COLUNA FIQUE POR DENTRO

Posted On Quinta, 03 Setembro 2020 15:35
Avalie este item
(0 votos)

NOVA PONTE DE PORTO NACIONAL: DE SONHO A REALIDADE

O governador Mauro Carlesse, dentro de poucos dias, deverá vir a Porto Nacional dar a ordem de serviço para a construção da nova ponte sobre o Rio Tocantins, em Porto Nacional.

O STN acaba de dar sinal verde ao governo do Estado, para efetivar o empréstimo de 150 milhões de reais junto ao Banco Regional de Brasília – BRB.

Essa é a notícia que todos os cidadãos tocantinenses, principalmente os nascidos em Porto Nacional.  A movimentação da economia será imediata, entes mesmo do início das obras, reanimando os comerciantes, empresários, produtores rurais e outros ramos de atividade.

A notícia só não é boa para o prefeito de Porto Nacional, Joaquim Maia e aliados que, como adversários de Mauro Carlesse, fizeram circular um vídeo nas redes sociais, desacreditando a palavra e a promessa do governador Mauro Carlesse junto à população portuense.

 

EX-SENADOR ATAIDES “PASSANDO A RÉGUA”

O senador Ataídes Oliveira, é pré-candidato a prefeito de Palmas pelo PP, da também senadora Kátia Abreu, sem nenhum apoio de outros partidos, vereadores ou deputados estaduais.

Ataídes deverá “passar a régua” em seu prestígio pessoal para manter seu nome no páreo e irá medir o tamanho e o peso do seu patrimônio político com o resultado que obtiver nas eleições de novembro próximo.

O pré-candidato do PP deverá apresentar sua chapa de vereadores e os apoios que conseguiu, assim como as lideranças que apoiam a sua pretensão eleitora, a começar pela ex-ministra da Agricultura e senadora, Kátia Abreu, presidente estadual do PP.

Aguardemos!!

 

CARLESSE “PAZ E AMOR”, MENOS EM GURUPI

O governador Mauro Carlesse deve manter um comportamento “light” nos principais colégios eleitorais do Estado, menos em Gurupi.

Em seu berço político, Carlesse deve declarar apoio à ex-deputada federal Josi Nunes, que deve enfrentar o escolhido pelo prefeito Laurez Moreira, Gutierre Torquato.

Carlesse deve arcar com os bônus e, se for o caso, o ônus, desse posicionamento.

 

CANDIDATIRA A VICE NEGOCIADA EM PALMAS

 

Um dos pré-candidatos a prefeito em Palmas pode estar negociando na “bolsa de valores da picaretagem” o posto de vice-prefeito na sua chapa.

Segundo informações, são mais de oito milhões de reais em jogo.

O Paralelo 13 está de olho e, até o dia 16 de setembro, poderemos dar nome ao “felizardo”, que corre o risco de pagar e não levar.

Estamos de olho!

 

CALDEIRÃO SUCESSÓRIO FERVE NO INTERIOR

Há praticamente duas semanas para findar o prazo legal para a realização das convenções partidárias que vão escolher os candidatos a prefeito e vereador e as coligações majoritárias nos municípios do interior do Tocantins.

A escolha dos nomes para vice-prefeito está sendo discutida nos bastidores, em longas reuniões, para evitar nomes que possam comprometer as chapas.

A ideia é evitar ao máximo os “gotas de creolina” que sozinhos, contaminam toda a nominata e até os candidatos a prefeito.

 

 CANDIDATOS A VICE-PREFEITO EM PORTO: SEGREDO DE ESTADO

Os três candidatos a prefeito em Porto Nacional estão guardando a sete chaves os nomes de seus vices.

Joaquim Maia, Otoniel Andrade e Ronivom Maciel usam a mesma frase quando questionados a respeito: “estamos ajustando a escolha entre três nomes”.  A intenção clara é evitar o desgaste.

“Preferimos não comentar sobre nomes”.  Completam os três.

Segundo as especulações nas bolsas de aposta, pelo menos 20 nomes estão no páreo para as três vagas.

 

SUCESSÃO EM PORTO NÃO SEM INTERFERENCIA

Tanto a classe política como os eleitores de Porto Nacional não aceitam, muito menos concordam, com a interferência de líderes estaduais no processo sucessório visando o dia 15 de novembro.

Para os portuenses, a disputa é local, independente do candidato ter ou não ter apoio do Palácio Araguaia ou de parlamentares e congressistas.

O diferencial da política em Porto Nacional, é que os três candidatos a prefeito e os candidatos a vereador são sempre vistos nas igrejas, nas feiras, batendo papo descontraidamente e se cumprimentando entre si.

Afinal, estamos em Porto Nacional, onde todo mundo conhece todo mundo e, praticamente, somos todos parentes em algum grau.

Pais, irmãos, tios de um candidato ou são amigos ou parentes dos outros candidatos, criando um clima em que, quando acaba o período político, todos voltam a ser amigos.  Por esse motivo, está dado o recado: a sucessão municipal, em Porto Nacional, é resolvida em casa, pela família portuense.

Fica o recado!

 

PRÉ-CANDIDATURA DE DAMASO NÃO DECOLOU

O empresário e deputado federal Osires Damaso é uma das reservas morais da classe política tocantinense, tendo sido deputado estadual por várias legislaturas e presidente da Assembleia Legislativa, além de manter sua reputação intacta, sem manchas políticas, é um empresário bem-sucedido e homem pública de palavra.

Apesar de todos esses pré-requisitos, Damaso não conseguiu “combustível” suficiente para fazer sua pré-candidatura decolar.  O deputado federal é filiado a uma sigla do baixo clero da política nacional, que lhe proporcionará um tempo mínimo no horário gratuito de Rádio e TV e que não acrescenta peso político à sua pretensão.

Por ter anunciado sua pretensão de surpresa, o nobre deputado e, até agora, pré-candidato a prefeito de Palmas, foi muito tímido e, desde quando lançou seu nome, apesar de ser um bom nome, não conseguiu atrair a atenção de outras forças políticas que poderiam contribuir para aumentar seu tempo de propaganda eleitoral gratuita.

Sem horário político, sem fundo partidário robusto, sem coligações com outros bons partidos, tudo fica mais difícil para que Osires Damaso alcance algum êxito.

Apesar de a política não ser uma ciência exata, a pré-candidatura de Damaso já pode ser considerada “carta fora do baralho”.

Última modificação em Quinta, 03 Setembro 2020 15:54

Pesquisa

Última edição

o-paralelo-13-edicao-504.jpg

Boletim de notícias

Boletim de notícias

Colunistas

 

Últimas notícias