Prefeito Aílton Araújo diz que Kátia Abreu faltou com a verdade e desrespeitou população de Santa Rosa

Posted On Quinta, 15 Outubro 2020 11:06
Avalie este item
(0 votos)

A frente da administração de Santa Rosa do Tocantins, Aílton Araújo fez um balanço de sua gestão, durante entrevista ao O Paralelo 13. Pontuou os avanços em vários setores, destacou o apoio irrestrito da comunidade em prol do desenvolvimento local e comentou sobre a polêmica envolvendo o município e a senadora Kátia Abreu (PP).

 

Da Redação

 

Ao falar do episódio, Ailton Araújo foi enfático. “Mentiu e faltou com o respeito. Ela não conhece Santa Rosa, vem aqui, a cada dois anos, só para pedir votos. Convido a Senadora a nos visitar, saber quem são as pessoas que trabalham pelo desenvolvimento da nossa região. Conhecer a nossa história, a comunidade quilombolas dos kalungas, o povoado Morro São João, a nossa realidade”, disse o prefeito.

 

Ailton Araújo destacou que suas gestões são fundamentadas em transparência. Além do portal que detalha os gastos da prefeitura, é possível ter acesso ao conteúdo impresso. Para ele, é uma grande conquista ter suas contas aprovadas, sem ressaltavas, pelo TCE, TCU e CGE. Neste quarto mandato as contas também estão sendo aprovadas sem retificações.

 

Confira na íntegra a entrevista do prefeito Ailton Araújo.

 

O Paralelo 13 - Prefeito, o senhor está terminando sua administração com chave de ouro. Hoje é considerado um dos melhores gestores na Região. Como o senhor avalia a administração de Ailton Araújo em Santa Rosa?

 

Prefeito- Graças a Deus nossa gestão está equilibrada. Estamos com as contas em dia, não devemos praticamente fornecedor nenhum. Salários em dia, cidade organizada. Vamos concluir esta gestão de forma altiva, cumprindo todos os compromissos que fizemos em campanha, de fazer uma cidade cada vez melhor.

 

O Paralelo 13 - Infraestrutura?

 

Prefeito- Nossa cidade está praticamente asfaltada, faltam algumas ruas aqui no centro e o setor São Gerônimo. Devido a pandemia e posteriormente o período eleitoral, este asfalto ainda não foi feito, mas já temos o convênio no valor de R$1 milhão para executar a obra. Temos hoje, 400 lâmpadas de LED adquiridas com recursos próprios, e nos próximos dias receberemos o senador Eduardo Gomes para inaugurar a obra da travessia urbana da BR-010, que proporcionará segurança e acessibilidade.

Temos sete armazéns de grãos, que gera em média de 40 a 50 empregos diretos, cada um. Produtividade agrícola elevada, rebanho bovino aumentando, estamos confinando gado. O comércio cresceu muito, durante estes mandatos fomos estruturando e agora estamos colhendo o que foi semeado. É possível perceber que o município prospera a passos largos.

 

O Paralelo 13 - Investimentos?

 

Prefeito- Além dos recursos para o asfalto, temos R$2,5 milhões para fazer pontes e bueiros. Sempre preocupamos em estruturar a zona rural e ano sim, ano não, fazemos o patrolamento da malha viária rural, pois são 1.500 Km de estradas e não é fácil recuperar essa quantidade com recursos próprios.

 

O ICMS, arrecadação municipal já está em torno de R$280 mil líquido e a previsão é que no próximo ano, Santa Rosa seja a 20ª cidade em arrecadação de ICMS, isso vai proporcionar uma arrecadação de aproximadamente R$800 mil, mês, o que permitirá que o município ande com as próprias pernas. Estamos caminhando para que Santa Rosa seja referência não só na região, mas em todo o Tocantins.

 

O Paralelo 13  - Transparência?

 

Prefeito- Tudo que fizemos aqui ao longo destas gestões foram divulgados no portal da transparência, e fomos além, aqueles que procuram na prefeitura para saber dos gastos, de um processo, entregamos o material impresso. Diante desta postura adotada fomos premiados três vezes como o município com o portal da transparência mais detalhado, o que avaliza o nosso trabalho e demonstra a responsabilidade em gerir os recursos públicos.

 

O Paralelo 13 - Na pandemia quais foram as medidas adotadas?

 

Prefeito- Logo no início, o que fizemos foi nos informar. O que poderíamos fazer de forma efetiva para melhorar a situação das pessoas. Compramos Equipamentos de Proteção Individual (EPI), para todos os profissionais da saúde. Suspendemos as aulas, restringimos horários no comércio e tudo foi discutido com a população, de modo que compreenderam a importância das medidas tomadas. Distribuímos EPIs para os servidores públicos e para o comércio. Compramos 2.500 testes e testamos em massa. Para as pessoas contaminadas doamos os medicamentos e cestas básicas, de modo que cumprissem o isolamento.  Estas ações seguem de forma contínua, mesmo com a contaminação controlada.

 

O Paralelo 13 -  O episódio com a senadora Kátia Abreu, gostaria que o senhor falasse sobre o episódio. Qual sua resposta sobre esta agressão?

 

Prefeito - A gente fica triste, porque Santa rosa tem a tradição de respeitar as pessoas. Me causou espanto a fala da senadora, pois ela sempre foi votada aqui e chegar sem conhecer a cidade, porque ela não conhece só vem aqui para pedir voto, tentando denegrir o trabalho, a luta diária de uma equipe, ofendendo gratuitamente. Mentiu e faltou com o respeito. Sempre esperei dela recursos para cidade e nestes quase 30 anos de mandato ajudou com recursos pequenos. Destinou para o nosso município R$250 mil em 2020, enquanto o deputado federal Vicentinho Júnior (PL) colocou R$4 milhões. O senador Eduardo Gomes (MDB) que assumiu este ano já arrumou R$1 milhão.

 

Nós distribuímos as cestas básicas que vieram do Estado, nos assentamentos, para os idosos, os participantes do Pro Jovem e do Sopão Solidário. Estes benefícios são entregues pela equipe do CRAS, não conta com minha participação ou da minha esposa. Falar que fazemos proselitismo político, é mentira! Nas minhas gestões o Poder Público trabalha para o povo, independente de questões político-partidárias. Como falar que fazemos patrolamento das estradas com interesses políticos se fiz para todo mundo? Ora, tem que conhecer um pouco.

Convidei a senadora para visitar a comunidade quilombola Morro São João, centenária, oriunda dos povos escravizados. Conhecer Cangas, o trabalho que desenvolvemos lá, pois temos unidade de saúde, ginásio de esportes, antena para celular, asfalto. Nós temos coisas para mostrar, venha conhecer! Não pode chegar na cidade e porque fulano falou ela acredita? O senador Eduardo Gomes, por exemplo, depois que foi eleito já veio aqui umas cinco ou seis vezes. É isso que queremos, que as pessoas que foram eleitas em nosso município, retribuam essa confiança com trabalho para que Santa Rosa continue neste processo de crescimento. Agora ouve quem não deve e as consequências disso é leviandade. Venha aqui senadora, conheça nosso esforço para melhorar. Para falar é preciso conhecer, e Kátia Abreu não conhece.

 

O Paralelo 13 -  O Governo do Estado tem investido no município?

 

Prefeito - O governador fez o compromisso de até o final do seu mandato construir a ponte Apinajé e a ponte entre o Morro São João e Ipueiras. Esta obra é muito importante para integrar as regiões, o escoamento da produção agrícola e contribuirá com a consolidação econômica. A gente quer o desenvolvimento regional, se os municípios vizinhos se desenvolvem, isso é bom para todos.

 

O Paralelo 13 -  O que o senhor diria ao próximo gestor de Santa Rosa do Tocantins?

 

Prefeito -  Que ame a sua comunidade. Quando você ama o lugar que trabalha, tende a administrar melhor os recursos. Faça um planejamento, veja o fluxo de caixa, enumere as prioridades. Escolha secretários e assessores que tenham competência, mas também que pensam como você. Que sejam honestos, sinceros e estejam comprometidos em administrar o recurso público para gerar desenvolvimento, que resolvam os problemas de forma coerente. Espero que o próximo gestor tenha de fato boas intenções com o nosso município.

 

 

Pesquisa

Última edição

o-paralelo-13-edicao-504.jpg

Boletim de notícias

Boletim de notícias

Colunistas

 

Últimas notícias