indicou que o general Braga Neto pode ter um ministério para comandar caso o presidente consiga um segundo mandato.

A troca na vice é considerada essencial por esses interlocutores do presidente para poder reduzir a rejeição de Bolsonaro entre as mulheres. O último Datafolha, de maio, mostrou Lula com 49% e Bolsonaro com 23% no eleitorado feminino e avaliação desse grupo é que Braga Netto "espanta ainda mais" as mulheres.

Um dos nomes cotados para a vaga neste momento é o da ex-ministra da Agricultura e deputada federal Tereza Cristina (PP-MS), que diz desconhecer a movimentação e a trata como especulação.

 

CONTAS DO GOVERNO TÊM MAIOR SUPERÁVIT PARA O MÊS DE ABRIL DESDE 2011

A Secretaria do Tesouro Nacional informou que as contas do governo federal registraram superávit primário de R$ 28,55 bilhões em abril.

O resultado deveria ter sido divulgado no fim de maio, mas foi adiado em razão da greve de servidores do Tesouro, suspensa somente na semana passada.

O superávit primário acontece quando a arrecadação com tributos supera os gastos do governo (sem considerar o pagamento de juros da dívida pública). Quando as despesas superam as receitas, o resultado é de déficit primário.

 

MILITÂNCIA DO PT QUER “INVADIR” WHATSAPP

Com o pretexto de combater fake news, a Central Única dos Trabalhadores (CUT) está utilizando grupos no WhatsApp para enviar material de apoio ao pré-candidato Luiz Inácio Lula da Silva (PT). Dirigentes da entidade também afirmam usar empresas para fazer os disparos na plataforma.

Veículos de imprensa teveram acesso a vídeos que mostram o secretário de comunicação da CUT, Roni Barbosa, e o secretário-adjunto, Admirson Medeiros, orientando membros da organização sobre o uso eleitoral das chamadas “Brigadas Digitais”.

O método da confederação sindical é semelhante ao que levou a chapa do hoje presidente Jair Bolsonaro (PL) a ser julgada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) em 2019, após denúncias de que empresários financiaram disparos em massa em defesa do então candidato do PSL ao Planalto.

 

TETO DO ICMS SEGUE PARA SANÇÃO PRESIDENCIAL

A Câmara dos Deputados concluiu, nesta quarta-feira (15/6), a votação do Projeto de Lei Complementar (PLP) 18/2022, que fixa em 17% o teto do ICMS sobre combustíveis, energia elétrica, transporte coletivo e telecomunicações. A proposta, agora, segue para sanção do presidente Jair Bolsonaro (PL).

A análise das mudanças promovidas pelo Senado Federal na proposta teve início nessa terça (14/6). No entanto, em razão de problemas técnicos no painel de votação do plenário da Casa, o presidente Arthur Lira (PP-AL) optou pelo adiamento de votação dos destaques, que poderiam alterar o parecer do relator, deputado federal Elmar Nascimento (União-BA). Também em decorrência da instabilidade no sistema, Lira Ao abrir a ordem do dia, anulou a votação anterior e reinseriu, para uma nova análise nesta manhã, o texto-base do projeto.

 

 

Posted On Quarta, 15 Junho 2022 15:19 Escrito por

 FUX AFIRMA QUE HOUVE CORRUPÇÃO NOS GOVERNOS DO PT

Ao afirmar que a anulação dos processos derivados da Operação Lava Jato foi um ato "formal", o presidente do Supremo Tribunal Federal, ministro Luiz Fux, reacendeu o entendimento de que os erros processuais não apagam os fatos que foram demonstrados naquelas investigações. A fala contundente de Fux foi endossada por juristas e ex-ministros do Supremo ouvidos pelo jornal O Estado de S. Paulo.

O ministro afirmou que "ninguém pode esquecer" que houve corrupção no Brasil e mencionou os R$ 51 milhões em espécie apreendidos em um apartamento ligado ao ex-ministro Geddel Vieira Lima em 2017.

Também fez referência aos recursos desviados da Petrobras e ao escândalo do mensalão. "Ninguém pode esquecer que ocorreu no Brasil, no mensalão, na Lava Jato, muito embora tenha havido uma anulação formal, mas aqueles 50 milhões eram verdadeiros, não eram notas americanas falsificadas. O gerente que trabalhava na Petrobras devolveu US$ 98 milhões e confessou efetivamente que tinha assim agido."

 

MORO DIZ QUE CORRUPÇÃO NÃO PODE SER ESQUECIDA

O ex-ministro da Justiça e ex-juiz titular da Lava Jato, Sérgio Moro, repercutiu as declarações do presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Luiz Fux. "Palavras fortes do Ministro Fux. Todo o roubo ou o saque dos cofres públicos está sendo infelizmente esquecido. A crise é acima de tudo moral", escreveu Moro em sua conta no Twitter.

O ex-procurador Deltan Dallagnol, ex-coordenador da operação, também se manifestou. "Parabéns ao ministro Fux por reconhecer o trabalho da Lava Jato e dizer que ninguém pode esquecer dos bilhões desviados: a corrupção no Brasil é real."

Parlamentares, como a deputada estadual Janaina Paschoal (PRTB) e o deputado federal General Girão Monteiro (PL), também usaram o Twitter para se manifestar a favor da operação Lava Jato e contra as anulações.

"Com todo respeito, meras formalidades justificam jogar tudo para baixo do tapete?", questionou a deputada, que pretende ser candidata ao Senado nestas eleições.

 

EMPRESA CANCELA DIVULGAÇÃO DE PESQUISA

A corretora XP Investimentos cancelou a divulgação de uma pesquisa de intenção de voto após receber ataques e ter recursos retirados de suas contas, informa a coluna de Mônica Bergamo, do jornal Folha de S. Paulo.

Os últimos levantamentos mostravam o ex-presidente Lula (PT) com ampla vantagem sob seu adversário político, o atual presidente Jair Bolsonaro (PL). Segundo a coluna, os ataques pioraram após a publicação de uma pesquisa que apontava que 35% dos eleitores consultados consideram Lula um candidato mais honesto do que Bolsonaro.

 

GLEISI QUER IMPEACHMENT DE BOLSONARO

 

A presidente nacional do Partido dos Trabalhadores (PT), deputada Gleisi Hoffman (PR) criticou, em suas redes sociais, a postura do presidente da República, Jair Bolsonaro (PL), durante seu encontro com o presidente norte-americano Joe Biden. Conforme noticiou a agência de notícias Bloomberg, durante conversa entre os mandatários, Bolsonaro pediu ajuda para vencer as eleições deste ano.

"É humilhante para o Brasil ter um presidente que pede ajuda aos EUA para ganhar as eleições", escreveu a petista no Twitter.

E afirmou: "Pediu um golpe! Despreza a soberania popular. O que está negociando o vadio do Bolsonaro em troca desse apoio?! Tem razão Randolfe, é caso de impeachment". O encontro entre os dois líderes se deu em meio à viagem do presidente brasileiro aos EUA para participar da Cúpula das Américas, em Los Angeles.

 

PEDIDO INFUNDADO PODE GERAR PUNIÇÃO

O ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Ricardo Lewandowski disse que a comissão composta por juristas no Senado para atualizar a lei do impeachment poderá delimitar melhor os crimes de responsabilidade atribuídos aos alvos do processo. A declaração foi feita em entrevista ao podcast “Supremo na Semana”, feito pela Suprema Corte.

Segundo Lewandowski, a comissão do Senado também poderá propor a punição daqueles que realizam acusações infundadas contra uma autoridade. O ministro disse que outra mudança possível seria obrigar os presidentes da Câmara e do Senado a analisarem os pedidos de impeachment, em vez de deixá-los engavetados.

 

BOLSONARO FALA EM “PROBLEMA ESPIRITUAL”

Durante evento evangélico em Copacabana, no Rio de Janeiro, o presidente Jair Bolsonaro disse que o Brasil vive um problema espiritual. “É a luta do bem contra o mal”, afirmou no final do Esperança Rio, que reuniu milhares de pessoas e nomes célebres da música gospel, como a cantora Aline Barros e o rapper americano KB.

Após citar a questão econômica, disse: “Temos um outro problema, este espiritual que o Brasil não está ausente, que é a luta do bem contra o mal”.

Também afirmou, sob forte aplauso do público: “Nós bem sabemos o que queremos e o que defendemos. Somos contra o aborto, a ideologia de gênero e contra a liberação das drogas”. E concluiu: “Defendo a família e a liberdade como bem maior, a incluir a liberdade religiosa.”

[15:43, 13/06/2022] Antônio Coelho: Tô

Posted On Segunda, 13 Junho 2022 16:13 Escrito por

PEC ACABA COM APOSENTADORIA COMPULSÓRIA COMO PUNIÇÃO

 

A Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJ) da Câmara dos Deputados aprovou a admissibilidade da Proposta de Emenda à Constituição que proíbe a aposentadoria de magistrados como medida disciplinar.

O texto da PEC acaba com a punição que concede aposentadoria compulsória com salário proporcional ao tempo de serviço, aplicável a juízes acusados de atos de corrupção ou ofensivos à moralidade administrativa. A proposta será analisada por uma comissão especial antes de ser enviada para votação no plenário.

A medida estabelecerá pena de perda do cargo a juízes que atentarem contra a dignidade, a honra e o decoro de suas funções. A proposta atribui ao Conselho Nacional de Justiça (CNJ) a competência de decretar, por decisão administrativa, a perda do cargo de membros do Poder Judiciário. Atualmente, a exoneração de um juiz só pode se dar por decisão judicial transitada em julgado.

 

LULA DIZ QUE PT ERROU MUITO

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que pretende concorrer às eleições presidenciais deste ano, disse que o povo se afastou do Partido dos Trabalhadores (PT) possivelmente porque “não fizemos o que geramos de expectativas junto ao povo”, afirmou em entrevista.

“O PT era um partido muito forte, temos que avaliar o que mudou, não pelo fato de a direita estar governando porque isso faz parte da alternância de poder. O PT também não é obrigado a governar todos os anos, mas precisamos analisar porque deixamos de ser competitivos se eu tenho certeza de que fizemos extraordinárias políticas públicas em várias cidades que governamos”.

Lula pontuou que não dá para jogar a culpa nos outros, é preciso refletir. “O que aconteceu que perdemos a confiança do povo? Porque o povo não nos elegeu mais? O defeito deve ser nosso, e não do povo. Não foi o povo que ficou ruim e passou a não gostar do PT, possivelmente não fizemos o que geramos de expectativa junto ao povo”, acrescentou.

 

PSDB E MDB FECHAM APOIO A TEBET

Após avançar em tratativas em torno da disputa pelo Governo do Rio Grande do Sul, a cúpula do PSDB decidiu chancelar o apoio do partido à candidatura da senadora Simone Tebet (MDB-RS) à Presidência da República.

A aliança com o MDB será discutida e votada em reunião da executiva tucana marcada para esta quinta-feira (9).

“Nesse importante momento da história do país será encaminhado, nesta quinta-feira, na Executiva Nacional do PSDB a proposta de coligação com o MDB para eleição de presidente de República com o nome da senadora Simone Tebet”, diz a mensagem publicada no Twitter do PSDB.

 

PSOL E REDE OFICIALIZAM FEDERAÇÃO PARTIDÁRIA

A federação Psol-Rede aprovou nesta 5ª feira (9.jun.2022), durante a sua 1° Assembleia Geral Nacional, a participação formal da federação na coligação que apoia o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) à Presidência da República. Depois da assembleia, os partidos lançaram oficialmente a federação em evento na Câmara dos Deputados.

As legendas também aprovaram uma resolução que veta coligações regionais com partidos de direita ou extrema-direita e com aqueles que compõem a base política do presidente Jair Bolsonaro (PL). Assim, estão proibidas alianças eleitorais com PL, PP, PR, PTB, PSD, MDB, PSDB, União Brasil, Podemos, Avante e Novo, segundo a federação.

A federação será presidida pelo coordenador do MTST Guilherme Boulos (Psol). A vice-presidente será a ex-senadora Heloísa Helena (Rede).

 

GOVERNO ATUARÁ CONTRA INFLAÇÃO

 

O ministro da Economia, Paulo Guedes, disse que o governo está dando sua contribuição para a cadeia produtiva do país. “Estamos abaixando os impostos, reduzimos os impostos de importação pela primeira vez em 40 anos de Mercosul, zeramos os impostos sobre produtos como desossados, grãos, arroz e feijão, reduzimos todos os impostos da cesta básica, os impostos federais”.

Guedes lembrou ainda a redução do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI). “Teve 35% de redução do IPI, zeramos o ICMS [Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços], estamos dando a nossa contribuição para a nossa cadeia produtiva”.

Guedes manifestou apoio a uma proposta apresentada pelo presidente da Abras, João Galassi, para que a cadeia de supermercados não corrija a tabela de preços de alimentos até 2023. “Está na hora de realmente sentar todo mundo e fazer nosso lema, exatamente como você sintetizou, nova tabela só em 2023”, disse.

 

INFLAÇÃO CAI PARA FAMÍLIAS DE BAIXA RENDA

 

O Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC), que mede a inflação para famílias com renda até cinco salários mínimos, teve inflação de 0,45% em maio. Ela ficou abaixo da observada em abril (1,04%) e em maio de 2021 (0,96%).

O INPC acumula inflação de 4,96% no ano e de 11,90% em 12 meses, abaixo dos 12,47% de abril.

Em maio, o INPC foi menor que a inflação oficial, medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA): 0,47%. Nos acumulados do ano e de 12 meses, o IPCA teve percentuais menores: 4,78% e 11,73%, respectivamente.

Em maio, os produtos alimentícios tiveram inflação de 0,63%, abaixo dos 2,26% de abril. Já os não alimentícios registraram alta de preços de 0,39%, percentual inferior ao de abril: 0,66%.

 

SETOR INDUSTRIAL CRESCE EM ABRIL

 

A indústria cresceu 0,1% em abril, segundo a Pesquisa Industrial Mensal (PIM Regional) do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Oito dos 15 locais investigados acompanharam o resultado positivo. As maiores altas foram registradas no Rio de Janeiro (5,9%), em Santa Catarina (3,3%) e na Bahia (3%).

Apesar de percentuais mais baixos, a produção em Pernambuco (2%), no Pará (1,9%), na Região Nordeste (1,5%) e no Rio Grande do Sul (0,5%) também subiu acima da média nacional. Já o estado do Amazonas (0,1%) ficou no mesmo patamar. Em movimento contrário, Mato Grosso (-4,7%), Paraná (-4,3%) e São Paulo (-2,8%) tiveram recuos mais acentuados.

Segundo a pesquisa, no período entre fevereiro e abril, a média móvel trimestral ficou positiva em 11 dos 15 locais pesquisados. Os destaques foram Pará (6,3%), Minas Gerais (3,3%), Pernambuco (3,2%), Amazonas (3,2%), Ceará (2,7%), Rio de Janeiro (2,7%) e Região Nordeste (2,5%). No acumulado do ano, no entanto, houve recuo em 11 dos 15 locais pesquisados, principalmente no Pará (-10,2%), no Ceará (-9%) e em Santa Catarina (-8,1%).

 

IBGE LANÇA CONCURSO PARA RECENSEADORES

 

O processo seletivo simplificado complementar para a contratação temporária de 48.535 recenseadores do Censo 2022 foi aberto hoje (9) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). As vagas, distribuídas em todas as unidades da federação, são destinadas a quem tem nível fundamental completo. As inscrições, por meio do formulário virtual, podem ser feitas até a próxima quarta-feira (15). O interessado deve acessar o portal do IBGE. Não há cobrança de taxa.

O coordenador de Recursos Humanos, Bruno Malheiros, disse que a seleção será realizada por análise do currículo. “Os candidatos devem preencher o formulário com os dados relativos à formação, e essa análise de títulos será classificatória. Quando forem convocados, eles precisam comprovar a titulação”, explicou.

A divulgação dos selecionados está prevista para o dia 30 de junho. Antes do início da coleta do censo, o recenseador passará por um treinamento obrigatório. O edital recomenda que o profissional tenha uma jornada de trabalho mínima de 25 horas semanais.

 

Posted On Quinta, 09 Junho 2022 14:51 Escrito por

SENADOR EDUARDO GOMES DE MUDANÇA PARA PALMAS

 

O senador Eduardo Gomes, presidente estadual do PL no Tocantins, chega, esta semana, de mudança para Palmas, de onde pretende coordenar, com dedicação exclusiva, a pré-candidatura ao governo do ex-prefeito de Araguaína, Ronaldo Dimas, da deputada federal Dorinha Seabra ao Senado, e dos demais candidatos da chapa proporcional a deputados estadual e federal.

Reuniões, visitas ao Congresso e muita articulação política serão as prioridades de Eduardo Gomes até o fim do ano, para garantir uma maioria de deputados estaduais e federais, Dorinha no Senado e Dimas no governo, criando uma situação de total governabilidade para o futuro do Tocantins.

 

TRINCA DE ASES

Raul Filho, Carlos Braga e Roberto Sahium são três líderes que podem fazer a diferença positiva para quem os tiver ao seu lado na corrida sucessória de outubro.

São “três mosqueteiros” que conhecem como ninguém e têm ótimo relacionamento com o eleitorado da zona rural e dos bairros periféricos de Palmas, maior colégio eleitoral do Tocantins.

Sorte dos candidatos a qualquer cargo, principalmente a deputado estadual e federal que tiver qualquer um desses “três ases”, umbilicalmente ligados à base da pirâmide social, aonde estão, pelo menos, 86% do eleitorado palmense.

 

MDB AFINADO COM O PL

O presidente do MDB tocantinenses, ex-governador Marcelo Miranda, que acaba de ser eleito por mais dois anos à frente da legenda, assim como a deputada federal, Dulce Miranda, estão afinados com o PL, presidido pelo senador Eduardo Gomes, no Tocantins, e que tem Ronaldo Dimas como pré-candidato ao governo.

A expectativa é de que até as convenções partidárias, já esteja acertada a forma de participação do MDB na chapa majoritária, com a indicação do candidato ou candidata a vice-governador.

 

WANDERLEI BARBOSA ORGANIZANDO GRANDE EVENTO

O governador Wanderlei Barbosa está preparando um grande evento no ginásio Ayrton Senna, em Taquaralto, para dar a largada na sequência de obras em todas as regiões do Estado, com a assinatura das ordens de serviço.

A expectativa é que o evento conte com a participação de lideranças regionais, deputados estaduais e federais, prefeitos, vereadores e lideranças classistas do Tocantins.

Ao que tudo indica, o evento será realizado no próximo dia 11 de junho.

 

ATAÍDES OLIVEIRA SE MOVIMENTA

O ex-senador Atraídes Oliveira está construindo sua pré-candidatura ao Senado com a participação de vereadores e suplentes a vereador, com a intenção de que eles tragam consigo o apoio de prefeitos e da classe empresarial.

Após as convenções partidárias, Ataídes deve apresentar suas propostas e prioridades a serem desenvolvidas e realizadas durante o mandato de oito anos.

Ataídes é um dos poucos políticos tocantinenses que não responde a nenhum processo, em nenhuma instância, e que sempre defendeu o combate à corrupção com uma solução política.

 

JANAD VALCARI SERÁ BEM VOTADA EM PORTO NACIONAL

 

A presidente da Câmara Municipal de Palmas, Janad Valcari, terá muitos voos em Porto Nacional, onde tem realizado reuniões e encontros com vereadores e líderes políticos da região.

Contabilizando os votos e a atuação em Palmas com esse trabalho que vem realizando em Porto Nacional, Valcari pode se consagrar como uma das deputadas estaduais mais bem votadas do Tocantins.

 

DATENA VAI OU NÃO VAI?

O apresentador e pré-candidato ao Senado por São Paulo, José Luiz Datena (PSC), publicou vídeos dizendo que desistiria da candidatura, mas 2 horas depois voltou atrás e confirmou sua participação na disputa eleitoral de outubro. Na 1ª gravação, divulgada em seu perfil no Facebook, Datena disse que continua liderando todas as pesquisas de intenção de voto para o Senado no estado paulista, contudo afirmou que segue rejeitado pela política e por alguns políticos. O jornalista não mencionou quem são as pessoas que se opõe a sua participação na eleição.

De acordo com a pesquisa Real Time Big Data, encomendada pela Record TV e divulgada em 23 de maio, Datena lidera a disputa com 29% das intenções de voto. “Por isso, de verdade, eu prefiro continuar representando o povo onde sempre representei“, disse o apresentador. Às 9h50, em outro post, o apresentador disse que o povo de São Paulo e do Brasil “continuam me dando coragem para seguir em frente“. No último vídeo, publicado às 12h21, Datena reafirmou a sua pré-candidatura ao Senado ao lado de Tarcísio de Freitas (Republicanos), que deve disputar a eleição ao governo do Estado de São Paulo.

 

BÓRIS CASOY MANDA “BANANA” PARA LULA

 

No quadro ‘Liberdade de Opinião’, na CNN Brasil, Boris Casoy se posicionou firmemente contra a intenção de Lula de promover a regulação da mídia caso volte a ser presidente da República.

O PT tem um projeto que prevê, entre outras intervenções, avaliar o conteúdo jornalístico dos veículos de comunicação e exigir alterações sem a necessidade de amparo judicial.

 “O pensamento dele (Lula) em relação a essa regulamentação da mídia é censório, de censura”, diz Boris. “No projeto que ele apresentou, tinha lá um grupo de jornalistas para julgar matérias, reportagens. Claro que é um instrumento de censura e intimidação nas mãos do governo”.

O veterano afirma que o partido do ex-presidente e agora pré-candidato ao Planalto vê a imprensa como empecilho. “Muitos petistas – tem gente no PT que não gosta disso, não – acreditam que a mídia atrapalha, as críticas atrapalham o desenvolvimento do País. Isso chama autoritarismo”.

Bóris terminou a entrevista fazendo o famoso gesto com os braços que simboliza uma “banana”.

 

BOLSONARO DIZ QUE IRÁ A DEBATE “SE LULA FOR”

 

O presidente Jair Bolsonaro (PL) condicionou a ida aos debates do primeiro turno à presença do ex-presidente Lula (PT), líder na corrida presidencial segundo a mais recente pesquisa Datafolha.

"Talvez eu compareça. Vamos esperar. Eu fecho agora, se o Lula for vou junto com ele", disse Bolsonaro em Foz do Iguaçu (PR).

Na terça (31), ele disse que comparecerá aos debates se chegar ao segundo turno – mas não confirmou participação nos debates a serem realizados no primeiro turno das eleições deste ano.

"No segundo turno, vou participar. Se eu for para o segundo turno, devo ir, né, vou participar. No primeiro turno, a gente pensa. Porque se eu for, os dez candidatos ali vão querer todo o tempo dar pancada em mim. E eu não vou ter tempo de responder para eles. Vai fazer pergunta para outro, vão dar pancada em mim, depois a pergunta para outro", declarou.

 

TEBET FOCA NO SOCIAL COMO LEMA DE CAMPANHA

 

O programa de governo da senadora Simone Tebet (MDB-MS), pré-candidata do MDB à Presidência da República deve ter o foco principal no combate à pobreza. Esse tema seria dividido em atenção à 1ª infância e ampliação de programas sociais.

Combate à pobreza em 2 eixos: 1) Foco na 1ª infância e 2) Programas sociais ampliados; Economia: reorganização do orçamento, transição para a economia verde e reindustrialização; Discurso de pacificação e reforço da democracia. O responsável pelo programa é o ex-governador gaúcho Germano Rigotto, que governou o Rio Grande do Sul de 2003 a 2007. Ele também já foi deputado estadual e federal pelo MDB gaúcho.

 

SAÚDE QUER 4ª DOSE CONTRA COVID

 

Em nota técnica o Ministério da Saúde recomenda a quarta dose da vacina contra a Covid para pessoas acima de 50 anos.

A iniciativa já havia sido anunciada na quinta-feira (2) pelo ministro Marcelo Queiroga. Agora, a pasta tornou a decisão oficial.

Até então, o ministério só recomendava a quarta dose para pessoas com 60 anos ou mais, além de imunossuprimidos. Mas algumas cidades já haviam se decidido a fazer a aplicação em maiores de 50.

A nota técnica, escrita pela Secretaria de Enfrentamento à Covid, um órgão do ministério, afirma que, apesar de haver poucos dados sobre a o tamanho do benefício da quarta dose, o aumento nos casos de Covid justifica a estratégia de ampliar a aplicação desse reforço.

 

 

Posted On Segunda, 06 Junho 2022 14:11 Escrito por

FAZ UM PIX!!

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) autorizou, por unanimidade, nesta terça-feira, 31, o uso do dispositivo de transações financeiras automáticas do Banco Central, o "Pix", para arrecadação de recursos de campanha pelos partidos. O posicionamento da Corte foi dado em consulta do Partido Social-Democrata (PSD) sobre as possibilidades de utilização da ferramenta neste ano.

O relator da ação, ministro Sergio Banhos, guiou o entendimento que prevaleceu entre os demais ministros. Ele argumentou que o Pix é rastreável, portanto não há nenhuma restrição ao seu uso. O magistrado, contudo, fez a ressalva de que a arrecadação deve ser feita somente por meio da chave "CPF" diretamente para a conta de campanha ou do partido.

 

PT E PSDB QUEREM “PAZ E AMOR”

Os presidentes do PT e do PSB, ao lado do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e do ex-governador Geraldo Alckmin (PSB), que será seu vice na chapa, fixaram o prazo de 15 de junho, em duas semanas, para resolver entraves das duas legendas nas disputas nos governos estaduais —inclusive São Paulo.

Ainda há indefinições nos palanques dos estados de Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Espírito Santo e Pernambuco.

Esses estados foram tratados em reunião nesta terça-feira (31), em São Paulo. Segundo relatos, Lula e Alckmin delegaram aos presidentes dos dois partidos a missão de desatar esses nós.

 

BOLSONARO: DEBATE, SÓ NO SEGUNDO TURNO

O presidente Jair Bolsonaro disse que, caso avance na disputa, irá participar de debates somente no segundo turno das eleições deste ano. Em entrevista ao apresentador Carlos Massa, o Ratinho, em seu programa de rádio e televisão, que foi ao ar nesta terça-feira, Bolsonaro falou ainda sobre terceira via, desistência de João Doria e alianças.

A última pesquisa do Datafolha apontou que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) segue na liderança da corrida pela Presidência, com o atual presidente Jair Bolsonaro (PL) na segunda colocação. Lula aparece com 48% das intenções de voto, enquanto Bolsonaro tem 27%. A margem de erro é de dois pontos, para mais ou para menos.

 

MUDA REGRA PARA CONTRATAÇÃO DE PUBLICIDADE

O presidente Jair Bolsonaro sancionou nesta terça-feira (31) um projeto de lei que prevê a adoção das mesmas regras previstas nos contratos de publicidade para a contratação pela administração pública de serviços de comunicação, informou a Secretaria-Geral da Presidência.

A lei trata de atividades como assessoria de imprensa, relações públicas e produção de conteúdo nas redes sociais.

Pela proposta, a contratação de serviços de comunicação passará a seguir o que está previsto em uma lei de 2010, segundo a qual as licitações devem observar critérios de "melhor técnica" ou "técnica e preço".

Atualmente os órgãos têm adotado a modalidade pregão, que estabelece o preço "como parâmetro único para a seleção da proposta mais vantajosa e classifica os serviços como de natureza comum".

 

PEC DE UNIVERSIDADE PAGA É SUSPENSA

Um acordo firmado nesta terça-feira (31) entre governistas e oposicionistas paralisou a tramitação na Comissão de Constituição e Justiça da Câmara dos Deputados da proposta de emenda à Constituição (PEC) que prevê cobrança de mensalidade nas universidades públicas.

A matéria chegou a constar na pauta da semana passada da CCJ, mas não foi votada devido à ausência do relator, deputado Kim Kataguiri (União-SP). Na ocasião, os deputados decidiram fazer audiências públicas sobre o tema, antes de votá-lo.

Pelo acordo firmado nesta terça, a proposta não será votada enquanto não forem realizadas audiências públicas – e, por consenso, todos os requerimentos para a realização de audiências foram retirados.

 

CARTÓRIOS TERÃO QUE SER ON LINE

O Senado e a Câmara aprovaram nesta terça-feira (31) uma medida provisória que obriga cartórios de registro a digitalizar o próprio acervo e oferecer serviços pela internet.

O texto foi aprovado com uma série de mudanças no Senado, no início da noite, e enviado para uma nova análise na Câmara. Pouco tempo depois, os deputados deram aval às modificações feitas pelos senadores – que vão, agora, para a sanção do presidente Jair Bolsonaro.

Por se tratar de uma MP, o texto já estava em vigor desde que foi publicado pelo governo. A medida precisava ser aprovada em definitivo pelo Congresso até esta quarta-feira (1º) para não perder a validade.

Entre os serviços que poderão ser feitos online, estão: registros de imóveis; certidão de nascimento; certidão de casamento; consultas unificadas nas bases de documentos de todos os cartórios (por meio de dados como CPF, CNPJ ou matrícula de imóveis).

 

FAKE NEWS PODE CASSAR REGISTRO DE CANDIDATURA

O ministro do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) Alexandre de Moraes afirmou nesta terça-feira (31) que o candidato que divulgar fake news nas redes sociais capazes de influenciar o eleitor deve ter o registro cassado para as eleições deste ano.

"Notícias fraudulentas divulgadas por redes sociais que influenciem o eleitor acarretarão a cassação do registro daquele que a veiculou", disse. "A Justiça Eleitoral está preparada para combater as milícias digitais."

O ministro fez o discurso de encerramento do evento “Sessão Informativa para Embaixadas: o sistema eleitoral brasileiro e as Eleições de 2022”, que tem por objetivo proporcionar um diálogo entre especialistas da Corte com diplomatas estrangeiros interessados em acompanhar o pleito deste ano.

 

UNIÃO BRASIL LANÇA BIVAR PARA PRESIDENTE

O União Brasil oficializou nesta terça-feira (31) em Brasília a pré-candidatura do deputado federal Luciano Bivar (PE) à Presidência da República.

O União Brasil é resultado da fusão entre o PSL, partido pelo qual o presidente Jair Bolsonaro (PL)se elegeu em 2018, e o DEM.

Presidente da sigla com mais recursos na corrida eleitoral de 2022 (nos cálculos do partido, o montante pode chegar a R$ 1 bilhão), Bivar teve o nome referendado pela Executiva Nacional do partido em abril.

 

CAIXA LIBERA 400 BI PARA MORADIAS EM 3 ANOS

A Caixa liberou R$ 400 bilhões em empréstimos de financiamentos habitacionais desde 2019. Segundo o banco, responsável por 65% dos empréstimos desse tipo no país, o valor impulsionou o setor de construção civil, que registrou alta de 9,7% do Produto Interno Bruto (medida da produção de bens e serviços) em 2021.

“A Caixa, atenta aos movimentos do mercado e exercendo seu papel social e de liderança no segmento, disponibilizou para 2022 um orçamento superior ao do ano anterior, com o objetivo de atender demandas do setor”, diz o banco, em nota.

No primeiro trimestre de 2022, as contratações com recursos da poupança (SBPE) chegaram a R$ 21,4 bilhões, aumento de 31,2% em relação ao mesmo período de 2021. Em relação ao primeiro trimestre de 2018, a alta é de 817,4%, de acordo com o banco.

 

ACABA PRAZO PARA IMPOSTO DE RENDA

Até às 16 horas desta terça-feira (31), último dia para a entrega da Declaração do Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF) 2022, a Receita Federal já tinha recebido 34.440.125 de registros. O valor já é maior do que a previsão inicial, de que seriam entregues 34,1 milhões de declarações, e deve crescer ainda mais até o fim do prazo, com cerca de 36,5 milhões de declarações entregues.

 Quem estiver obrigado a entregar a declaração e não fizer até o fim do prazo estará sujeito à multa. O valor da multa é de 1% ao mês sobre o valor do imposto de renda devido, limitado a 20% do valor do imposto de renda. O valor mínimo da multa é de R$ 165,74.

A multa é gerada no momento da entrega da declaração e a notificação de lançamento fica junto com o recibo de entrega. O contribuinte terá 30 dias para pagar a multa. Após este prazo, começam a correr juros de mora, corrigidos pela taxa Selic, atualmente em 12,75% ao ano.

 

Posted On Quarta, 01 Junho 2022 06:00 Escrito por
Página 5 de 67

Pesquisa

Última edição

o-paralelo-13-edicao-506.jpg

Boletim de notícias

Boletim de notícias

Colunistas

 

Últimas notícias