SUCESSÃO ESTADUAL 2O22

Posted On Segunda, 16 Mai 2022 06:15
Avalie este item
(0 votos)

Iniciamos uma semana de muitas reuniões, que decidirão os rumos das candidaturas majoritárias no Tocantins. Um passo em falso pode significar o fim de um caminho que ainda nem começou de verdade.

 

Por Edson Rodrigues

 

Repetimos: esta semana será decisiva. Uma mexida errada no tabuleiro do jogo político agora pode ser fatal para qualquer uma das pré candidaturas majoritárias colocadas na mesa até o momento.

 

O OBSERVATORIO POLITICO de O PARALELO 13 vem acompanhando atentamente nos bastidores da política tocantinense os vários movimentos por parte dos pré candidato  a governador e a senador. Como sempre, corre no boca a boca muitas conversas sem pé nem cabeça  (coisas de política interiorana, especialmente nas regiões Norte e Nordeste do país).

 

O que temos de concreto mesmo é um desencontro na base de apoio de Wanderlei Barbosa, onde os deputados estaduais deixam claro uma forte rejeição à candidatura à reeleição da senadora Kátia Abreu na mesma chapa do governador, também candidato à reeleição.

 

Há poucos dias a mídia tocantinense divulgou a possibilidade de os senadores Irajá Abreu e Kátia Abreu, participarem de uma chapa tendo o deputado federal Osires Damaso como candidato a governador e a senadora à reeleição. No entanto, a senadora Kátia Abreu publicou uma nota em que reafirma seu compromisso com a candidatura de Wanderley Barbosa.

O governador Wanderlei Barbosa ladeado pelos senadores Irajá Abreu e Kátia Abreu

 

Também corre nos bastidores da política do Tocantins que um porta-voz da deputada federal Professora Dorinha iniciou conversações com o Palácio Araguaia no sentido de uma dobradinha tendo o governador na cabeça de chapa e a deputada como candidata ao Senado.

 

Pelo andar da carruagem, as duas situações não passam de especulação política. O que o OBSERVATORIO POLITICO apurou é que nos próximos dias haverá uma importante reunião do pré candidato a governador Ronaldo Dimas com a pré candidata a senadora Professora Dorinha e o senador Eduardo Gomes, idealizador e apoiador das duas candidaturas.

 

Ronaldo Dimas, Professora Dorinha Seabra e Eduardo Gomes

 

Quanto ao governador Wanderley Barbosa, divide seu tempo com o lançamento,  entrega de obras e reuniões políticas no Estado, sempre em companhia de deputados estaduais de sua base política.  É de se notar a ausência da senadora Kátia Abreu ao lado do governador, inclusive na abertura oficial da maior feira agrotecnológica do Tocantins, a Agrotins.

 

PISANDO EM OVOS

 

Todos os candidatos a governador e ao Senado precisam ter muito cuidado com o que falam e com quem andam. Mudanças de time de uma hora para outra precisa ser calculada milimetricamente. Qualquer passo em falso pode tornar sem efeito todo trabalho feito até agora. O jogo de verdade ainda nem começou. Esta é uma semana decisiva e qualquer erro pode levar à desclassificação antes da largada.

 

Até agosto chegar, e com ele as convenções partidárias, é preciso ouvir mais e falar menos.

 

Pesquisa

Última edição

o-paralelo-13-edicao-506.jpg

Boletim de notícias

Boletim de notícias

Colunistas

 

Últimas notícias