Agenda do Governador incluiu vistoria nas obras da TO-255 e entrega de ambulâncias e máquinas pesadas em Monte do Carmo

 

Por Jarbas Coutinho

 

Como parte da agenda de trabalho desta terça-feira, 18, o governador em exercício do Tocantins, Wanderlei Barbosa, acompanhado do presidente da Agência Tocantinense de Transportes e Obras (Ageto), Márcio Pinheiro, vistoriou as obras da ponte de Porto Nacional, que dá acesso à cidade e à capital, Palmas. A ponte está sendo construída na TO-255 e terá 1.488 metros de extensão, sendo 1.088 de armação de concreto e 400 metros de aterro.

 

 

Governador Wanderlei Barbosa classificou a obra da construção da ponte de Porto Nacional como estratégica para o desenvolvimento e vital para o escoamento da produção de toda a região 

 

A ponte constitui a maior obra de infraestrutura em andamento no Estado e uma das maiores da região Norte do país. A obra gera emprego e renda para as famílias, uma vez que a maioria das vagas são destinadas aos moradores de Porto Nacional, o que proporciona o aquecimento da economia local.

 

O governador Wanderlei Barbosa classificou a obra como estratégica para o desenvolvimento e vital para o escoamento da produção de toda a região. "É uma obra estratégica para o Tocantins e uma prioridade da nossa gestão. Vamos concentrar esforços para dar celeridade às obras e podermos concluí-la o mais rápido possível para melhorar a mobilidade social e o escoamento da produção de toda essa região, que atualmente está sendo realizada por meio de balsas", disse.

 

 

Governador Wanderlei Barbosa, acompanhado de comitiva, entregou máquinas pesadas e ambulância em Monte do Carmo 

 

O presidente da Ageto, Marcio Pinheiro, afirmou que 35% da obra já foi executada. "A expectativa é chegarmos a 80% até o final do ano e inauguramos no primeiro semestre de 2023", reforçou.

 

Na atual fase da obra, a empresa contratada está executando o bloco do P-12. O projeto prevê a construção de 22 pilares, sendo que 16 deles possuem fundações submersas. Também estão sendo implantadas as treliças metálicas para lançamento das vigas no sentido Porto Nacional/Distrito de Pinheirópolis.

 

No canteiro de obras da empresa estão em fase de construção 90 vigas de 43 metros, altura equivalente a um prédio de 15 andares e 120 toneladas. Dentre elas, 45 já estão prontas.

 

Simultaneamente à construção dos pilares, ocorrerá o lançamento das vigas que farão parte da superestrutura da ponte.

 

Rodovia TO-255

O governador Wanderlei Barbosa também acompanhou de perto a execução das obras de reconstrução do trecho da Rodovia TO-255, entre Monte do Carmo e Ponte Alta do Tocantins, que está em fase final. A rodovia é um dos principais acessos ao Jalapão.

 

O Governador reafirmou o compromisso de dotar o Estado de rodovias em boas condições de trafegabilidade. "O que queremos é isso, recuperar a malha asfáltica das rodovias em todo o Estado para proporcionar mais segurança aos usuários e facilitar o escoamento da produção”, destacou.

 

O presidente da Ageto, Márcio Pinheiro, explicou que as obras da rodovia estão em fase final e serão concluídas o mais rápido possível. "Falta apenas a sinalização horizontal e vertical", completou.

 

O trecho conta com 90 km e as obras estão sendo executadas com recursos na ordem de R$ 28 milhões oriundos do Banco Mundial, por meio do Programa de Desenvolvimento Regional Integrado e Sustentável (PDRIS) na modalidade restauração.

 

Em Monte do Carmo o Governador entregou a reforma e ampliação do Hospital Municipal de pequeno porte da cidade, além de ambulâncias e máquinas pesadas.

 

Já em Ponte Alta do Tocantins, o governador Wanderlei Barbosa visitou o prédio onde será instalada a 8ª Residência Rodoviária da Ageto, que ficará responsável, exclusivamente, pela malha viária da região do Jalapão. O prédio foi cedido ao Governo do Estado pela prefeitura da cidade.

 

Presenças

 

Acompanharam o governador o presidente da Assembleia Legislativa, Antonio Andrade, a senadora Kátia Abreu, o prefeito de Porto Nacional, Ronivon Parente, deputados estaduais, secretários de Estado e outros auxiliares do Governo.

 

Posted On Quarta, 19 Janeiro 2022 06:51 Escrito por

Para um governo sério não existe diferença de cor, credo, condições sociais e muito menos siglas partidárias, mas apenas a vontade ajudar a quem precisa

 

 Da Redação

 

Governo do estado, forças armadas e demais poderes, além da comunidade e voluntários de todo o Tocantins mostram a importância da fraternidade e do ‘dar as mãos’ em um momento de solidariedade entre os irmãos tocantinenses, onde não existe diferença de cor, credo, condições sociais e muito menos politicagem.

 

Mas esta solidariedade precisa contar com mais adesões da sociedade, dos empresários, dirigente de entidades classistas e também dos nossos líderes religiosos. O momento exige de todos nós um olhar aos nossos irmãos tocantinenses, impactados pelas fortes chuvas e que se encontram desalojados. Estes nossos irmãos precisam de amparos colchões, roupas, alimentos e calor humano.

 

 

 

Nesse sentido o governador Wanderley Barbosa e o secretário estadual do Trabalho e Desenvolvimento Social (Setas), José Messias, estão empenhados em ajudar a população impactada pelas enchentes, provocadas pelas fortes chuvas dos últimos dias. Todos os esforços estão sendo empreendidos para dar o suporte necessário, tanto à população indígena quanto aos ribeirinhos desabrigados.

 

Buscando apoio federal

 

Preocupado com a situação das centenas de famílias impactadas pelas enchentes, o secretário José Messias não para. Recentemente reuniu-se, em ambiente virtual, com o Secretário Nacional de Assistência Social do Ministério da Cidadania, André Rodrigues Veras, para discutirem ações que poderão ser desenvolvidas, em conjunto, para atender os mais necessitados.

 

Sabemos do comprometimento do gestor da Setas e do governo estadual e é notório que não medirão esforços para atender essas pessoas que passam por dificuldade. A busca por apoio junto ao Governo Federal é importante porque fortalece as ações e possibilita mais celeridade no atendimento à população impactada. José Messias está ciente que a situação é momentânea, mas pode se perpetuar por mais algum tempo, já que a temporada de cheia dos rios prossegue em nosso estado até o mês de março.

 

A atuação da Setas, sob o comando do competente secretario José Messias e seus auxiliares, tem sido muito importante nessa ajuda humanitária aos impactados pelas enchentes e já estava se preparando com planejamento ordenado, porém não com tamanha envergadura.

 

 

Operação Enchente

 

Uma força-tarefa foi instituída, ainda em dezembro de 2021, para levar suporte, apoiar e socorrer as vítimas das inundações que estão ocorrendo em vários municípios do Estado. Quatro equipes de bombeiros prestam assistência aos municípios da região do Bico do Papagaio para reforçar os trabalhos na região.

 

A ação é coordenada pelo Corpo de Bombeiros e tem como integrantes, as Secretarias de Estado do Trabalho e Desenvolvimento Social (Setas), da Infraestrutura, Cidades e Habitação (Seinf), da Governadoria (Segov), da Saúde (SES), do Planejamento e Orçamento (Seplan), da Procuradoria-Geral do Estado (PGE), da Agência de Fomento do Estado do Tocantins (Fomento) e Instituto de Desenvolvimento Rural do Estado do Tocantins (Ruraltins).

 

 

Benefícios eventuais

 

O repasse do recurso destinado ao cofinanciamento dos benefícios eventuais, antecipados pelo governo, para 39 municípios em situação de emergência, será utilizado pelos municípios para atender as famílias em situação de vulnerabilidade social com auxílio funeral, auxílio natalidade, auxílio por vulnerabilidade temporária e calamidade pública, devido ao período de calamidade pública, em decorrência da pandemia da covid19.  Repasse de R$ 11,7 milhões referentes aos anos de 2020, 2021,2022, para cumprir as normativas referentes ao cofinanciamento dos benefícios eventuais, destinados aos 139 municípios do estado. Destes, 114 já receberam o repasse até o mês de dezembro referentes aos anos de 2020 e 2021, valor total do repasse e de  R$ 6,3 milhões.

 

 

Mais ajuda

 

Desde o dia 28/12/21 até hoje (13.01.22) foram entregues aproximadamente 21 mil kits com um total 285 toneladas de alimentos para a população dos 39 municípios impactados pelas enchentes. Trabalho feito com a pareceria e prestação de contas da Secretaria do Trabalho e Desenvolvimento Social (Setas), CRAS dos municípios. A ajuda se estende ainda a mais 42 municípios impactados também da pandemia da Covid-19, com equipes indo de casa em casa, em propriedades isoladas para levar alimentos à mesa de cada cidadão em situação de vulnerabilidade social: seja impactado pela pandemia ou pelas enchentes.

 

 

Força-tarefa também no enfrentamento à Covid-19

 

E por falar em pandemia, o  governador interino, Wanderlei Barbosa, conseguiu nesta quarta-feira, 12 reunir o Comitê Estadual de Enfrentamento à Pandemia do Coronavírus, para alinhamento e monitoramento das ações de prevenção e combate ao vírus. A reunião foi convocada devido à alta dos casos de contaminação da covid-19 e a previsão de retorno às aulas, no próximo dia 1° de fevereiro.

 

O Comitê é composto pelas seguintes instituições: Secretarias de Estado da Saúde, da Comunicação e da Educação, Juventude e Esportes; Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Tocantins (CBMTO); Polícia Militar do Estado do Tocantins (PMTO); Assembleia Legislativa; Tribunal de Justiça (TJ); Ministério Público Estadual (MPTO); Tribunal de Contas do Estado (TCE); Defensoria Pública do Estado do Tocantins (DPE); Ministério Público Federal (MPF-TO); Polícia Federal; Polícia Rodoviária Federal; Marinha do Brasil - Capitania Fluvial Araguaia Tocantins; Exército Brasileiro - 22° Batalhão da Infantaria Tocantins e Infraero.

 

Sombra com chapéu alheio

 

Os políticos aproveitadores, que fazem, ou que pensam em fazer palanque com ações governamentais serão duramente criticados pelo O Paralelo13. Nesta semana, o nosso Observatório Político de O Paralelo13 já começou a registrar imagens de vídeos publicados nas redes sociais de certos políticos inescrupulosos, se aproveitando das situações de vulnerabilidade das famílias desabrigadas, impactadas pelas enchentes. Eles exibem suas imagens com cestas básicas compradas com recursos públicos, oriundos dos impostos caríssimos recolhidos pelo contribuinte tocantinense. O pior de tudo é que estão usando tais imagens como publicidade pessoal, fazendo uso de uma politicagem que fede podre, em estado de decomposição.

 

 

 

Independentemente de quem seja e de que lado esteja, governistas e oposicionistas, não iremos poupar. No momento certo iremos estampar a imagens destes canalhas, que não respeitam os nossos irmãos em Jesus Cristo, que neste momento de dor e dificuldades choram a perda de entes queridos e ainda têm que ver suas imagens servindo como pano de fundo para promoções publicitárias nas redes sociais de quem busca se perpetuar no poder.

 

O paralelo13 não se prevaricarás, muito menos será omisso e/ou conivente com tanta patifaria. Nos aguardem que saberemos a hora exata de expor estes inescrupulosos políticos que precisam ser banidos da vida pública do Estado do Tocantins.

 

Posted On Sexta, 14 Janeiro 2022 06:36 Escrito por

Este ano temos a mais importante das responsabilidades de todo cidadão, que é a de eleger novos governantes para o nosso país e para o nosso Estado. Para mudarmos a realidade em que atualmente vivemos, precisamos eleger candidatos éticos e, principalmente, comprometidos com o povo e com aqueles que mais precisam.          

 

Por Edson Rodrigues

 

Nós, eleitores, temos o dever de votar com consciência naqueles que vão nos representar próximos quatro anos – oito anos no caso do novo senador.

 

Seu voto pode fazer a diferença, então pense bem, pesquise e vote de forma responsável. A política é um tema de responsabilidade de todos os cidadãos e os candidatos eleitos são os responsáveis por elaborar e executar as leis que interferem diretamente na vida de todos. Votar é exercer cidadania, mas mais do que isso é determinar o futuro de nós todos.

 

 

Estão em jogo uma vaga para governador, uma para senador, oito para deputado federal e 24 para deputados estaduais.  Muitos dos que estarão colocando seus nomes para a avaliação dos eleitores já estão exercendo mandatos e buscam a continuidade no poder.  Já outros, estão se aventurando pela primeira vez em uma corrida eleitoral, em busca de um primeiro mandato.  Há, também, ex-prefeitos, ex-vereadores e ex-deputados tentando voltar á vida pública, por isso, é muito importante que o eleitor saiba tomar todos os cuidados necessários na hora de formular seu voto.

 

Todos, sem exceção, desde os que estão em mandatos quantos os que já estiveram em cargos eletivos, até o que estão tentando pela primeira vez, devem ter seus passados investigados pelo eleitor. Qualquer um deles pode ser um “lobo em pele de cordeiro”, que passam uma imagem de honestidade e retidão, mas que estão de bocas abertas, prontos para “mamar nas tetas” do poder, pensando apenas em si mesmo e esquecendo o povo pelos próximos quatro anos.

Alguns ex-alguma coisa estão tentando se eleger depois de deixarem seus últimos mandatos com problemas na Justiça comum, no Ministério Público, nos Tribunais de Contas do Estado e/ou da União apenas para garantir o foro privilegiado e dificultar ou protelar seus julgamentos em primeira instância, usando as brechas jurídicas para escapar das garras dessa mesma Justiça. Outros, que tentam um primeiro mandato, estão o fazendo espelhados em nomes que usaram a política para enriquecer e vão tentar usar o seu voto para isso.

 

EXEMPLOS PASSADOS E PRESENTES

 

Nunca é tarde para lembrar aos eleitores tocantinenses que, infelizmente, nosso Estado é um dos campeões nacionais em termos de corrupção, com desembargadores afastados ou aposentados compulsoriamente, por venda de sentenças e outros atos desprovidos de honestidade e ética, governadores cassados, presos, prefeitos com contas pendentes,  empresas laranjas, funcionários fantasmas e todos os demais componentes que identificam a lama da corrupção.

 

 

Nos próximos 146 dias, esses dados tristes tendem a ganhar mais elementos e exemplos, pois as investigações das operações da Polícia Federal em andamento, ainda não cessaram e, assim que terminarem as férias forenses, segundo nossas fontes, em Brasília, os Judiciários Nacional e Estadual estarão determinando mais buscas e apreensões, seqüestro e bloqueio de bens e até prisões.

 

SEM DESCULPAS

 

Diante desse quadro triste, um dos protagonistas, senão o principal, de todo processo eleitoral, pode mudar essa triste realidade de corrupção que engloba o Tocantins.  Estamos falando exatamente de você, eleitor, que com seu voto será o grande Juiz de todo esse contexto.  Serão vocês quem darão o veredicto para cada um dos candidatos, seja à reeleição, seja à uma primeira eleição.

 

Esperamos que cada eleitor pense no seu presente e no futuro de seus filhos, avalie se está satisfeito com a Saúde Pública, com as estradas tocantinenses, com a Educação Pública, com a Segurança.  Caso a resposta seja “não”, a mudança está em suas mãos!

 

Os cidadãos tocantinenses não têm desculpas para alegar desinformação na hora que eleger “lobos em pele de cordeiro”.  O Tocantins é um dos Estados brasileiros com mais número de veículos de comunicação por habitante, 99% deles com acesso gratuito.  São blogs, sites, portais de notícias, jornais e revistas impressos, emissoras de Rádio e TV, todos fornecendo informações sobre cada um dos candidatos.

 

É claro que sempre há “maçãs podres”, veículos de comunicação que trabalham em favor deste ou daquele candidato – e em favor da desinformação -, mas são muito poucos e o puxa-saquismo é evidente e salta aos olhos do eleitor.

 

 

Os eleitores devem buscar informações nos veículos tradicionais, que já estão no mercado há muitos anos e que têm um nome a zelar, checar informações recebidas nas redes sociais, sem fontes citadas ou de forma anônima, desconfiar de tudo o que parece escandaloso demais ou benevolente demais.

 

O caminho é simples: recebeu no seu “zap” que “tal político fez isso ou aquilo”, vá nos veículos de comunicação sérios e pesquise se a informação confere. Se não houver nada que corresponda àquela informação que você recebeu no “zap”, ela é Fake News.  Além de descartar a informação, não a replique e, se possível explique a quem a mandou que não concorda com esse tipo de atitude.

 

Sugestões de como escolher o candidato:

 

-Procure saber se o seu candidato é capacitado e honesto. Conheça a história de vida e o passado político dele;

 

-Conheça o Programa de Governo do seu candidato. Saiba como pensa e o que ele pretende fazer depois de eleito;

 

-Procure saber se é apoiado por pessoas honestas e de confiança;

 

-Mantenha-se bem informado sobre as questões que envolvem a política, tanto em relação aos que já desempenham mandato eletivo quanto aos que se apresentam publicamente para disputar um cargo pela primeira vez;

 

-Votar sem reflexão prévia e sem cuidado pode custar caro para o futuro do nosso país e do nosso Estado, pois será necessário esperar mais quatro anos por outra oportunidade de trocar o representante.

 

Para finalizar este nosso alerta, reafirmamos o compromisso de O Paralelo 13, como um dos veículos de comunicação mais antigos do Tocantins, em continuar com nossa linha editorial destemida, ética, respeitosa às instituições e, principalmente, tendo o cidadão como principal preocupação.

 

Nossos dirigentes e colaboradores sempre mantiveram um relacionamento responsável, amistoso e colaborativo com todos os profissionais da imprensa e, com muita honra, somos fundadores da Associação dos Veículos de Comunicação do Estado do Tocantins, AVECOM, dirigida pelo sério e competente Marcio Rocha.

 

Ao fim deste editorial, deixamos uma música que, não importa a qual tendência política se presta, traz verdades duras e reais sobre o processo político e suscita uma reflexão aos nossos eleitores, que definirão o futuro no nosso Tocantins pelos próximos quatro anos.

 

Boa sorte aos Brasil e aos brasileiros.  Ao Tocantins e aos tocantinenses!

 

Família O Paralelo 13.

 

 

Posted On Terça, 11 Janeiro 2022 06:04 Escrito por

O senador Eduardo Gomes, líder do governo Jair Bolsonaro no Congresso Nacional, foi convencido a aceitar o chamamento da maioria dos prefeitos, vereadores, lideranças políticas, empresariais, estudantis e religiosas, para ser candidato a governador em outubro próximo.

 

Por Edson Rodrigues

 

Neste momento, o senador encontra-se em Brasília, tratando de assegurar mais recursos para os 139 municípios e para o governo do Estado.

 

 

 

No apagara das luzes de 2021, Gomes (foto) já havia conseguido garantir a inclusão dos 139 municípios tocantinenses no Programa Calha Norte, após audiência pessoal com o presidente Bolsonaro, com a chancela de 30 milhões de reais oriundos de emenda impositiva própria, para a compra de maquinário e a realização de obras.

 

Gomes, também, vem garimpando uma série de outros recursos federais a serem anunciados em breve aos prefeitos.

Encontro do Programa Calha Norte com os prefeitos do Tocantins, em Palmas.
General Ubiratan Poty, deputado Carlos Gaguim, governador Wanderlei Barbosa, prefeito Diogo Borges, senador Eduardo Gomes e deputada Professora Dorinha

 

É certo afirmar que todos saem ganhando com a participação de Eduardo Gomes no pleito, postulando a vaga de governador.  Os 139 municípios, os empresários, a população em geral e os principais líderes políticos regionais já sabem e conhecem a forma de trabalhar de Gomes, sem olhar cor partidária e sempre baseada nas necessidades que precisam ser sanadas.

 

INTELIGENTE E HABILIDOSO

 

Apesar de ser um dos políticos mais respeitados no cenário nacional, graças à sua inteligência e habilidade na articulação política, Eduardo Gomes continua a ser a mesma pessoa humilde e educada que todos os tocantinenses conhecem, um líder que orienta, conduz, promove o diálogo, a harmonia e uma convivência sem atritos até com o o mais arraigado dos seus adversários.  Uma pessoa simples, do povo.

 

Senador Eduardo Gomes e Marcelo Andrade, presidente da Codevasf

 

É esse Eduardo Gomes que mantém trânsito livre em todos os corredores do Planalto e dos ministérios, uma convivência de respeito e admiração mútuos com as principais lideranças políticas nacionais e que utiliza suas habilidades para colocar o povo tocantinense sempre à frente de suas ações e aspirações, e é respeitado por sua dedicação ao seu Estado e por cumprir os acordos que fecha em favor da governabilidade do País.

 

Eduardo Gomes é considerado inteligente e habilidoso por todas as lideranças políticas nacionais, fato que o levou a ter o reconhecimento do Congresso Nacional e do Governo Federal, dos ministros, dos chefes das Forças Armadas e dos principais grupos empresariais que alavancam o PIB brasileiro.

 

TOCANTINS COMO PRIORIDADE

Senador Eduardo Gomes e general Ubiratan Poty, diretor-geral do Programa Calha Norte

 

Caso eleito governador do Tocantins, Eduardo Gomes, continuará com todas as portas abertas no governo federal em busca de melhorias para o Tocantins, com totais condições de continuar a oxigenar os cofres tanto dos municípios como do Estado, com uma atuação administrativa diferente de todas as que o Tocantins já testemunhou, com prestígio em todas as instituições financeiras nacionais, como BNDES, banco do Brasil, Caixa Econômica Federal, BASA, além das internacionais, proporcionando investimento nas empresas e indústrias baseadas no Estado, proporcionando a geração de milhares de postos de trabalho a serem preenchidos por cidadãos tocantinenses, trazendo os cursos do Sistema S para capacitar nossos jovens.

Senador Eduardo Gomes e Tarcísio Freitas, ministro da Infraestrutura

 

O senador Eduardo Gomes já deu demonstrações mais que suficientes da sua capacidade de articular e realizar nesses seus três anos de mandato, não havendo um só dos 139 municípios tocantinenses que não tenham recebido benefícios vindos diretamente de suas ações.

 

Senador Eduardo Gomes e Rogério Marinho, ministro do Desenvolvimento Regional

 

Só a capital, Palmas, viu chegar um avião da Força Aérea Brasileira lotado com leitos de UTI, aparelhos, equipamentos e insumos hospitalares no auge da pandemia de Covid-19, assim como milhões de reais, com o mesmo objetivo, foram parar nos cofres dos 139 municípios, o que ajudou a salvar milhares de vidas dos nossos irmãos tocantinenses.

 

CAMPANHA LIMPA

A presença de Eduardo Gomes como um dos candidatos ao governo do Estado garante, pelo menos, uma campanha limpa, sem agressões a adversários e sem denuncismo barato, uma vez que o senador fez a sua campanha para o Senado no mais alto nível possível e assim chegou à vitória como o mais votado para o cargo.

 

Dos atuais postulantes ao cargo de governador, Eduardo Gomes jamais falou uma vírgula contra.  Pelo contrário, sempre manteve diálogo e cooperação abertos com o governador em exercício Wanderlei Barbosa, a quem continua auxiliando na oxigenação dos cofres estaduais, e mantém uma amizade de mais de 33 anos de vida pública, inclusive elogiando seus dois meses de governo e abrindo portas em Brasília para facilitar o acesso aos recursos federais.

 

Com Paulo Mourão, outro candidato preparadíssimo, com passagens pela Câmara Federal e Assembleia legislativa, empresário bem sucedido e intelectual político, também há uma amizade sincera e sem mágoas.

 

De Ronaldo Dimas foi um dos maiores carreadores de recursos federais para sua gestão em Araguaína, assim como fez com Laurez Moreira, em Gurupi, ajudando suas adminisrações a serem notadas, reconhecidas e elogiadas.

 

Pois é exatamente essa forma de agir de Eduardo Gomes que garantirá uma campanha eleitoral de alto nível, pois, simplesmente, não há o que os demais candidatos possam falar contra o senador, pois este foi um dos responsáveis para que os demais tivessem condições de postular o cargo de governador.

 

Até o presente momento, esses são os candidatos declarados ao governo do Estado para as eleições de outubro próximo.  Dessa forma, podemos esperar uma campanha limpa, com propostas e idéias em lugar de baixarias e acusações infundadas, além de debates em alto nível e excelentes peças no Horário Eleitoral Gratuito de Rádio e TV.

 

Agora, sim, o Tocantins pode ter uma campanha eleitoral digna da hombridade dos seus eleitores e da sua população.

 

O Estado só tem a ganhar!!

 

DIRETO DA FONTE

 

WANDERLEI BARBOSA DÁ INÍCIO À FORMAÇÃO DE SEU GRUPO POLÍTICO

O governador em exercício, Wanderlei Barbosa, deve dar os primeiros passos para a formação do seu grupo políticos, dirigentes partidários e pré-candidatos a deputado federal e estadual e a senador.

 

O candidato a vice-governador em sua chapa deve sair de articulações políticas já em andamento.

 

Os próximos 80 dias, que antecedem ao dia dois de abril, última data para filiação de quem pretende concorrer nas eleições de outubro, serão cruciais para todas as definições, inclusive, sobre por qual partido Wanderlei concorrerá à reeleição.

 

FEDERAÇÃO PARTIDARIA

A bancada federal do PSB, em Brasília, já chancelou a intenção de formar uma Federação Partidária que envolve o PT e outros partidos de esquerda, incluindo o PV.

 

Desta forma, sofrerão reflexos no Tocantins o ex-prefeito de Palmas, Carlos Amastha, o ex-deputado estadual Marcelo Lélis e sua esposa, deputada Cláudia Lélis – que, por sinal, tem uma ligação política de irmandade com o governador Wanderlei Barbosa, terão que definir seus futuros políticos em breve.

 

Ou seguem as direções nacionais dos seus partidos ou seguem o governador Wanderlei Barbosa.

 

O tempo dirá!

 

IMPEACHMENT NO ACRE

A Assembleia Legislativa do Acre recebeu um novo pedido de impeachment do governador Gladson Cameli (PP). A investida tem como fundamento as investigações da Operação Ptolomeu, que fez buscas contra ele no mês passado e tornou públicas suspeitas de desvios na Saúde e na Infraestrutura.

 

O pedido foi apresentado pelo policial civil Leandro Costa, que é pré-candidato ao Senado pelo Cidadania. Cabe ao presidente da Assembleia Legislativa, Nicolau Júnior (PP), aprovar ou arquivar o requerimento. Correligionário do governador, o deputado chegou a divulgar uma nota de apoio após a operação da Polícia Federal, dizendo acreditar na inocência de Cameli.

 

 

KASSAB BATE O PÉ EM SÃO PAULO

O presidente nacional do PSD, Gilberto Kassab, descartou qualquer possibilidade de seu partido apoiar a candidatura do ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, para o governo de São Paulo. Aliados do ministro e políticos bolsonaristas vinham tentando fazer essa aproximação, mas Kassab disse que "é zero a chance de isso acontecer".

 

"Não há chance de apoiá-lo porque vamos ter candidato próprio à Presidência e o Tarcísio está com o Bolsonaro", afirmou o presidente do PSD.

 

Posted On Quinta, 06 Janeiro 2022 06:12 Escrito por

Projeto iniciou as inscrições no dia 30 de dezembro e até o momento 2.121 jovens já se inscreveram

 

Por Lara Cavalcante

 

O projeto TO Mais Jovem tem expectativa de inserir mais de 6 mil pessoas com idade entre 16 e 21 anos no mercado de trabalho tocantinense. Os jovens selecionados trabalharão nos órgãos que compõem a administração direta e indireta do Governo Estadual do Tocantins. As inscrições seguem abertas e os interessados devem acessar o site www.flem.org.br e clicar no banner digital para serem direcionadas ao cadastro.

 

A proposta do Projeto é auxiliar os jovens na busca do primeiro emprego e é direcionado àqueles que estão cursando ou já tenham cursado todo o ensino fundamental, médio ou de nível técnico na rede pública de ensino, municipal ou estadual.

 

Para o secretário do Trabalho e Desenvolvimento Social, José Messias Araújo, a forte adesão nos primeiros dias de inscrição revelam a grande sede por trabalho e conhecimento dos jovens tocantinenses: “Esse Projeto fará uma grande diferença para a juventude é o futuro do nosso Estado”. Declara o gestor.

 

Segundo a responsável pelo Projeto na Fundação Luiz Eduardo Magalhães (Flem), Maria Carla, ao contrário do que foi divulgado inicialmente não será necessário o envio de currículo no ato da inscrição: “No próprio cadastro já incluímos as perguntas que deveriam estar contidas no currículo para facilitar o processo”. Explica Maria Carla.

 

Sobre o Projeto

O Projeto é uma iniciativa do Governo do Tocantins por meio da Secretaria de Estado do Trabalho e Desenvolvimento Social (Setas), com apoio e orientação pedagógica da Secretaria de Estado da Educação, Juventude e Esportes (Seduc). O programa será financiado com recursos do Fundo Estadual de Combate e Erradicação da Pobreza (Fecoep), na ordem de R$ 107 milhões, nos anos de 2021 e 2022.

 

A empresa que executará o To Mais Jovem é a Fundação Luiz Eduardo Magalhães (Flem) que tem por finalidade social realizar pesquisas, planejar, fomentar, apoiar e executar projetos e atividades nas áreas de desenvolvimento e capacitação de pessoas, de modernização da gestão e dos serviços públicos.

 

O contrato de trabalho dos jovens selecionados será de até 13 meses, oportunizando o primeiro emprego formal remunerado, além de qualificação profissional e atendimento psicossocial e psicopedagógico aos jovens trabalhadores atendidos. O limite de idade não se aplica ao jovem com deficiência. Os contemplados serão remunerados com R$ 568,32 mais o auxilio transporte no valor de R$ 169,40.

 

Posted On Terça, 04 Janeiro 2022 06:25 Escrito por
Página 1 de 253

Pesquisa

Última edição

o-paralelo-13-edicao-505.jpg

Boletim de notícias

Boletim de notícias

Colunistas

 

Últimas notícias