Governo do Tocantins realiza cursos de capacitação em panificação em Aguiarnópolis e Darcinópolis

Posted On Segunda, 22 Novembro 2021 13:40
Avalie este item
(0 votos)
A previsão é atender cerca de 4 mil pessoas, em todos os núcleos, capacitando-os para o mercado de trabalho A previsão é atender cerca de 4 mil pessoas, em todos os núcleos, capacitando-os para o mercado de trabalho Foto: Carlessandro Souza

As capacitações fazem parte do Projeto Fornada com Talento, com recursos oriundos do Fundo de Combate e Erradicação da Pobreza - Fecoep

 

Por Eliane Tenório

 

Com propostas de capacitar trabalhadores no setor de panificação e inclusão no mercado de trabalho, o Governo do Tocantins, por meio da Secretaria do Trabalho e Desenvolvimento Social (Setas), realiza, entre os dias 23 de novembro e 04 de dezembro, os cursos de inclusão produtiva nos Centros de Referência de Assistência Social (Cras), municipais de Aguiarnópolis e Darcinópolis.

 

As capacitações fazem parte do Projeto Fornada com Talento, com recursos oriundos do Fundo de Combate e Erradicação da Pobreza - Fecoep. Os alunos recebem aulas de como fazer pães, bolos e bolachas, entre outros produtos.

 

Em Aguiarnópolis, a capacitação tem início nesta terça-feira, 23, e segue até sábado, 27. Já em Darcinópolis, a qualificação profissional ocorre entre os dias 29 de novembro até 04 de dezembro.

 

Em 2019, o Governo do Estado capacitou cerca de 3,5 mil pessoas, em 52 municípios do Tocantins, com cursos nas áreas de panificação, beleza e artesanato 

 

“São 20 vagas, para cada município, sendo que as inscrições para Darcinópois podem ser feitas no Cras municipal da cidade, na segunda-feira, 29. Para o curso de Aguiarnópolis as vagas foram preenchidas e as inscrições encerradas. O curso dá direito a certificado”, informa a técnica da Setas, Raimunda Araújo Santos”.

 

Segundo o gerente de Inclusão Produtiva da Setas, Raimundo Gonçalves, o Projeto Fornada de Talentos tem duas vertentes na área de Segurança Alimentar e Nutricional, na Política Pública Estadual de Economia Solidária. Na primeira, a intenção é atender à demanda no setor de panificação por pessoas capacitadas. Na segunda vertente, o foco está na responsabilidade social, já que o projeto contemplará, principalmente, as famílias vulneráveis cadastradas nos Cras municipais.

 

Em 2019, antes da pandemia, o Governo do Estado, por meio da Setas, capacitou cerca de 3,5 mil pessoas, em 52 municípios do Tocantins, com cursos nas áreas de panificação, beleza e artesanato. De acordo com a Pasta, 60% dos alunos do projeto conseguem inserção no mercado de trabalho, após a finalização dos cursos.

 

O titular da Setas, José Messias de Araújo, destacou que, ao retornar com as atividades presencias, a meta é superar o número de pessoas atendidas em 2019. “Nossa equipe é capacitada para atender a população dos 139 municípios. Com a diminuição da pandemia e a reestruturação do projeto, a previsão é atender cerca de 4 mil pessoas, em todos os núcleos, capacitando-os para o mercado de trabalho”, destaca.

 

Cursos de Inclusão Produtiva

 

Os cursos de inclusão produtiva buscam gerar trabalho e renda de maneira estável e digna para as populações em situação de pobreza ou vulnerabilidade social. A ideia é facilitar a superação de processos de exclusão social, por meio do empreendedorismo e da empregabilidade.

 

Pesquisa

Última edição

o-paralelo-13-edicao-505.jpg

Boletim de notícias

Boletim de notícias

Colunistas

 

Últimas notícias