COLUNA FIQUE POR DENTRO

Posted On Quarta, 09 Setembro 2020 05:06
Avalie este item
(0 votos)

EDUARDO GOMES VAI PERCORRER O ESTADO DURANTE A CAMPANHA

Com uma agenda repleta, com várias matérias de interesse da União, o líder do governo Jair Bolsonaro no Congresso Nacional, senador Eduardo Gomes, vem concentrando esforços para  “limpar a pauta” e, a partir do próximo dia 15 de setembro estar no Tocantins para visitar os amigos e iniciar um “giro” pelo interior, levando seu apoio a vários candidatos, como forma de retribuição aos que o apoiaram na sua eleição como o senador mais bem votado na história política do Estado.

Como recebeu apoio de vários partidos, Eduardo Gomes já sabe quais serão os seus candidatos em cada município:  serão os candidatos apoiados por seus companheiros e amigos, repetindo a união de forças que fez dele a mais importante liderança política tocantinense.

Seu apoio é a garantia de muitos recursos para cada município onde haja um amigo seu.

 

MDB SE REUNE NESTA MANHÃ, EM PALMAS

A Executiva Estadual do MDB tocantinense se reúne nesta manhã para decidir, em colegiado, sobre a intervenção no diretório municipal de Gurupi.

No período da tarde a reunião servirá para oficializar o retorno do presidente estadual da legenda, Marcelo Miranda, que se encontrava afastado do cargo desde a sua prisão, que durou mais de 150 dias, após a Justiça Federal se julgar incapaz de decidir sobre o caso, transferindo a responsabilidade do processo para a Justiça Eleitoral do Estado do Tocantins.

Ao se afastar, Miranda abriu espaço para que o deputado estadual Nilton Franco assumisse o posto.

 

COMO FICA O MDB EM PALMAS

Com o retorno de Marcelo Miranda ao comando do partido, as hostes do MDB estão em polvorosa em relação ao que pode mudar.  Terá o MDB candidato a prefeito em Palmas ou irá coligar com algum pré-candidato de outro partido?

Os mais aflitos são os pré-candidatos a vereador, alguns deles postulando a reeleição, que esperam que os principais líderes do partido, juntamente com eles, sejam chamados para tomar as decisões em colegiado e que a vontade da maioria seja respeitada.

É o momento em que todos devem “calçar as sandálias da humildade” para que seja evitado um racha que terminará em um “assassinato em série” das candidaturas.

 

PTB PORTUENSE HOMOLOGARA OTONIEL COMO CANDIDATO A PREFEITO

O PTB de Porto Nacional irá homologar o nome de Otoniel Andrade como candidato a prefeito da Capital da Cultura Tocantinense, juntamente com seu candidato a vice-prefeito e os candidatos a vereador, assim como anunciará as coligações majoritárias.

Líder em todas as pesquisas de intenção de voto, Otoniel ainda guarda para a convenção o anúncio do apoio de vários congressistas e deputados estaduais à sua candidatura.

Esses apoios irão garantir dezenas de emendas impositivas para Porto Nacional durante os quatro anos de mandato, caso Otoniel seja eleito, criando condições para que a cidade volte a crescer.

 

FUNDO PARTIDÁRIO CONCENTRADO NAS CAPITAIS

Os candidatos a prefeito no interior do Estado, em siglas que têm candidato a prefeito na Capital devem ser muito comedidos com as previsões de gastos de campanha. 

No momento, as atenções estão voltadas para as candidaturas a prefeito e vereador na Capital, Palmas, o maior colégio eleitoral do Estado, com mais de 180 mil eleitores.

É bom não contar com muita coisa vida dos partidos para as candidaturas do interior.

 

APÓS GOVERNADOR DO RIO, HÁ MAIS QUATRO NA FILA DO STJ

Ao decidir por 14 votos a 1 pela manutenção do afastamento do governador do estado do Rio de Janeiro, Wilson Witzel (PSC), por 160 dias, o STJ dá uma pista sobre a forma com que vai tratar os casos suspeitos de devio de verbas destinadas ao combate à pandemia de Covid-19.

Segundo uma fonte da Suprema Corte, outros quatro governadores estão ”na fila” para serem afastados pelo mesmo período e pelo mesmo motivo. A fonte só não adiantou os nomes desses “ameaçados”.

As operações investigações autorizadas pela Justiça acerca desses governadores já se encontram nas mãos dos membros do STJ, garantiu nossa fonte.

 

PALMAS DEVERÁ TER SETE CANDIDATOS A PREFEITOS

Apoiadores das candidaturas a prefeito de vários segmentos partidários temem que, caso seja mesmo confirmada, a participação de sete candidatos a prefeito no pleito de 15 de novembro próximo, a configuração da eleição irá ajudar a prefeita Cínthia Ribeiro a conseguir sua reeleição.

Além da divisão dos votos oposicionistas, a prefeita chegará à eleição turbinada com os índices de intenção de votos apontados nas pesquisas, principalmente nos últimos quinze dias que antecedem a eleição.

Os debates e as atuações das campanhas podem, também, influenciar o eleitor na hora do voto.  Até agora os números revelam que ninguém pode se considerar eleito – nem derrotado.  As abstenções podem decidir a eleição e surpresas ainda podem acontecer.

 

SUCESSÃO MUNICIPAL DE ARAGUAÍNA

Segundo fontes ouvidas pelo Paralelo 13, a candidatura a vice-prefeito do vereador Marcos Marcelo (PL) (foto) como vice-prefeito na chapa de Wagner Rodrigues (SD) caminha para um entendimento entre as cúpulas estaduais dos dois partidos.

Nossa fonte garante que as conversações estão adiantadas e tudo deve estar OK até o próximo dia 15 de setembro ou até antes.

Araguaína é o segundo maior colégio eleitoral do Tocantins e o prefeito, Ronaldo Dimas, considerado um dos melhores do Estado, estando em segundo mandato e com o maior índice de aprovação popular entre os 139 municípios tocantinenses, após transformar a cidade no maior canteiro de obras da Região Norte do Brasil.

 

ESTRATÉGIA SECRETA

O MDB de Araguaína guardou a sete chaves o nome a ser anunciado como candidato pelo partido a prefeito de Araguaína, mas o segredo acabou na noite desta terça-feira (8), quando o deputado estadual Elenil da Penha foi confirmado como o candidato a prefeito.

O nome de Elenil pegou a todos de surpresa, já que o mais cotado para a vaga era o também deputado Federal Jorge Frederico.

Frederico disse que a decisão foi de consenso e que não foi surpresa para ele.

Elenil, amigo pessoal do prefeito, Ronaldo Dimas, disse que jamais comporia uma chapa com o candidato do prefeito, Wagner Rodrigues.

A estratégia secreta do MDB abalou os bastidores políticos da cidade e pode ter muitos efeitos colaterais.  É aguardar para ver!

 

VOTO, SÓ COM MÁSCARA

O plano sanitário para o dia das eleições apresentado na tarde desta terça-feira, 8, pelo presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Luís Roberto Barroso, prevê que o eleitor deve obrigatoriamente usar máscara sobre o nariz e a boca para ter acesso ao seu local de votação.

Elaborado com auxílio dos médicos David Uip, do hospital Sírio-Libanês, Luís Fernando Aranha Camargo, do hospital Albert Einstein, e Marília Santini, da Fundação Fiocruz, o plano prevê ainda procedimentos a serem adotados por mesários. As eleições de 2020 contarão com mais de 2 milhões de mesários e apoiadores - considerando quatro mesários por seção eleitoral - e 148 milhões de eleitores. De acordo com o TSE, cada seção tem 435 eleitores em média, que representa um pequeno aumento em relação ao pleito anterior, em razão de o Tribunal não ter conseguido concluir a licitação de novas urnas eletrônicas.

Barroso afirmou que o TSE está contando com um alto volume de mesários voluntários e que os mesários que forem eventualmente convocados e pertencentes a grupos de risco terão a opção de não participar. "Estamos contanto com uma ampla adesão dos mesários que não pertencem a grupos de risco", disse Barroso. De acordo com o presidente do TSE, graças à campanha realizada com o médico Drauzio Varella, os Estados do Rio de Janeiro, Paraná, Pernambuco e Tocantins já registraram mais que o dobro de voluntários de 2016. São Paulo também registrou aumento.

 

INFLAÇÃO DOS ALIMENTOS

O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta terça-feira que o governo estuda medidas, por meios dos ministério da Economia e da Agricultura, para dar uma resposta à disparada nos preços de alimentos nos mercados, mas descartou qualquer tipo de tabelamento e reiterou que tem feito um apelo aos empresários do setor para que diminuam a margem de lucro.

"Tenho apelado para eles (donos de supermercados), ninguém vai usar caneta Bic para tabelar nada, não existe tabelamento, mas estou pedindo a eles que o lucro desses produtos essenciais no supermercado seja próximo de zero", disse Bolsonaro em evento no Planalto transmitido pelas redes sociais do presidente. 

Bolsonaro citou especificamente altas no preço do arroz e do óleo de soja, e disse esperar uma normalização a partir da colheita da próxima safra, em janeiro e dezembro.

Enquanto isso, afirmou, o governo está estudando medidas. "Sei que outras medidas estão sendo tomadas pelo ministro da Economia, bem como pela ministra Teresa Cristina (da Agricultura) para nós embasarmos então a resposta a esses preços que dispararam nos supermercados", afirmou, sem dar detalhes.

Pesquisa

Última edição

o-paralelo-13-edicao-504.jpg

Boletim de notícias

Boletim de notícias

Colunistas

 

Últimas notícias