SEN.EDUARDO GOMES PODE SER CANDIDATO A GOVERNADOR EM 2022. ELEIÇÃO CAMINHA PARA SER PLEBISCITÁRIA

Posted On Quarta, 03 Março 2021 15:23
Avalie este item
(0 votos)

“Nunca ande por trilhas, pois assim só irá até onde outros já foram” 

ALEXANDER GRAHAM BELL

 

Por Edson Rodrigues

 

Em conversas travadas pessoalmente ou por telefone com dezenas de prefeitos, dirigentes partidários e lideranças políticas, empresariais, classistas e religiosas, o nome do senador Eduardo Gomes aparece quase que de forma unânime como o “sonho de consumo” de todos para concorrer ao governo do Estado em 2022.  Líder do governo de Jair Bolsonaro no Congresso Nacional e campeão no carreamento de recursos para os 139 municípios, Gomes aparece como o candidato ideal por seu prestígio junto ao governo federal e por sua capacidade de articulação e liderança política, o único capaz de reunir as mais diversas vertentes políticas em torno de um programa de governo.

 

O desempenho acima da média de Eduardo Gomes no Congresso Nacional, garimpando recursos para obras e, principalmente, para o combate à pandemia de Covid-19, enviando respiradores, UTIs, medicamentos, aparelhos e equipamentos de proteção individual para os profissionais da Saúde, transformou o senador mais votado nas últimas eleições em um consenso entre a maioria dos membros da bancada estadual no Congresso e entre os prefeitos tocantinenses que sonham em ver as habilidades de Gomes à frente do Palácio Araguaia.

 

Essa tendência vem ganhando corpo de forma natural nos bastidores políticos, principalmente nos partidos de oposição ao governo Mauro Carlesse e, nesta semana, começou a deixar de ser um sonho para se transformar em realidade.

 

SEM “ARRUDEIO DE TOCO”

 

Enquanto isso o Palácio Araguaia já tem sua chapa praticamente fechada, com o apoio da maioria dos deputados estaduais, trazendo o vice-governador, Wanderlei Barbosa como candidato ao governo e Mauro Carlesse como candidato ao Senado, com pelo menos uma ou duas candidaturas a deputado federal saindo de deputados estaduais da sua base de apoio.

Resta saber por qual partido Wanderlei Barbosa – que já está, praticamente, em campanha – e o próprio Carlesse serão candidatos.

 

O grupo político com mandatos em andamento que apoia os candidatos do Palácio Araguaia está praticamente fechado e apoia incondicionalmente Wanderlei e Carlesse para o embate do ano que vem.

 

TERCEIRA VIA?

 

Mas, falar em sucessão estadual sem citar aquele que foi o melhor prefeito do Tocantins na última administração, que conseguiu eleger seu sucessor e tem seu filho, hoje, na coordenação da bancada federal do Estado no Congresso Nacional, seria fazer uma análise incompleta.

 

Estamos, claro, falando de Ronaldo Dimes, declaradamente pré-candidato ao governo do Estado há muito tempo e, hoje, em plena pré-campanha.

Dimas é fiel amigo e companheiro de Eduardo Gomes e teve apoio do senador em sua administração em Araguaína, tendo, ele próprio, afirmado à imprensa que estará sempre junto com Eduardo Gomes no processo sucessório estadual.

 

Essa situação da possibilidade dos dois serem candidatos ao governo em 2022, nos traz, pelo menos, uma certeza: a de que estarão juntos, em um mesmo palanque, mas só o tempo – e as articulações políticas – dirá qual dos dois será o candidato, realmente ao governo.

 

Para os dois, todas as possibilidades estão abertas.

 

Pesquisa

Última edição

o-paralelo-13-edicao-504.jpg

Boletim de notícias

Boletim de notícias

Colunistas

 

Últimas notícias