Carta aberta de Antônio Jorge

Posted On Domingo, 05 Abril 2020 03:55
Avalie este item
(0 votos)

O ex-deputado federal Antônio Jorge, um dos fundadores e ex-presidente do Partido Social Liberal do Tocantins, desabafa em carta

 

CARTA DO ANTONIO JORGE

 

Presidente Luciano Boivar, 

                                                                  

Conheço a sua história e a da sua família. Acredito que é importante conhecer a história das pessoas com quem nos relacionamos tanto no meio politico como pessoal. No meu estado do Tocantins, participei da sua criação e implantação na condição de Deputado constituinte e reeleito deputado estadual mais bem votado do estado, fui deputado federal por dois mandatos, sendo o mais atuante do estado e fiquei entre os trinta mais atuantes do Brasil, exerci função de secretário de estado e atualmente sou Presidente do Sindicato dos Produtores Rurais de Palmas, tenho uma grande folha de serviços prestados ao meu estado e graças a Deus nunca me envolvi em nenhum escândalo de corrupção durante toda trajetória politica. 

 

Quando ingressei no PSL no ano de 2018, tinha apenas três ou quatros comissões municipais já vencidas, assumi a tarefa de estruturar o PSL em todo o estado e assim a fiz com muito trabalho e dedicação, visitando canto a canto desse estado, instalamos e organizamos o partido em mais de oitenta municípios, no período de um ano e oito meses, colocamos no centro da capital a sede estadual do PSL Tocantins, considerada a melhor estrutura de partido do estado, tudo isso sem se quer ter recebido nenhum centavo para cobrir despesas funcionais, pois somente no final do segundo semestre de 2019, o PSL Tocantins começou a receber uma pequena verba partidária. Fui candidato a Senador da república nas eleições de 2018 pelo PSL, fui o candidato a senador mais bem votado do partido, fiquei colocado como um dos senadores mais bem votados na capital, sem nenhum apoio financeiro do partido mesmo assim sempre acreditei que o PSL era o melhor partido pra se estar, fiz das tripas coração.

 

Presidente_Luciano_Bivar.jpg - 49,96 kB

 Luciano Boivar, presidente do PSL

Como diz aquele velho dito popular “Depois da onça morta todo mundo é o matador”. Fiz questão de expor minha história e todo trabalho que desenvolvemos aqui no Tocantins pelo PSL porque sempre que encaramos uma tarefa procuramos fazê-la com garra e respeito aos companheiros. Acreditei na palavra do senhor, sou do tempo que a palavra de um homem valia mais que assinatura no papel, o senhor assumiu publicamente que ninguém mexeria no PSL, isso em vídeos e audiência que tivemos, já não bastava à primeira vez em que foi nos tirado o comando da comissão e entregue ao Bispo Guaracy sem ao menos comunicar-nos, demonstrando falta de respeito e lealdade para comigo e todos os companheiros. Entretanto, contudo acreditando na palavra do senhor continuamos os trabalhos, montamos todo um projeto politico, no entanto novamente fomos surpreendidos com a troca do comando da comissão que foi feita de maneira rasteira, desrespeitosa e baixa, método esse que discordo totalmente, não é assim que se faz politica, o senhor demostrou quem não tem palavra e nem honra compromisso, em toda minha vida pública, jamais passei por isso, foi uma grande decepção. Hoje cheguei à conclusão que o Presidente Bolsonaro tinha toda razão, fui colega dele na Câmara dos deputados por dois mandatos e nunca vi um ato covarde ou desleal da parte dele, pelo contrário, ele sempre se pautou com lisura no trato com os colegas e a coisa pública, do senhor já não posso dizer o mesmo. Com isto encerro e comunico meu desligamento do PSL.   

Palmas TO, 26 de março de 2020.

                                                                                          

Antonio Jorge Godinho

Ex-Deputado Federal

 

 

Pesquisa

Última edição

o-paralelo-13-edicao-504.jpg

Boletim de notícias

Boletim de notícias

Colunistas

 

Últimas notícias