MPTO apura suposta ocorrência de violação às regras sanitárias em show

Posted On Terça, 13 Julho 2021 07:04
Avalie este item
(0 votos)

A gravação foi na fazenda Terra Prometida, na zona rural da cidade, onde a família mora. A apuração do caso está sob responsabilidade da 7ª Promotoria de Justiça de Porto Nacional

 

Com Assessoria

 

O Ministério Público do Tocantins (MPTO), por meio da 7ª Promotoria de Justiça de Porto Nacional, instaurou nesta segunda-feira, 12, procedimento para apurar as circunstâncias da realização de um show sertanejo da dupla Henrique e Juliano, ocorrido no último sábado, 11, na zona rural de Porto Nacional. As imagens mostram centenas de pessoas aglomeradas em aparente violação às regras sanitárias.

 

O Município de Porto Nacional foi oficiado a informar se houve concessão de alvará ou de qualquer outra espécie de autorização para a realização do evento; em caso de resposta positiva, se houve estudo para verificar a viabilidade do evento sem risco à saúde pública, bem como as providências tomadas no local para minimizar eventuais riscos de contágio da Covid-19.

 

Além disso, a 7ª Promotoria de Justiça de Porto Nacional requereu informações sobre a realização de fiscalização por parte do poder público, devendo ser comunicado se houve alguma violação sanitária no local e as eventuais providências adotadas contra os organizadores do evento.

 

O promotor de Justiça Luiz Antônio Francisco Pinto salienta a evidente aglomeração de pessoas no local e considera que, independentemente de ter havido autorização da prefeitura, as condições do show caracterizam violação de regras sanitárias. “Há um esforço hercúleo dos poderes públicos e da sociedade civil para diminuir as consequências da Covid-19 e não é razoável supor que fiquem impunes pessoas que supostamente colocam em risco a saúde pública, mormente quando a motivação é o mero interesse econômico”.

 

O que diz a assessoria de Henrique e Juliano

Respeitando o decreto publicado em Porto Nacional, onde se permite apresentações artísticas e gravações de acordo com a capacidade do espaço físico, considerando que o local que a gravação ocorreu em espaço aberto.

 

Todos os convidados e profissionais foram testados. Alguns testes foram feitos na chegada, outros num convênio com laboratório local. A entrada só foi permitida perante a apresentação do resultado.

 

O local estava sinalizado indicando distanciamento e avisos de uso de máscara, além de quantidade suficiente de álcool em gel para atender a demanda dos presentes. Vale ressaltar que foi feita uma vistoria prévia pela vigilância sanitária.

 

Lembrando que Henrique e Juliano sempre respeitaram o momento em que o mundo vive. Estão isolados na fazenda desde o anúncio da pandemia e fizeram somente uma live.

 

 

Pesquisa

Última edição

o-paralelo-13-edicao-505.jpg

Boletim de notícias

Boletim de notícias

Colunistas

 

Últimas notícias