CANDIDATURA DE CINTHIA SANGRA POR AÇÕES DE "COMPANHEIROS"

Posted On Sábado, 26 Setembro 2020 16:23
Avalie este item
(1 Votar)

“O ser humano é sem sombra de dúvida o único ser que tem consciência do inferno que causa aos outros”

 

JÖEL THRINIDAD

 

Por Edson Rodrigues

 

O imbróglio que envolve a escolha do candidato a vice-prefeito de Cínthia Ribeiro está lhe causando um desgaste político desnecessário.  Principalmente porque há um de seus “companheiros” que parece estar em seu time apenas para marcar “gols contra”, em favor da candidatura do pastor Eli Borges, que tem a simpatia do Palácio Araguaia. E quanto mais desgaste essa pessoa puder causar, mais ela fará.

 

A situação deixa a prefeita em uma encruzilhada: ou assume o comando político da escolha do seu candidato a vice-prefeito ou corre o risco de ser “desclassificada” antes do início da corrida eleitoral, o que só nos convence ainda mais que, se tivesse terminado a Convenção com a sua escolha pessoal para vice, teria evitado todo o desgaste que enfrenta agora.

 

Nos bastidores da política palmense já corre um boato – sem provas – que lembra que “em acordos políticos não se passam recibos” e que todo o problema criado é pura maldade intencional. O boato diz até que a candidatura do vice-prefeito de Cínthia teria sido “vendida” e por 14 votos a um, os membros do DEM destituíram a indicação do candidato Lucas e indicaram Etinho Nordestes para ser o vice de Cínthia.

 

Ou Cínthia assume de vez a candidatura de Etinho ou sua pretensão à reeleição despenca.  Além dessa atitude, a prefeita precisa, também, tirar sua campanha do “amadorismo político” e mostrar que além de ser, tem que estar sendo uma boa gestora, uma realizadora, que transformou Palmas em um canteiro de obras, sem nenhuma denúncia de corrupção que envolva seu nome.

 

QUEM INTERESSA

O senador Eduardo Gomes e a deputada federal Professora Dorinha são os únicos apoios verdadeiros que Cínthia precisa como parceiros em Brasília.

 

 

Cínthia já teve uma série de convênios e parcerias assinadas com o governo federal por meio do senador Eduardo Gomes, líder do governo federal no Congresso e relator setorial do Orçamento do Ministério do Desenvolvimento Regional, um dos principais líderes políticos do País, hoje, com carta branca para falar em nome do Presidente da república Jair Bolsonaro em acordos políticos. Já a deputada federal Dorinha Seabra é uma das líderes mais respeitadas no Congresso Nacional, que teve seu prestígio alavancado após a briga que encabeçou para a permanência do Fundeb, e presidente do DEM Mulher. Essas duas lideranças apoiam o governo de Cínthia Ribeiro e são garantia de recursos federais para os próximos quatro anos. 

 

Nesta última semana, o secretário de Finanças da prefeitura de Palmas, Rogério Ramos, foi chamado à Brasília pelo senador Eduardo Gomes para uma reunião na residência do Ministro da Economia, Paulo Guedes, cuja pauta foram recursos para a capital tocantinense em 2021.

 

Ou seja, de apoio junto ao governo Federal, Cínthia Ribeiro está bem servida.

 

Logo, Cínthia precisa mostrar que tem comando político na prática e nada melhor que aceitar uma pessoa ética, correta e comprometida com o bem estar do povo de Palmas, com a facilidade de já ter essa pessoa, escolhida pelos membros de um partido que a apoia, que é o vereador Etinho.

 

Depois disso, Cínthia precisa deixar claro ao “companheiro” que está tumultuando sua candidatura para beneficiar a candidatura de Eli Borges, que quem manda em sua campanha é ela e que se essa pessoa prefere Eli Borges, que se mude “de mala e cuia” para a campanha do seu adversário.

 

Às vezes é melhor eliminar uma “banana podre” que perder toda a safra.

 

Fica a dica!

 

Pesquisa

Última edição

o-paralelo-13-edicao-504.jpg

Boletim de notícias

Boletim de notícias

Colunistas

 

Últimas notícias