FALTA COORDENADOR POLÍTICO AO PALÁCIO ARAGUAIA

 

O governador Wanderlei Barbosa parece estar com dificuldades para encontrar um coordenador político que possua todos os requisitos para assumir o posto do grupo do Palácio Araguaia.

 Caso demore nessa tarefa, Wanderlei pode complicar um dos setores vitais para sua administração e para a tranquilidade em sua campanha visando a reeleição.

 Enquanto isso, seus adversários vão se turbinando exatamente nessa área, o que significa que, após o próximo dia 30, sem um comando, a “embarcação” do Palácio Araguaia pode perder a dianteira alcançada nos primeiros dias de pré-campanha.

 Um “sangramento” público, que lembre Araguatins, Combinado e Conceição, não pode ser repetido.

 Fica o recado…

 

 

FERIADÃO À VISTA

 

O governo do Estado decretou ponto facultativo na próxima sexta-feira, dia 22, em virtude do feriado nacional de Tiradentes, no dia 21 de abril.  O ato já foi publicado no Diário Oficial do dia 18.

Considerados praxes, os feriadões vinham sendo contestados por alguns setores da sociedade, mas sempre foram um alívio e tanto para os trabalhadores, que veem como uma chance para descansar, passar mais tempo com suas famílias ou, até mesmo, fazer uma viagem rápida.

Em ano eleitoral, o decreto do ponto facultativo pode ser visto, também, como mais um “mimo” do governador para com os servidores estaduais, que vêm recebendo acenos de boa convivência desde que Wanderlei Barbosa assumiu o governo.

 

ESTÃO SUBESTIMANDO O MINISTÉRIO PÚBLICO ELEITORAL

As redes sociais já estão “engarrafadas” com fake news, atos que geram crimes eleitorais e outras postagens feitas por “assessorias” de candidatos a governador que são “nitroglicerina pura”.

O Ministério Público já prometeu ser implacável contra esse tipo de crime eleitoral, principalmente na hora do registro da candidatura daqueles que insistirem em incorrer com essas práticas.

Outros que estão atentos à “atividade” são os integrantes das assessorias jurídicas dos demais candidatos, que todos os dias “escaneiam” as redes sociais dos seus adversários em buscas de todo e qualquer deslize que possa configurar crime eleitoral.

 

PROPORCIONAIS TAMBEM PRECISAM FICAR ATENTOS

 

Já muitos detentores de mandatos que concorrem à reeleição estão no mesmo caminho, inundando as redes sociais com notícias sobre suas candidaturas à reeleição, matérias jornalísticas de promoção de suas atuações entre outras postagens.

Muitas dessas postagens, mesmo sendo realmente notícias, podem ser consideradas como campanha antecipada, o que é crime eleitoral e, após a minirreforma eleitoral, pode ser motivo para impedimento de registro de candidatura, sem contar com as multas altíssimas, e os “fiscais” são os mesmos, Justiça Eleitora, imprensa e adversários políticos diretos e indiretos.

Todo cuidado é pouco!

 

 MAIO, JUNHO E JU LHO: TEMPO DE “SEMEAR”

Após as regras do jogo eleitoral, com a inclusão das Federações Partidárias, estarem devidamente aprovadas pelo Pleno do TSE, finalmente será dado o pontapé inicial no jogo sucessório, com muitas peculiaridades trazidas ao “casamento político” para as eleições proporcionais.

É exatamente aí onde mora o perigo, pois as peculiaridades e os detalhes são muitos, e o que pode ser solução para uns, será o grande problema de outros.

Para se sair bem e vencer esse jogo, o mais importante será errar menos perante suas bases eleitorais.  Muitos candidatos podem acabar “se queimando” com suas bases por conta dos “acasalamentos” oportunistas.

O limite de tolerância dos eleitores diminuiu drasticamente...

 

PORTO NACIONAL E SUAS CANDIDATURAS PROPORCIONAIS

A Capital da Cultura Tocantinense, Porto nacional, deve ter mais de onze candidaturas proporcionais nas eleições de outubro próximo, lembrando que mais nomes podem surgir até a realização das convenções partidárias.

A grande maioria é composta por bons candidatos, com convivência de irmandade com as famílias e lideranças políticas tradicionais portuenses.

Todos os candidatos portuenses são devidamente preparados para o exercício das funções de deputado federal ou estadual, cabendo aos sábios eleitores de Porto nacional a escolha dos que mais se identificam com seus pensamentos e com as necessidades do município.

A escolha dos merecedores dos votos deve ser sem pressa e só após o início dos programas obrigatórios de Rádio e TV e das conversações ao pé da orelha, que costumam acontecer mais próximo ao dia da eleição.

 

ESPECULAÇÕES APONTAM DULCE MIRANDA COMO VICE DE DIMAS

Nas últimas 72 horas, corre nos bastidores da política tocantinense o rumor da “grande jogada” de Ronaldo Dimas, pré-candidato ao governo do Estado, que seria ter como candidata a vice-governadora a deputada federal Dulce Miranda.

Essa jogada traria o ex-governador Marcelo Miranda, presidente do MDB estadual, juntamente com o também ex-governador Moisés Avelino e o ex-deputado federal Freire Jr., como candidatos a deputado estadual, além de uma chapa de candidatos a deputado federal com nomes de força equivalentes, capazes de agregar milhares de votos.

Por enquanto, estamos apenas no campo da especulação, mas o MDB já anunciou que vem forte nesta eleição.

 

DISPUTA PROPOCIONAIS EM PALMAS SERÁ VOTO A VOTO

Em conversas reservadas com os principais analistas políticos tocantinenses, o Observatório Político de O Paralelo 13 ouviu uma ponderação muito importante e que deve ser levada em conta por todos: “com o número de candidatos a deputado federal e estadual em Palmas, mais de 70 para estadual e mais de 20 para federal, será praticamente impossível alguém atingir o número de votos necessários para se eleger sozinho.  Será mais fácil se eleger pela somatória dos votos”.

Pensando nisso, O Paralelo 13 já está se organizando para acompanhar os registros das candidaturas após as convenções, para que seja feita uma análise sobre as pesquisas de intenção de votos na Capital.  Afinal, será o maior número de candidatos em apenas uma região, disputando mais de 200 mil votos.

A dificuldade para a conquista de cada voto pode fazer deste pleito o mais disputado e o mais interessante da história política da Capital e do Tocantins.

Aluz amarela de alerta já está acesa...

 

 

Em jantar, Doria sugeriu que Temer fosse nome da terceira via a presidente

 
Em jantar na última terça-feira (12) na casa do empresário Caco Azulgaray, o ex-governador de São Paulo João Doria (PSDB) sugeriu a Michel Temer (MDB) que o ex-presidente fosse o nome da "terceira via" ao Planalto, como forma de solucionar o impasse das candidaturas de centro.

"Por que não o sr.?", perguntou Doria em determinado momento da conversa, que também teve a presença, entre outros, da senadora Simone Tebet (MS), pré-candidata do MDB à Presidência. Segundo relatos, Temer deu um sorriso contido e disse que o tempo dele na Presidência já havia passado.

A frase foi interpretada por alguns tucanos como um desabafo de Doria num momento de pressão, em que tem a candidatura questionada internamente em sua própria legenda.

Outros viram como apenas um gesto de gentileza a Temer, sem intenção real de Doria de abrir mão da candidatura. Procurado pela reportagem, o ex-governador não quis se manifestar.

Na última sexta-feira (15), Doria anunciou a destituição do presidente nacional do PSDB, Bruno Araújo, da coordenação de sua campanha presidencial, em razão de acenos feitos ao ex-governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, que perdeu a prévia tucana no ano passado.

 

Gleisi admite problemas na comunicação da pré-campanha de Lula: 'Vamos ajustar'

 


A presidente do PT, Gleisi Hoffmann, afirmou nesta terça-feira que a direção do partido tomará as medidas necessárias para fazer os ajustes na área de comunicação da pré-campanha presidencial de Luiz Inácio Lula da Silva.

A área, comandada pelo ex-ministro Franklin Martins, é alvo de questionamentos entre os petistas. Os vídeos preparados para a propaganda partidária, exibidos desde o mês passado, são criticados em conversas internas

— Nós estamos discutindo a estrutura de comunicação, tanto do partido como da campanha. Vamos tomar as medidas que acharmos necessárias tomar para ajustar, mas isso não é um problema relevante — afirmou Gleisi, que deve ocupar o posto de coordenadora geral da campanha presidencial.

Franklin acumula conflitos com o PT ao longo dos anos. Muitos dos dirigentes se recusam até a cumprimentar o jornalista. O último deles se deu por causa dos valores cobrados pelo marqueteiro Augusto Fonseca, escolhido para cuidar da campanha de Lula. Augusto, escolhido em um processo de seleção comandado pelo ex-ministro, apresentou uma conta de mais de R$ 40 milhões, valor que foi considerado elevado pela legenda.

 

 

Posted On Quarta, 20 Abril 2022 05:46 Escrito por

RENOVAÇÃO NAS ELEIÇÕES PROPORCIONAIS

 

Segundo os principais analistas políticos, as previsões de renovação nas eleições de outubro para deputado federal giram na casa dos 50%.  Já para deputado estadual, as apostas são um pouco mais altas, na casa dos 60%.

Essa diferenciação, segundo o apurado pelo Observatório Político de O Paralelo 13, se dá pelo potencial dos pré-candidatos à Assembleia Legislativa, muitos deles ex-prefeitos e outros participantes das “chapinhas”, sem candidatos à reeleição.  Cada chapinha “virgem”, como vêm sendo chamadas, tem chances reais de eleger entre um e dois candidatos.

 

MDB PODE SURPREENDER

O MDB, presidido por Marcelo Miranda no Tocantins, pode surpreender trazendo nomes como o do próprio Marcelo Miranda, de Moisés Avelino, Paulo Sidnei, Freire Jr. e outros políticos já consagrados no cenário estadual.

A permanecer essa tendência, a legenda pode conseguir eleger entre cinco e oito deputados estaduais e garantir a reeleição de Dulce Miranda como deputada federal.

O MDB vem preparado para “fazer o dever de casa” em dois de outubro.

 

OS RISCOS DE CARLESSE E JOSI NUNES

 

O julgamento em colegiado sobre o processo contra o mandato da prefeita de Gurupi, Josi Nunes e do seu vice, Gleydson Nato no TRE, já tem o parecer favorável à cassação, emitido pelo Ministério Público Federal.

Como o processo envolve, também, o ex-governador Mauro Carlesse, caso o colegiado decida seguir o voto do relator, automaticamente os três, Josi, Gleydson e Carlesse ficarão inelegíveis por oito anos.

 O risco é real e iminente.

 

LAUREZ EM BRASÍLIA

 

O ex-prefeito de Gurupi, Laurez Moreira, presidente do PDT do Tocantins, encontra-se em Brasília buscando apoio para sua candidatura a governador, prometendo fazer um giro pelo Estado em caso de aceitação do seu pleito.

A se julgar por esse movimento, pode-se concluir que Laurez já estaria fora dos planos de ser o candidato a vice-governador na chapa encabeçada pelo governador Wanderlei Barbosa.

 Com isso, o também gurupiense José Stival ganha terreno para se o candidato à vice governador do Estado na chapa do Palácio Araguaia.

 

QUEM SERÁ O HOMEM FORTE DO PALÁCIO ARAGUAIA?

Após o afastamento dos secretários e assessores diretos do governo de Wanderlei Barbosa para concorrer a um cargo eletivo no pleito de outubro e o fim da janela de filiação, no último dia dois de abril, não deve passar do início do mês de maio para que o Palácio Araguaia anuncie quem será o homem forte que comandará e coordenará a candidatura de Wanderlei Barbosa à reeleição.

Por enquanto, todos os nomes estão no páreo, com chances iguais.  Só o tempo - e a competência - decidirá que assumirá o posto-chave do governo.

 

O SILÊNCIO DE WANDERLEI BARBOSA

 

Enquanto vem acertando todos os lances administrativos, o governador Wanderlei Barbosa sofre pressão para a única jogada que não poderá errar, que será a escolha do seu coordenador político.

Um passo em falso, uma vacilada pode ser fatal para suas pretensões de reeleição.

Wanderlei precisa de uma pessoa hábil e capaz de costurar acordos que confirmem a força de seu grupo político, sem o risco de transformá-lo em um “Titanic” eleitoral.

O governador, por enquanto, vem, de maneira sábia, dando tempo ao tempo para chegar à decisão final, em busca de uma união em torno do seu nome que será crucial para seu futuro político, e confirmar que é dele a voz mais forte dentro do Palácio Araguaia.

Para isso não pode deixar as picuinhas pessoais interferirem no todo, mesmo que, para isso, precise ser enérgico e agir com mão de ferro no controle das ações.

 

 

BOLSONARO RECHAÇA ACORDO DO WHATSAPP

 

O presidente Jair Bolsonaro (PL) aproveitou a participação em uma motociata nta sexta-feira (15/4) para discursar para apoiadores em Americana, interior de São Paulo. O chefe do Executivo atacou o WhatsApp e ministros do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Durante discurso, Bolsonaro classificou como "inadmissível" o acordo entre o WhatsApp e o TSE para que a nova funcionalidade da rede social, que permite grupos com milhares de pessoas, só seja implementada no Brasil após as eleições de outubro. O acordo tem como intuito evitar a proliferação de desinformação durante a campanha eleitoral.

O presidente ainda disse que o acordo não será cumprido.  “Isso que o WhatsApp está fazendo no mundo todo, sem problema. Agora, abrir uma excepcionalidade para o Brasil... isso é inadmissível, inaceitável. E não vai ser cumprido esse acordo que porventura eles realmente tenham feito com o Brasil”, afirmou.

 

MORRE NEWTON CRUZ

O general Newton Cruz, ex-chefe da Agência Central do Serviço Nacional de Informações (SNI) durante a ditadura militar, de 1964 a 1985, morreu na sexta-feira (15). Cruz tinha 97 anos.

A informação foi confirmada por familiares. Newton Cruz morreu de causas naturais e estava internado no Hospital Central do Exército, em Benfica, na Zona Norte.

O General de Divisão Newton Cruz foi chefe do SNI entre 1977 e 1983.

Newton Cruz nunca foi condenado ou preso pelas acusações dos crimes durante a ditadura.

 

CHINA INTERROMPE IMPORTAÇÃO DE CARNE BRASILEIRA

 

A China suspendeu por uma semana as importações de três frigoríficos brasileiros de carne bovina - JBS SA, Marfrig e Naturafrig, informou o jornal Valor Econômico, citando um comunicado enviado à embaixada do Brasil em Pequim.

De acordo com o comunicado, os técnicos identificaram a presença de ácido nucleico do novo coronavírus na embalagem externa de quatro lotes de produtos congelados dessas empresas enviados para a China.

 

CONTA DE LUZ MENOR A PARTIR DESTE SÁBADO

A partir deste sábado (16), a conta de luz pode ficar mais barata, com o fim a bandeira de escassez hídrica que resultava em uma taxa extra na conta de energia elétrica de R$ 14,20 a cada 100 quilowatts-hora (kWh) consumidos. A medida, que encarecia os custos da energia elétrica, estava em vigor desde setembro de 2021.

A redução estimada pelo governo nas contas de luz para o consumidor é de cerca de 20%. Isso será possível porque, com os reservatórios de quatro das cinco regiões do país mais cheios, é possível, ao operador do sistema elétrico nacional, dispensar o uso de termelétricas, que têm custo maior do que o das hidrelétricas. Apenas os reservatórios da Região Sul estão baixos, devido à estiagem que atinge a região.

 

Posted On Sábado, 16 Abril 2022 17:42 Escrito por

BOLSONARO “MUITO NO PÁREO”

A recuperação da popularidade do presidente Jair Bolsonaro (PL), registrada em pesquisas de opinião recentes, trouxe novos ingredientes para os prognósticos da eleição presidencial de outubro. Após atingir seu patamar mais baixo em novembro de 2021, quando chegou a 19%, a taxa de aprovação do seu governo subiu para 22% em fevereiro e, em março, atingiu o patamar de 24%.

A tendência revelada inicialmente pela pesquisa Genial/Quaest foi observada também no levantamento mais recente do Datafolha, que confirmou também um aumento na intenção de voto em Bolsonaro. Para a cientista política Carolina Botelho, os dados mostram que Bolsonaro é um candidato forte.

A recuperação na popularidade sinaliza que o presidente pode ampliar sua base de apoio pelo uso da máquina pública, na avaliação da pesquisadora do Doxa - Laboratório de Estudos Eleitorais, de Comunicação Política e de Opinião Pública do IESP/UERJ.

"Eu diria que ele (Bolsonaro) ainda está muito no páreo, não é um cara derrotado. Nesses últimos meses, a gente percebeu que por maiores que sejam as tragédias no Brasil, ele manteve um grupo muito coeso e estável até então", analisa Botelho.

 

ACEITO PARECER PARA CASSAÇÃO DE ARTHUR DO VAL

Os deputados estaduais do Conselho de Ética da Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp) aprovaram, por unanimidade, o parecer do relator, Delegado Olim (PP-SP), indicando a cassação de Arthur do Val (União Brasil-SP).

 O parecer foi entregue na semana passada pelo relator e a votação aconteceu nessa terça (12). A ação consiste em uma medida de punição por áudios sexistas. Em uma mensagem vazada, o parlamentar diz que 'mulheres ucranianas são fáceis porque são pobres'.

 Com a aprovação do Conselho de Ética, o processo segue para votação em Plenário, e a perda do mandato só acontecerá se a maioria dos 94 deputados estaduais votarem a favor da cassação. Ou seja, serão necessários 48 votos para que Arthur do Val perca o mandato e fique inelegível por quatro anos.

 

JUSTIÇA MANDA RETIRAR OUTDOORS CONTRA LULA

Graças a denúncias contra a campanha antecipada de Bolsonaro, o Tribunal Regional Eleitoral (TRE) de Ariquemes (RO) determinou a retirada imediata de outdoor contendo termos ofensivos contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, colocados há duas semanas na entrada da cidade.

 Em sua decisão, o juízo assim se pronunciou: “Não é preciso um olhar mais acurado para notar que os outdoors em questão retratam propaganda eleitoral antecipada negativa conta o pretenso pré-candidato à Presidência Luiz Inácio Lula da Silva”.

 

 

BIVAR SERÁ CANDIDATO À PRESIDÊNCIA

 

Luciano Bivar (União Brasil) será o candidato do partido à presidência. A informação é do líder do UB na Câmara Federal, Elmar Nascimento (BA).

 “O nome dele é irrevogável. Só se ele desistir lá na frente é que não teremos o nome dele”, declarou Elmar.

 Vale citar que o partido do governador Ronaldo Caiado negocia com o PSDB e com o MDB candidatura única ao Planalto. Esta será anunciada em 18 de maio.

 

CCJ FICA PARA O UNIÃO BRASIL

 

A Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ), a mais cobiçada da Câmara, será presidida neste ano pelo partido União Brasil.

 A decisão foi tomada na noite desta segunda-feira (11), em reunião na residência oficial da Câmara com todos os líderes partidários.

 A CCJ é uma das comissões mais importantes, responsável por examinar se são constitucionais e se podem ser admitidas propostas que tramitam na Câmara. Todos os projetos precisam ser validados por essa comissão, que tem o poder de arquivar ou dar continuidade às propostas..

 Ainda não há uma definição sobre quem será o presidente da comissão. São cotados para a cadeira os deputados Juscelino Filho (União-MA) e Arthur Maia (União-BA).

 Segundo o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), o comando da maioria das comissões foi acertado na mesma reunião e a maior parte da composição do ano passado será mantida, mas ainda faltam “alguns ajustes” entre partidos.

 

NOVO REGULAMENTO PARA BENEFÍCIOS DO INSS

 

O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) publicou no final de março novas regulamentações para conduzir o trabalho dos servidores na análise dos requerimentos de benefícios, recursos e revisões. Trata-se de uma tentativa de diminuir a fila de espera de segurados por análise de seus pedidos e reconhecimento de seus direitos previdenciários.

 INSS: concessão de benefício chega a demorar mais de 5 meses

De acordo com Paulo Bacelar, diretor do Instituto Brasileiro de Direito Previdenciário (IBDP), as normas são uma atualização da Instrução Normativa 77, de 2015, para reunir as inúmeras mudanças de leis e reformas na operacionalização dos benefícios no período.

 A Instrução Normativa 128/22, publicada em 29 de março no Diário Oficial da União, inclui, em mais de 670 artigos, as regras para a análise minuciosa dos requerimentos. Além disso, foram publicadas 10 portarias complementares.

 

VEM AÍ A CPI DAS OBRAS INACABADAS

 

A base do governo no Senado reuniu o número necessário de assinaturas para pedir a abertura de uma comissão parlamentar de inquérito (CPI) para investigar eventuais irregularidades em obras públicas iniciadas e não concluídas entre 2006 e 2018. O requerimento de criação da CPI foi apresentado pelo líder do PL no Senado, Carlos Portinho (PL-RJ).

A CPI pedida por Portinho também quer investigar possíveis irregularidades no Programa de Financiamento Estudantil (FIES) no mesmo período. Segundo o requerimento, informações de supostas irregularidades em obras e no FIES surgiram durante depoimento do presidente do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), Marcelo Lopes da Ponte, na Comissão de Educação do Senado.

“Ele informou que o repasse das verbas termina sendo dificultado pela existência de obras iniciadas há muito tempo, e, por razões várias, nunca concluída. Precisamos, pois, ir a fundo nessa questão, que seria a verdadeira causa para ser abraçada por esta Casa”, afirmou Portinho em seu requerimento.

 

CONTAS REPROVADAS

TSE reprova contas de 2016 do PSL e ordena devolução de R$ 970 mil. O TSE (Tribunal Superior Eleitoral) reprovou por irregularidades na aplicação do Fundo Partidário. O plenário apontou que houve falhas na aplicação mínima de 5% dos recursos do Fundo Partidário em programas para incentivar a participação política de mulheres. Os gastos sem documentos para comprovar sua veracidade e textos inelegíveis compuseram 14,33% do total de recursos do Fundo repassados ao partido em 2016. O PSL era o partido de Jair Bolsonaro (PL) quando se elegeu presidente, em 2018. A sigla se fundiu com o Democratas e agora é o União Brasil.

 

Posted On Quarta, 13 Abril 2022 05:43 Escrito por

 

ANTÔNIO JORGE QUESTIONA POSIÇÃO DA SENADORA KÁTIA ABREU SOBRE LULA

O ex-deputado Antônio Jorge, defensor de carteirinha da reeleição do presidente Jair Bolsonaro, levantou uma bola que muitos não tiveram coragem de fazer: sendo o presidente nacional do PP, Ciro Nogueira, ministro da Casa Civil,por que cargas d1água há membros do PP fazendo a corte de Lula, cheios de vontade de mostrar trabalho para aquele que se mostra como o principal antagonista de Bosonaro nas eleições presidenciais?

Para Antônio Jorge, esse é um momento de decisão e é preciso que o lado de cada um esteja bem definido, para não comprometer nem causar mal estar nos grupos políticos.

O questionamento de Antônio Jorge é um recado direto à cúpula nacional do PP, em relação ao posicionamento da senadora Kátia Abreu, presidente estadual do PP tocantinense e apoiada por Lula em sua pretensão à reeleição ao Senado e membro do grupo político de apoio à reeleição do governador Wanderlei Barbosa,

No Tocantins, o candidato apoiado pelo presidente Jair Bolsonaro é Ronaldo Dimas, do PL.

 

KÁTIA NÃO VAI A JANTAR COM LULA

 

O ex-presidente Lula esteve reundor com senadores do MDB, do PT e de outros partidos na casa de Eunício Oliveira em Brasília, na noite de ontem.

Kátia Abreu, do PP do Tocantins, apesar de ter sido convidada, disse que não iria ao evento. “Estou em Palmas. Se estivesse em Brasília, teria ido, sim”. O PP é o partido de Ciro Nogueira, atual ministro da Casa Civil de Jair Bolsonaro.

Jorge Kajuru, do Podemos de Goiás, também foi convidado, mas disse “não”.

 Omar Aziz (PSD-AM) e Randolfe Rodrigues (Rede-A), presidente e relator da CPI da Covid, respectivamente, são aguardados no jantar.

 Antes do encontro com os senadores, Lula iria à casa de José Sarney na tarde desta segunda-feira.

 

OS BOIS COMEÇAM A VOAR NO TOCANTINS

 

Se depender da senadora Kátia Abreu, o grande puxador de votos no palanque de Wanderlei Barbosa na corrida sucessória estadual será o próprio ex-presidente Lula.

Ao que tudo indica esse será o primeiro “boi voador” da campanha eleitoral de 2022 no Tocantins.

É que boatos de bastidores apontam para uma migração da candidatura de Paulo Mourão, do governo do Estado para deputado federal.

Com esse movimento, o PT passaria a apoiar a candidatura de Wanderlei Barbosa à reeleição.

 A conferir!!

 

CINTHIA DIZ NÃO TER COMPROMISSO COM CANDIDATURAS AO GOVERNO

 

A prefeita de Palmas, Cinthia Ribeiro, deixou claro que seu compromisso político era de apoio à candidatura do senador Eduardo Gomes ao governo do Estado e que, como ele não será candidato, não tem compromisso com nenhum outra candidatura.

Eduardo Gomes apoia a candidatura do ex-prefeito Ronaldo Dimas, após um longo período de silêncio sobre a possibilidade dele, Eduardo, se lançar candidato.

 Por isso, caso almeje ter o apoio de Cinthia Ribeiro, prefeita do maior colégio eleitoral do Tocantins, Dimas terá que calçar as sandálias da humildade e se preparar para uma tarefa de longo prazo.

 

LULA E BOLSONARO EMPATADOS

 

Pesquisa Ipespe para presidente com eleitores apenas do estado de São Paulo divulgada hoje mostra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e o presidente Jair Bolsonaro (PL) empatados tecnicamente na corrida ao Palácio do Planalto.

 Segundo o levantamento, o petista ficou com 34% das intenções de voto, enquanto o atual chefe do Executivo registrou 30%. Os dois, portanto, estão em primeiro lugar, considerando a margem de erro de 3,2 pontos percentuais para mais ou para menos.

 Em fevereiro, Lula aparecia em primeiro lugar isolado, porém não é possível fazer a comparação com a pesquisa anterior, já que houve mudança no cenário testado. Na sondagem de dois meses atrás, estavam presentes os nomes do ex-juiz Sergio Moro (União Brasil) e do senador Rodrigo Pacheco (PSD). Além disso, foram incluídos na rodada apresentada Vera Lúcia (PSTU) e Eymael (DC) entre as opções.

 

 

MAIS DADOS DA PESQUISA

Na sequência aparecem o ex-ministro Ciro Gomes (PDT), com 8%, o ex-governador João Doria (PSDB), com 6%, e a senadora Simone Tebet (MDB), com 2%. Os três estão empatados na segunda posição, dentro da margem de erro.

 André Janones (Avante), Felipe D'Ávila (Novo), Vera Lúcia (PSTU) e Eymael (DC) ficaram com 1%, empatando com Doria e Tebet, mas não com Ciro. A pesquisa fez 1.000 entrevistas por telefone no estado de São Paulo entre os dias 6 e 9 de abril. Foram ouvidos eleitores de 16 anos ou mais.

 O levantamento foi contratado pela XP Investimentos e está registrado no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) sob os números BR-00800/2022 e SP-06962/2022. A margem de erro máxima é de 3,2 pontos percentuais para mais ou para menos e o índice de confiança é de 95,5%.

 

PT ADIA LANÇAMENTO DE CHAPA

 

O Partido dos Trabalhadores decidiu adiar a data de lançamento da chapa de Luiz Inácio Lula da Silva (PT) como pré-candidato à Presidência e Geraldo Alckmin (PSB) na vice. O evento, marcado para 30 de abril, deve acontecer em 7 de maio.

 A mudança aconteceu devido a pedidos feitos por integrantes de PSOL e PSB. Para o mesmo dia, estão marcados a Conferência Eleitoral do PSOL e o encerramento do Congresso Nacional do PSB.

 Enquanto isso, Lula segue tentando arregimentar mais partidos para apoiar sua tentativa de voltar ao Palácio do Planalto. O petista está em Brasília para participar de jantar na casa do ex-senador Eunício Oliveira (MDB-CE), em articulação para atrair o MDB para a aliança. A sigla lançou a pré-candidatura de Simone Tebet, mas líderes emedebistas, sobretudo no Nordeste, advogam pelo apoio a Lula em primeiro turno.

 

VOTO JOVEM PODE AJUDAR BOLSONARO

 

Os jovens brasileiros de 16 a 17 anos, que têm direito ao voto facultativo, tornaram-se alvo de uma nova disputa entre direita e esquerda nas redes sociais. Com a aproximação do fim do prazo para a emissão de novos títulos eleitorais, influenciadores e políticos bolsonaristas criaram a campanha "Sou Jovem, Sou Bolsonaro".

Foi uma reação a ações pelo alistamento eleitoral e o voto contra o presidente de personalidades e artistas identificados com a esquerda, como Anitta, Pablo Vittar e Felipe Neto. Os dois lados disputam os cerca de 10 milhões de brasileiros de 16 e 17 anos. Segundo o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), 2022 é um dos anos de menor emissão de títulos da história. A Corte tem feito campanha para a conquista do voto adolescente.

 Carla Zambelli foi uma das críticas ao movimento liderado pelos artistas. "Esses artistas não falam de outra coisa a não ser atacar a escolha da maioria do povo, é um presidente eleito, e divulgar a imagem de um criminoso descondenado", afirmou, em referência ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que lidera as pesquisas de intenção de voto.

 

PRAZO PARA PARTIDOS ENVIAREM LISTA DE FILIADOS

Os partidos políticos devem enviar à Justiça Eleitoral até 18 de abril a lista atualizada de filiados. O prazo é mais uma formalidade que deve ser cumprida pelas legendas que vão participar das eleições de outubro.

 De acordo com o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), a atualização deve ser feita pelo Sistema de Filiação Partidária (Filia), no qual o partido inclui o nome do filiado, a data de filiação e o número do título de eleitor.

 Para concorrer às eleições de outubro, os candidatos deveriam ter a filiação deferida pelas legendas até 2 de abril, seis meses antes do pleito.

 O primeiro turno será realizado no dia 2 de outubro, quando os eleitores vão às urnas para eleger o presidente da República, governadores, senadores, deputados federais, estaduais e distritais. O eventual segundo turno para a disputa presidencial e aos governos estaduais será em 30 de outubro.

 

Comitê recomenda José Mauro Coelho para Presidência da Petrobras

O Comitê de Pessoas da Petrobras considerou que José Mauro Ferreira Coelho preenche todos os requisitos para ocupar a presidência da empresa. Reunido ontem (11), o grupo avaliou que não há nada que impeça a eleição de Coelho na Assembleia Geral Ordinária da empresa, marcada para amanhã (13). Depois de eleito, José Mauro Coelho ainda terá seu nome submetido ao Conselho de Administração da empresa, onde precisará ser aprovado. José Mauro Ferreira Coelho foi indicado para a presidência da Petrobras na última semana, depois que Adriano Pires, inicialmente nomeado para substituir Joaquim Luna e Silva, ter desistido do cargo.

 

Posted On Terça, 12 Abril 2022 12:58 Escrito por

JANAD NO PL COMPLICA RELACIONAMENTO COM CINTHIA

 

O pré-candidato a governador Ronaldo Dimas tem mais um item a resolver com a prefeita de Palmas, Cinthia Ribeiro.  E ele tem nome e sobrenome: Janad Valcari.

A questão é a presença da vereadora, que sabidamente não é muito chegada da prefeita, nas hostes do PL.  Janad era filiada ao Podemos, de Ronaldo  e Tiago Dimas, e foi para o PL junto com Ronaldo.

Foi do Podemos que Janad teceu as mais duras críticas à gestão de Cinthia Ribeiro e, agora, pelas mãos de Dimas, ela está em um partido que notoriamente é simpático à atuação da prefeita de Palmas.

 Cinthia e Janad em um mesmo palanque é uma coisa praticamente impensável…

 

 

UNIÃO BRASIL, MDB, PSDB E CIDADANIA JUNTOS, MAS SEM FEDERAÇÃO

Se acontecer, realmente, a união entre PSDB, MDB, União Brasil e Cidadania em torno de uma só candidatura para presidente da República, ela não será na forma de Federação Partidária e, sim, informal, no “fio do bigode”.

A intenção, segundo o apurado pelo Observatório Político de O Paralelo 13 em Brasília, é deixar as legendas livres nos estados, sem as amarras da Federação Partidária, visando, principalmente, as eleições de 2024 e o fortalecimento das candidaturas proporcionais.

As federações estão deixando partidos e candidatos “zuretinha das ideias”.  para alguns, será inevitável o surgimento dos “Titanics eleitorais”, que vão espantar os eleitores mais tradicionais e analíticos.

todo cuidado é muito pouco!

 

GOVERNO DO TOCANTINS FAZ REPASSE A MUNICÍPIOS

O Governo do Tocantins, por meio da Secretaria de Estado do Trabalho e Desenvolvimento Social (Setas), concede a transferência de recursos extraordinários do cofinanciamento estadual dos Benefícios Eventuais para municípios identificados pela Defesa Civil, com famílias impactadas pelas enchentes e pelos alagamentos. O recurso extraordinário foi repassado, nesta terça-feira, 5, a 34 dos 43 municípios impactados pelas enchentes e pelas inundações, sendo que os municípios terão 30 dias para executá-lo.

Os municípios que receberam os recursos extraordinários são: Araguacema, Araguanã, Arraias, Axixá do Tocantins, Barra do Ouro, Brejinho de Nazaré, Carrasco Bonito, Caseara, Dois Irmãos do Tocantins, Esperantina, Formoso do Araguaia, Goiatins, Itaguatins, Itapiratins, Lagoa da Confusão, Maurilândia, Marianópolis, Miracema do Tocantins, Miranorte, Paranã, Palmeirantes, Pedro Afonso, Pium, Praia Norte, Rio dos Bois, Sampaio, Santa Rita do Tocantins, São Miguel do Tocantins, São Salvador do Tocantins, São Sebastião do Tocantins, Tocantínia, Tocantinópolis, Tupirama e Tupiratins.

 

SEM MORO, LULA VOLTA À LIDERANÇA

A primeira pesquisa Genial/Quaest para presidente sem a presença do ex-juiz Sergio Moro entre os candidatos mostrou o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) na liderança, com 45% das intenções de voto, e um aumento de 5 pontos percentuais para o presidente Jair Bolsonaro (PL), que chegou a 31% da preferência do eleitorado.

Os demais candidatos nesse cenário somaram 12% da intenções de voto, com Ciro Gomes (PDT) concentrando 6%, segundo o levantamento, que tem margem de erro de 2 pontos percentuais.

A pesquisa fez ainda um cenário com Moro, que na semana passada migrou do Podemos para a União Brasil e disse que "nesse momento" abria mão da pré-candidatura presidencial. Neste caso, Bolsonaro aparece com 29%, ante 26% no mês passado, enquanto Lula soma 44%, contra 46% anteriormente. Moro teria 6%, ante 7% em março, e Ciro passou de 7% para 5%.

 

FALA DE LULA É “IRRESPONSÁVEL E POPULISTA”

 

Especialistas em direito, ética e ciência política classificaram a declaração do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva - que sugeriu que sindicalistas mapeiem o endereço de parlamentares para "incomodar a tranquilidade" deles e conversar com seus familiares - como "populista e "inconsequente". No entanto, do ponto de vista do direito, a avaliação é que não houve crime na declaração do petista.

 O professor de Ética e jornalista Carlos Alberto Di Franco afirmou que se trata de "uma declaração irresponsável, imprópria de quem disputa uma eleição, um incitamento perigoso e claramente desrespeitoso com as famílias".

 Presidente do Cidadania, Roberto Freire classificou a sugestão do ex-presidente da República como "absurda" e "fascista". "Declaração absurda essa de Lula mandar militantes pressionarem famílias de deputados que por acaso não sejam do seu agrado. Atitude fascista inadmissível numa democracia", publicou Freire nas redes sociais.

 

 

LULA REAFIRMA SER A FAVOR DO ABORTO

 

 O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva voltou, nesta quinta-feira, a comentar temas que haviam atraído críticas de opositores, e preocupação de aliados, ao longo da semana. Desta vez, ele amenizou o tom de declarações sobre o aborto e a sugestão de pressão da militância sobre parlamentares eleitos.

Nesta semana, Lula defendeu que toda mulher deveria ter direito ao aborto no Brasil e que a questão fosse tratada como saúde pública. O tema, considerado espinhoso e "afugentador" de votos, costuma ser evitado por candidatos. E preocupou aliados do petista num momento em que o PT tenta conquistar um eleitorado fora da esquerda.

 

ALIADOS PEDEM QUE LULA FALE MENOS

 

As declarações polêmicas dadas por Lula nos últimos dias geraram uma série de apelos de aliados junto ao petista para que ele se prepare mais para fazer falas públicas. Com uma agenda intensa de eventos e entrevistas, o ex-presidente tem feito declarações, praticamente, só de improviso. Petistas que têm mais intimidade com Lula pedem que ele “fale menos e ouça mais”.

O grupo defende que Lula debata temas com especialistas antes de levá-los a público, em especial, questões polêmicas. A defesa que ele fez do aborto como questão de saúde pública e a fala sobre a demissão de 8 mil militares foram colocadas como exemplos de temas que Lula abordou sem qualquer preparação ou debate interno prévio.

 

SAFRA RECORDE

 

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) reduziu sua estimativa para a produção de cereais, leguminosas e oleaginosas neste ano. Segundo o Levantamento Sistemático da Produção Agrícola (LSPA), realizado em março, a estimativa é que o país feche 2022 com uma safra de 258,9 milhões de toneladas, 1% abaixo (ou 2,7 milhões de toneladas a menos) que o volume previsto na pesquisa de fevereiro.

 Mesmo com a redução da previsão de um mês para outro, o Brasil ainda deve ter safra recorde este ano, com uma produção 2,3% acima (ou 5,7 milhões de toneladas a mais) que no ano passado, de acordo com o IBGE.

 O recorde anterior havia ocorrido em 2020, quando foram produzidas 255,4 milhões de toneladas de cereais, leguminosas e oleaginosas.

 

GOVERNO DEFINE NOME PARA PETROBRAS

Depois de ver seus indicados para presidência da Petrobras e para o Conselho de Administração da estatal — Adriano Pires e Rodolfo Landim —desistirem dos cargos por risco de conflito de interesses, o presidente Jair Bolsonaro buscou uma solução em quadros de seu governo, numa operação que incluiu até o inédito escrutínio do nome do indicado para dirigir a estatal em 24 horas.

José Mauro Ferreira Coelho, que foi apontado para assumir o comando da estatal, é considerado homem de confiança do ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque. Tem histórico de atuação em cargos da pasta e de estatais de energia e deve ter seu nome confirmado em assembleia geral de acionistas marcada para a próxima quarta-feira.

Bolsonaro também indicou Márcio Andrade Weber, que já é conselheiro da estatal, para presidir o Conselho de Administração da petroleira. Para evitar o risco de que a nova indicação fosse vetada adiante pelo Comitê de Pessoas da Petrobras, o governo submeteu o nome de José Mauro a um inédito escrutínio de 24 horas, quando seu histórico e experiência foram alvo de um pente-fino. Albuquerque teve até reuniões com a Abin.

 

ENERGIA MAIS BARATA

 O Ministério de Minas e Energia afirma que, com a manutenção das atuais condições de chuva, o governo trabalha com a perspectiva de bandeira verde até o fim do ano.

 O anúncio ocorre em meio à crise na Petrobras, causada pela frustração na troca de comando da empresa e num momento de alta da inflação.

 A taxa extra foi criada para cobrir os custos da geração de energia por termelétricas, que são mais caras. Durante a crise hídrica do ano passado, praticamente todo o parque térmico do país foi acionado.

 As bandeiras tarifárias normalmente são definidas pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) e seguem a lógica da previsão de chuvas e o nível dos reservatórios. Essas bandeiras são verde, amarela e vermelha em dois patamares.

 Com a crise do ano passado, o governo decidiu aplicar uma bandeira ainda mais alta, sem passar pela Aneel. Foi uma decisão do Ministério de Minas e Energia para cobrir os custos extras causados pela geração por termelétricas e não tem relação com a Aneel. Por isso, poderia ser revista a qualquer momento, como já defendiam alguns especialistas.

 

BB lança linha de crédito voltada a caminhoneiros autônomos

O Banco do Brasil lança nesta quinta-feira, 7, o programa Antecipa Frente, linha de crédito voltada a caminhoneiros autônomos correntistas que desejem receber antes o valor pago pelo transporte de mercadorias.

O lançamento acontece na sede da instituição com a presença do presidente da República, Jair Bolsonaro (PL), e do ministro da Economia, Paulo Guedes, e vem no momento em que o governo - ciente da capacidade de mobilização dos caminhoneiros em ano eleitoral - busca formas de aliviar custos da categoria, atingida frontalmente pela alta do preço dos combustíveis.

 Fruto de parceria entre empresas transportadoras conveniadas e o BB, a linha de financiamento poderá ser contratada por meio de aplicativo.

 A antecipação será concedida para frete com pagamento programado para os próximos 120 dias e taxas de juros a partir de 1,79% ao mês, conforme o perfil do cliente.

 "Como a antecipação envolve os fretes já contratados, cujo direito será cedido ao Banco, a sua liquidação é realizada pela própria empresa", esclarece o Banco do Brasil, em nota.

 

 

Posted On Quinta, 07 Abril 2022 15:14 Escrito por
Página 8 de 67

Pesquisa

Última edição

o-paralelo-13-edicao-506.jpg

Boletim de notícias

Boletim de notícias

Colunistas

 

Últimas notícias