PSL de Carlesse pode desidratar partidos aliados

Posted On Segunda, 12 Abril 2021 04:57
Avalie este item
(0 votos)

O governador Mauro Carlesse chega ao PSL como presidente da Comissão Provisória da legenda no Estado

 

Por Edson Rodrigues

 

Aparentemente uma jogada de mestre, dentro do previsto, o que fortalecerá a Sigla e pode torná-la uma das mais fortes no parlamento tocantinense, com a possível adesão de vários deputados. A migração de Sigla é permitida por lei durante a abertura da janela. Sabe-se que várias lideranças municipais acompanhará o governador na adesão ao PSL. Reeleito, Mauro Carlesse trabalha para disputar em 2022 a única vaga disponível para o Senado Federal. Além dele, nomes conhecidos trabalham para ocupar vaga na Câmara dos Deputados e na Assembleia Legislativa.

 

Neste cenário, a “jogada” do governador e da deputada estadual Vanda Monteiro desidratará sem sombra de dúvidas os partidos aliados, levando em conta que a partir de agora é cada um por si e Deus para todos. O fim das coligações favorece os partidos que tiverem os melhores puxadores de voto, pois a eles a chance de fazer mais deputados estaduais e federais e neste quesito o PSL tem vantagem de sobra, dentre elas abundância do Horário Eleitoral gratuito de rádio e TV e uma das maiores fatias do Fundo Eleitoral de Campanha Eleitoral.

 

Todas as articulações vindas do Palácio Araguaia são focadas na candidatura de Mauro Carlesse ao Senado e isso deixa mais do que claro que atualmente o Palácio não discute candidatura de governador. Trabalham estratégias para fazer uma grande bancada de deputados estaduais e federais focando no fortalecimento das candidaturas, já que a Sigla do Governador tem milhões para viabilizar política e financeiramente tais disputas.

 

Quanto aos parlamentares candidatos à reeleição, dirigentes partidários, é o momento de se articularem nos próximos 170 dias para costurarem acordos, pactos, novas filiações para o enfrentamento das eleições em 2022. Quem não plantar, e logo, dificilmente colherá em mandato nas próximas eleições.

 

Pesquisa

Última edição

o-paralelo-13-edicao-504.png

Boletim de notícias

Boletim de notícias

Colunistas

 

Últimas notícias