Secretaria da Saúde vistoria adequação dos leitos de UTI do Hospital Regional de Porto Nacional

Posted On Quinta, 30 Setembro 2021 06:28
Avalie este item
(0 votos)

Espaços devem ser adaptados para atender os fluxos de pacientes intensivos convencionais

 

Por Aldenes Lima

 

Uma equipe técnica da Secretaria de Estado da Saúde (SES) esteve nesta quarta-feira, 29, no Hospital Regional de Porto Nacional (HRPN) para uma avaliação dos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI), que antes atendiam pacientes acometidos pela Covid-19 e agora serão transformados em UTIs convencionais.

 

 

Os leitos que tinham sido montados em caráter emergencial, em decorrência da urgência que a pandemia pelo novo Coronavírus exigia, dispensavam - com autorização do Ministério da Saúde (MS), algumas exigências e normas. “Amanhã uma equipe da Engenharia da Secretaria e da Vigilância Sanitária virão fazer uma vistoria, para que os espaços sejam adequados às normas das RDCs 007 e 050 e assim, possamos buscar o credenciamento destes leitos, junto ao Ministério da Saúde”, explicou a superintendente de Unidades Próprias da SES, Elaine Sanches.

 

O secretário executivo da SES, Quesede Ayres Henrique Campos esteve no local e falou sobre as mudanças. “Estamos conferindo a estrutura e os equipamentos já instalados e, verificando junto com as áreas técnicas competentes, o que exatamente precisa ser feito, para que estes leitos voltem a funcionar o mais rápido possível e, assim, garantir a continuidade dos cuidados intensivos para a população de Porto Nacional e toda região”, afirmou.

 

As adequações enfatizadas pela superintendente e pelo secretário executivo fazem parte das Resoluções da Diretoria Colegiada (RDCs) 007 e 050, as quais dispõem sobre os requisitos mínimos para funcionamento de Unidades de Terapia Intensiva e sobre o regulamento técnico para planejamento, programação, elaboração e avaliação de projetos físicos de estabelecimentos assistenciais de saúde, respectivamente.

 

Leitos de UTI de Porto Nacional recebem equipamentos de volta

 

Após a adaptação, os leitos devem passar por vistorias da Vigilância Sanitária, Corpo de Bombeiros, Conselho Regional de Medicina (CRM) e do Ministério da Saúde, responsável pelo credenciamento.

 

 

 

Pesquisa

Última edição

o-paralelo-13-edicao-504.png

Boletim de notícias

Boletim de notícias

Colunistas

 

Últimas notícias