Fachin diz que pode haver reviravolta em decisão que beneficiou Lula

Posted On Domingo, 12 Setembro 2021 05:50
Avalie este item
(0 votos)

“No dia 14, os onze ministros vão decidir”, declarou o ministro

 

Por Jornal de Brasília

 

O ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), disse que a decisão da corte que decretou a parcialidade do ex-juiz Sergio Moro e beneficiou o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva pode ser revista.

 

“Não seria inusual o plenário derrubar o entendimento da turma. Portanto, no dia 14, os onze ministros vão decidir se o fato de o relator ter declarado a incompetência de Moro para julgar Lula em Curitiba invalida toda e qualquer deliberação que tenha sido tomada depois pela turma”, declarou Fachin, à revista Veja.

 

“Nada disso é muito incomum. O tribunal com sua composição máxima vai decidir se houve perda de objeto ou não. Se decidir que houve, a suspeição de Moro fica sem efeito”, prosseguiu o ministro.

 

Fachin também explicou porque decidiu anular a competência de Moro nos processos de Lula. “

 

Desde que os recursos contra a Lava-Jato chegaram, a maioria dos ministros no Supremo foi reduzindo a competência da 13ª Vara Federal de Curitiba. Não poderia ser um juízo universal. Deveria focar em Petrobras.”

 

“Não posso contrariar para sempre o tribunal. Por isso, anulei os processos de Lula. Compreendo que a decisão tenha causado surpresa, mas não é a chuva de um dia que rompe a represa.”

 

Edson Fachin, ministro do STF

 

Tem alguma coisa muito estranha nisso tudo, e por certo é gravíssima.

 

Que forças ou motivações seriam essas, para que de um dia para o outro todos os Ministros do STF começassem a rever seus atos e repensar suas convicções ???

 

Agora vem a questão principal !!!

Se há coisa tão grave que possa causar esse reposicionamento tão repentino, essa pronta restauração da consciência moral e legal dolosamente esquecida por esses irresponsáveis Deuses do Olimpo que despudoradamente subverteram a ordem democrática e instauraram a insegurança jurídica, me pergunto: "porquê adiar o tiro de misericórdia" ???

 

Que lógica tem deixar a víbora viva, quando acuada e sem qualquer chance de defesa.

 

Tenho pra mim, que todos esses enlaces somente serão desvelados daqui há algumas décadas, como é comum em nossa

 

Pesquisa

Última edição

o-paralelo-13-edicao-504.png

Boletim de notícias

Boletim de notícias

Colunistas

 

Últimas notícias