COLUNA FIQUE POR DENTRO

Posted On Quarta, 07 Outubro 2020 04:55
Avalie este item
(0 votos)

PRESIDENTE DO MDB PORTUENSE, ARLINDO DA REBRAM , COBRA DE CARLESSE AS 10 UTIS E NOVA PONTE

O presidente do MDB de Porto Nacional, Arlindo da Rebram, questiona o governador Mauro Carlesse quanto aos 10 leitos de UTI prometidos para o município, e quanto ao início das obras da nova ponte sobre o Rio Tocantins, uma vez que a Assembleia Legislativa aprovou que o governo do Estado contraísse dois empréstimos, um junto ao Banco do Brasil e outro junto ao Banco Regional de Brasília.

“Se o Estado, agora, está enquadrado na Lei de Responsabilidade Fiscal, qual é a desculpa?”, questiona Arlindo.

 

EDUARDO GOMES FAZ “PIT-STOP” EM PALMAS

Apesar da agenda lotada, como líder do governo de Jair Bolsonaro no Congresso Nacional, o senador Eduardo Gomes fez um “pit-stop’ durante o último fim de semana, no Tocantins, quando passou por Palmas visitando alguns companheiros para uma rápida conversa e, depois, retornou para Brasília, via terrestre.

Em Palmas, o senador esteve com Marcelo Miranda, presidente estadual do MDB, candidatos a vereador e com a prefeita Cinthia Ribeiro, a quem apoia rumo à reeleição.

Na próxima semana, Gomes deve iniciar um giro pelo interior do Tocantins para levar seu apoio e prestígio aos seus aliados.

 

MARCELO MIRANDA ARTICULA COM CANDIDATOS A PREFEITOS DO MDB

 

O ex-governador e presidente do MDB do Tocantins, Marcelo Miranda, recebeu na sede do MDB, em Palmas, nesta terça-feira, com vários candidatos a prefeito no interior e a vereador, na Capital.

Marcelo aguarda sua esposa, deputada federal Dulce Miranda, melhorar dos sintomas da Covid-19, para iniciar um giro pelo interior, nas cidades onde o MDB tem candidato a prefeito ou a vice.

Nesse meio tempo, Marcelo planeja estreitar contatos com as lideranças e candidatos aliados no interior.

Uma agenda já está sendo elaborada para que Marcelo possa atender ao chamamento das diversas localidades e participe das reuniões, sempre respeitando as orientações da OMS em relação aos cuidados com a Covid-19.

 

UMA ELEIÇÃO SEM COMPROMISSO E FIDELIDADE PARTIDÁRIA

A eleição municipal de 15 de novembro próximo pode causar um desmanche generalizado de siglas partidárias, principalmente pelo já percebido “eu por mim mesmo” que vários candidatos estão empregando neste início de trabalhos eleitorais.

O que tem de candidato a vereador apoiando candidato a prefeito de outro partido e vice-versa, dando as costas para orientações de lideranças e trabalhando da forma que bem entende, principalmente no interior, é coisa que nunca foi vista no Tocantins.

Percebe-se uma “desidratação”, mas acentuada em algumas siglas que, após o resultado das urnas, podem “evaporar”, sem representatividade e sem musculatura política em suas bases para que possa permanecer ativa

A luz de alerta em várias legendas já está acesa, e uma leva de “espiões” já está na ativa, observando os que agem contra e os que agem a favor. Quem demonstra lealdade e quem não está nem aí.

A “barca” das desfiliações será grande após 15 de novembro...

 

AULAS ONLINE APROVADAS ATÉ 2021

O Conselho Nacional de Educação (CNE) aprovou por unanimidade na tarde desta terça-feira uma resolução que permite a continuidade do ensino remoto até dezembro de 2021, caso seja opção das redes. A proposta aprovada no colegiado recomenda ainda que os sistemas de ensino não reprovem os estudantes. O texto precisa ser homologado pelo Ministério da Educação (MEC) e vale para educação pública e privada.

A medida prevê a reorganização flexível dos sistemas e sugere, por exemplo, a adoção do "continuum escolar", ou seja, as redes poderão fundir os anos escolares dos estudantes, de modo que eles concluam no próximo ano o conteúdo que ficou prejudicado em 2020 devido à pandemia. Estados como São Paulo e Espírito Santo já anunciaram que adotarão o ano contínuo.

 

SABATINAS INFORMAIS

O desembargador Kassio Nunes Marques, indicado pelo presidente Jair Bolsonaro para o Supremo Tribunal Federal (STF), será oficialmente sabatinado pela Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado no próximo dia 21. Na prática, porém, o escolhido já vem passando por sabatinas informais em jantares com senadores, integrantes do governo e ministros do Supremo.

Nesta terça-feira, 6, Kassio Marques participará de um jantar tradicional na política de Brasília: aquele servido na residência da senadora Kátia Abreu (PP-TO). A senadora se tornou uma das principais articuladores pela aprovação do desembargador para a vaga do ministro Celso de Mello, que antecipou sua aposentadoria para o dia 13 de outubro. Outros senadores, como Ciro Nogueira (PI), também devem estar no encontro.

 

Este será o terceiro jantar de que Kassio Marques participa, confraternizando com quem será responsável por aprovar ou rejeitar sua indicação. No dia 29, uma reunião na casa do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Gilmar Mendes selou a escolha do desembargador para a cadeira. O presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), participou do encontro que serviu como apresentação do ministro pelo presidente Jair Bolsonaro.

 

CELSO DE MELOO HOMENAGEADO EM DESPEDIDA

O ministro Celso de Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), participou hoje (6) de sua última sessão na Segunda Turma da Corte. Na próxima terça-feira (13), o ministro vai se aposentar. Mello está no STF desde 1989, quando foi nomeado pelo então presidente José Sarney.

O ministro se aposentaria compulsoriamente em 1º de novembro ao completar 75 anos, idade máxima para manutenção de servidores públicos na ativa, mas decidiu antecipar sua saída para a semana que vem. Mello ainda deve participar de duas sessões do plenário do Supremo nesta semana.

Ao final da sessão da Segunda Turma, Celso de Mello recebeu homenagens dos integrantes do colegiado. Para o ministro Gilmar Mendes, Mello dedicou sua carreira para defender a democracia e seu legado “vai iluminar gerações”.

 

JUSTIFICATIVA DE ABSTENÇÃO VIA CELULAR

Eleitores de todo o Brasil que deixarem de comparecer aos seus locais de votação nas eleições municipais de 2020 poderão justificar a ausência por meio do aplicativo e-Título, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). A modalidade foi disponibilizada no aplicativo no final de setembro; antes, eleitores só podiam "justificar o voto", como o requerimento é conhecido, em mesas de justificativa, cartórios eleitorais ou na internet por meio do sistema Justifica.

A nova funcionalidade atende pessoas que estarão fora de seus domicílios eleitorais ou impedidas de chegar até eles tanto no primeiro turno, que acontece em 15 de novembro, quanto no segundo, marcado para o dia 29 de novembro. Por enquanto, o aplicativo só permite justificar a ausência depois dos turnos. Ou seja: quem quiser justificar a ausência nos dias de votação deverá comparecer presencialmente a uma das mesas receptoras de justificativa.

Mas, de acordo com a Justiça Eleitoral, uma nova versão do aplicativo está sendo preparada para que eleitores possam justificar a ausência também no dia da votação. Neste caso, será usado o sistema de georreferenciamento do aparelho para verificar se o eleitor está distante ou não de seu domicílio eleitoral. Caso não esteja, o aplicativo deverá barrar o processo e direcioná-lo ao local de votação. O órgão diz que esta atualização deve ser lançada "nas próximas semanas", mas ainda não define data.

 

OMS PREVÊ VACINA CONTRA COVID AINDA ESTE ANO

O diretor-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS), Tedros Adhanom Ghebreyesus, afirmou nesta terça-feira (6) que existe a "esperança" de o mundo ter uma vacina contra o novo coronavírus disponível já em 2020.

Até então, a entidade vinha sendo cautelosa quanto ao prazo para se desenvolver uma imunização segura e eficaz para conter o Sars-CoV-2. "Existe a esperança de ter uma vacina até o fim deste ano"", disse Adhanom após uma reunião de dois dias do comitê executivo da OMS. O diretor, no entanto, não especificou quais candidatas podem estar prontas já em 2020.

Segundo o site da organização, existem 42 vacinas contra o novo coronavírus no estágio de ensaios clínicos em humanos, sendo que 10 delas já iniciaram a terceira e última etapa, quando é avaliada a eficácia da imunização ao longo do tempo.

 

COMEÇA CAMPANHA DE MULTIVACINAÇÃO

Começou nesta segunda-feira (5) a Campanha Nacional de Vacinação contra a Poliomielite para crianças de até 5 anos. A mobilização vai até o dia 30 de outubro em postos de saúde de todo o país. Os órgãos de saúde alertam que a população deve procurar o serviço mesmo com a pandemia de covid-19, pois a vacina é de extrema importância para manter as crianças imunes à doença. No sábado (17), a vacinação será reforçada com o dia de mobilização nacional.

Também a partir desta segunda-feira, inicia-se a campanha nacional de multivacinação. Crianças e adolescentes menores de 15 anos, não vacinados ou com esquemas incompletos de qualquer vacina, devem comparecer às unidades de saúde para atualizar a caderneta de vacinação.

No público-alvo da campanha contra a poliomielite estão crianças menores de 5 anos de idade, com estratégias diferenciadas para crianças com até 1 ano incompleto e para aquelas na faixa etária de 1 a 4 anos. A depender do esquema vacinal registrado na caderneta, a criança poderá receber a Vacina Oral Poliomielite (VOP), como dose de reforço ou dose extra, ou a Vacina Inativada Poliomielite (VIP), como dose de rotina.

A estimativa do Ministério da Saúde é que haja no país 11,2 milhões de crianças nessa faixa etária. A meta é imunizar 95% desse público.

Última modificação em Quarta, 07 Outubro 2020 05:09

Pesquisa

Última edição

o-paralelo-13-edicao-504.jpg

Boletim de notícias

Boletim de notícias

Colunistas

 

Últimas notícias