CANDIDATURA DO DEDÉ SOFRE ATAQUES DE FAKE NEWS E COLIGAÇÃO ACIONA POLÍCIA CIVIL E JUSTIÇA ELEITORAL

Posted On Quarta, 04 Novembro 2020 04:58
Avalie este item
(0 votos)

“Uma eleição é feita para corrigir o erro da eleição anterior, mesmo que o agrave”

 

 CARLOS DRUMMOND DE ANDRADE

 

Por Edson Rodrigues

 

Walder Gomes, o popular Dedé, candidato a prefeito em Abreulândia, deu entrada nesta terça-feira (3), em um boletim de ocorrência junto à Polícia Civil, contra, pelo menos quatro, pessoas que estão divulgando uma postagem pelo aplicativo Whatsapp, contendo uma suposta conversa entre ele e seu advogado, altamente prejudicial ás suas pretensões de se eleger prefeito da cidade.

 

No Boletim de Ocorrência nº 186/2020, consta denúncia de “crime cibernético”, onde são nominadas quatro pessoas que estariam fazendo a divulgação do que é classificado com Fake News, crime de denunciação caluniosa com finalidade eleitoral, previsto na lei nº 13.834/2019, e é tipificado como a conduta de “dar causa à instauração de investigação policial, de processo judicial, de investigação administrativa, de inquérito civil ou ação de improbidade administrativa, atribuindo a alguém a prática de crime ou ato infracional de que o sabe inocente, com finalidade eleitoral”.

 

 

 

Segundo o artigo 339 do Código Penal, a denunciação caluniosa simples é crime contra a administração da justiça, e pode ser punida com até oito anos de prisão e multa. Além disso, caso o MPF ofereça a denúncia e a Justiça condene os denunciados, após o trânsito em julgado, todos os citados, inclusive se houver comprovação, os adversários políticos que seriam beneficiados com a Fake News, terão os direitos políticos suspensos e, pela lei da Ficha Limpa, caso condenados em segunda instância, ficarão inelegíveis.

 

DESESPERO

O próprio Dedé acredita que essa seja uma ação de seus adversários políticos, que não conseguem se aproximar de seus índices de intenção de votos nas pesquisas eleitorais, que o colocam como favorito no próximo dia 15.

 

Dedé foi taxativo ao afirmar que suas propostas desenvolvimentistas, com ações voltadas para o Social, a Infraestrutura, a Saúde e a Educação, sempre com a inclusão das mulheres, dos jovens, dos homens do campo e dos idosos nas prioridades, conseguiram cativar as famílias da cidade e provocar a ira de seus adversários.

 

Segundo ele, sua candidatura é suprapartidária, de união de forças e não será abalada por Fake News.

 

Na peça investigatória consta que a postagem mostra uma suposta conversa entre Dedé e seu advogado, com características diferentes dos aparelhos celulares do dois, denotando uma montagem, inclusive, a operadora de telefonia celular que aparece no suposto diálogo não tem “sinal” na cidade e nem é a em que estão registrados os números nem de Dedé nem de seu advogado, comprovando o dolo, a má fé e a fraude.

 

Todo esperto deve saber que sempre há alguém mais esperto que ele. Fica a dica!

 

 

 

Última modificação em Quarta, 04 Novembro 2020 06:04

Pesquisa

Última edição

o-paralelo-13-edicao-504.jpg

Boletim de notícias

Boletim de notícias

Colunistas

 

Últimas notícias