Naturatins e PrevFogo-TO levam 4,2 mil mudas de espécies do Cerrado a áreas indígenas

Posted On Sexta, 19 Novembro 2021 04:34
Avalie este item
(0 votos)
Cerca de 4,2 mil mudas de espécies nativas do Cerrado vão contribuir com a recomposição da vegetação em áreas indígenas_Naturatins Cerca de 4,2 mil mudas de espécies nativas do Cerrado vão contribuir com a recomposição da vegetação em áreas indígenas_Naturatins

As mudas de espécies nativas do Cerrado foram destinadas a áreas das comunidades indígenas Javaés e Xerente do Tocantins para recuperação de vegetações impactadas

 

Por Cleide Veloso

 

Nesta quinta-feira, 18, o Instituto Natureza do Tocantins (Naturatins) em parceria com a equipe do Centro Nacional de Prevenção e Combate aos Incêndios Florestais (PrevFogo) do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Renováveis no Tocantins (Ibama/TO) levam 4,2 mil mudas de espécies nativas do Cerrado para áreas de comunidades indígenas do Estado. A mudas produzidas para distribuição é uma ação que faz parte do programa Restaura-TO, lançado pelo Governo do Tocantins.

 

A equipe do Parque Estadual do Lajeado (PEL), junto com a brigada do PrevFogo-Ibama preparou as cargas de mudas de espécies nativas do Cerrado, que vão contribuir com a recomposição da vegetação em áreas impactadas no período de estiagem ou degradadas por ação antrópica. E de acordo com informação da equipe PrevFogo-Ibama/TO, metade das mudas estão sendo destinadas para recuperação de áreas impactadas por incêndios florestais nas aldeias Javaés da Ilha do Bananal e a outra metade, encaminhada para a brigada Indígena Xerente na aldeia Cachoeirinha, no município de Tocantínia, região central do Estado.

 

"Neste ano realizamos a coleta de sementes, mas com a mudança de local, o nosso viveiro de mudas está em construção. Com a parceria do Naturatins, metade das mudas cedidas serão utilizadas no projeto de alargamento da mata ciliar de áreas de nascentes, localizadas no centro da terra indígena Xerente”, conta Pedro Paulo Xerente, supervisor de brigada do PrevFogo-Ibama/TO, que complementa.

 

“O objetivo do alargamento é garantir a continuidade da água que tem um importante papel para a garantia hídrica de diversas comunidades, que são beneficiadas pela nascente do córrego Piabainha, próximo da Base da brigada. A outra metade vai atender as ações de recuperação de áreas nas aldeias Javaés da Ilha do Bananal”, esclarece Pedro Paulo Xerente.

 

“A doação de mudas para o Ibama faz parte do trabalho da brigada porque além da prevenção, reuniões para definir o calendário, realização de queimas prescritas e combate aos incêndios, as equipes também atuam na restauração da vegetação nativa, após os incêndios florestais. Então, esse momento da doação de mudas agora, é o momento da restauração, avaliar o impacto e começar corrigir com essas mudas”, pontua Warley Rodrigues, diretor de Biodiversidade e Áreas Protegidas do Naturatins.

 

“Nós estamos nessa parceria com o Ibama-Tocantins, através da brigada do Prev-Fogo, para eles plantarem de acordo com a estratégia e a necessidade que eles têm de recuperar os passivos ambientais nas áreas indígenas. Todo esse trabalho que está sendo feito pela brigada compõe o escopo do programa Restaura-TO, que é o programa de restauração florestal lançado pelo Governo do Estado. A partir daí vem essas ações de implantação de viveiro, de plantio e doação de mudas”, conclui Warley Rodrigues.

 

Distribuição de mudas

 

A distribuição de mais de 58 mil mudas de espécies nativas do Cerrado acontece de 17 a 26 de novembro e estará atendendo a solicitação das prefeituras municipais com até 250 exemplares e as pessoas físicas até o limite de 50 unidades.

 

A solicitação deverá ser registrada através do e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. e o responsável terá o prazo de cinco dias úteis, para retirar por conta própria seus pedidos diretamente no viveiro do Parque Estadual do Lajeado (PEL). Após o prazo, a autorização para retirada de mudas do viveiro expira. Serão entregues mudas de espécies variadas, não sendo permitido fazer escolhas.

 

Vanessa Braz Carneiro, gerente de suporte ao Desenvolvimento Socioeconômico do Naturatins reitera que a ação também será estendida para o atendimento de produtores rurais do entorno do Parque do Lajeado. “Um levantamento de áreas degradadas no entorno da Unidade de Conservação foi realizado pela gerência do Parque. E nós vamos oferecer mudas aos proprietários dessas áreas, para incentivar a recomposição da vegetação nativa”, afirma a gerente.

 

A produção e distribuição das mudas é um trabalho dos agentes ambientais e servidores do Parque do Lajeado, da Área de Proteção Ambiental Serra do Lajeado (APA Serra do Lajeado) e da Área de Proteção Ambiental do Lago de Palmas (APA Lago de Palmas). E no primeiro dia de distribuição também foram entregues mudas para os servidores do Naturatins, na sede do Instituto, bem como para integrantes das escolas municipais Beatriz Rodrigues da Silva e Monteiro Lobato, na Capital.

 

Pesquisa

Última edição

o-paralelo-13-edicao-505.jpg

Boletim de notícias

Boletim de notícias

Colunistas

 

Últimas notícias