Governador Wanderlei Barbosa anuncia programa ‘Mesa Farta’ que irá beneficiar 8 mil famílias da agricultura familiar

Posted On Terça, 09 Novembro 2021 05:58
Avalie este item
(0 votos)

O programa será voltado para os pequenos produtores rurais que foram impactados com a pandemia da covid-19

 

Por Laiane Vilanova

 

O governador em exercício do Estado do Tocantins, Wanderlei Barbosa, anunciou a prefeitos, secretários de agricultura municipais e produtores rurais, na tarde desta segunda-feira, 8, as diretrizes do programa Mesa Farta que tem como objetivo apoiar pequenos produtores rurais que foram impactados com a pandemia da covid-19. O programa será articulado e coordenado pela Secretaria de Estado da Agricultura, Pecuária e Aquicultura (Seagro).

 

O programa prevê a distribuição de 2,2 toneladas de sementes de milho, arroz e feijão, para plantio, a agricultores familiares em todos os 139 municípios do Estado, beneficiando cerca de 8 mil famílias com perfis de produção agrícola.

 

O governador Wanderlei Barbosa destacou que o desejo da Gestão é o de transformar o cenário de insegurança alimentar causado pela pandemia e, ao mesmo tempo, promover a geração de renda para essas famílias. “Nós, enquanto Governo, temos que ter esse cuidado de ajudar que esses pequenos produtores prosperem. A nossa orientação é que todos os produtores sejam beneficiados com esse programa voltado para o crescimento da agricultura familiar”, destacou.

 

O titular da Seagro, secretário, Jaime Café, reforçou que o programa Mesa Farta levará comida à mesa dos tocantinenses. “Estamos entregando sementes e insumos que são itens essenciais da cesta básica, que é o arroz e o feijão; e o milho que o produtor usa para alimentar suas galinhas e porcos, que hoje está tão caro para o produtor comprar. Então este programa que estamos apresentando hoje levará comida para a mesa do tocantinense”, ressaltou.

 

A aquisição das sementes foi realizada com recursos do Fundo Estadual de Combate e Erradicação à Pobreza (Fecoep).

 

Sobre o Programa

 

O programa Mesa Farta contará com a integração dos trabalhos dos técnicos do Instituto Rural do Tocantins (Ruraltins), das organizações e sindicatos de produtores rurais. Os beneficiários prioritários deste projeto serão agricultores familiares do Estado do Tocantins que se enquadram nas diretrizes da Política Nacional da Agricultura Familiar e Empreendimentos Familiares Rurais, Lei nº 11.326, de 24 de julho de 2006.

 

O secretário executivo de Estado da Agricultura, Adenauex Santana, explicou que a parceria das Secretarias Municipais de Agricultura será de grande importância para o sucesso do programa. “Todo o projeto para ter o resultado esperado precisa de parcerias e é isso que faremos agora. Será celebrado um termo de cooperação técnica com os municípios no qual o secretário municipal de agricultura e o prefeito assumem a responsabilidade de ajudar a identificar e distribuir essas sementes”, pontuou.

 

A partir desta terça-feira, 9, as sementes já poderão ser retiradas na Secretaria de Estado da Agricultura, localizada em Palmas. Para evitar aglomerações, a Seagro orienta que os secretários de Agricultura façam o agendamento da retirada das sementes pelo email: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. ou pelo telefone: 63 3218-7603.

 

Para a retirada das sementes, o gestor municipal precisará apresentar o termo de cooperação técnica assinado pelo prefeito do município.

 

Assistência Técnica

 

O presidente do Ruraltins, Fabiano Miranda, que também participou do evento, destacou que a equipe técnica da instituição estará a postos para colaborar com esse projeto. "O Ruraltins dará apoio no que for preciso, todos os produtores que procurarem o Instituto poderão fazer uma análise do solo com custo zero, nossos técnicos já foram capacitados e agora é produzir”, finalizou.

 

Participações

 

O secretário de Agricultura Familiar e Cooperativismo do Ministério da Agricultura (Mapa), César Halum, participou de maneira remota do evento e ressaltou a importância do programa. “Esse é um programa que restabelece a dignidade do cidadão no campo. É um dos programas mais importantes de combate à pobreza no campo, de combate à fome. A semente ela é importante porque cada quilo de semente plantada, em média nós temos 60 quilos de alimentos produzidos. Isso é um fator extremamente importante”, destacou.

 

O presidente da Associação Tocantinense de Municípios (ATM) e prefeito de Talismã, Diogo Borges, também participou da apresentação e parabenizou a Gestão pela iniciativa. “Esse programa não poderia acontecer em melhor hora, todos os prefeitos estão confiantes que esse programa poderá levar renda para a nossa gente nos assentamentos, chácaras e tenho certeza que nós teremos um grande projeto e a ATM se coloca à disposição para colaborar neste programa”, finalizou.

 

Pesquisa

Última edição

o-paralelo-13-edicao-505.jpg

Boletim de notícias

Boletim de notícias

Colunistas

 

Últimas notícias